História Pacify Him - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jungkook, Rap Monster, Suga
Tags Hopekook, Namjin, Sugamon, Yoonseok
Exibições 51
Palavras 672
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Único


Cansados...

Isso resumia realmente bem como estavam depois daquela rodada de sexo selvagem, com direito a mordaças e algemas.

Yoongi decidiu que seria melhor beber algo porque sua língua áspera não estava o deixando tranquilo.

- Hobi, eu vou pegar um vinho pra mim, vai querer? – Perguntou o mais velho, já de pé na porta do quarto. O outro respondeu com um “legalzinho”, o que fez Yoongi soltar uma risada anasalada.

Saiu andando pela casa, usando apenas uma camisa enorme de Hoseok, se dirigindo à cozinha. Quando abriu a geladeira para pegar o vinho, ouviu o barulho da porta trancada sendo aberta. Congelou rapidamente, conseguindo apenas proferir um baixo “fodeu”, ao ver o namorado de Hoseok olhar para si, sem qualquer pudor.

- Quem é você? – Perguntou o recém-chegado.

- Um ladrão de vinho, não tá vendo? – Ergueu a garrafa, meio carrancudo pela treta que se viu metido.

- Ahn? Mas-

- Achou que eu estivesse fazendo o quê? Transando com seu namorado enquanto você viajava? Pff, que absurdo! Pra começo de conversa, ele nem fode tão bem assim! – E deu um gole direto do recipiente da bebida. Jungkook arregalou os olhos, e então Yoongi percebeu que seu nervosismo ferrou de vez tudo.

O mais novo ficou vermelho de raiva e um pouco sem ação, não sabia se dava na cara do maluco com seu vinho caro ou no canalha que chamava de amor.

- JUNG HOSEOK, VENHA AQUI AGORA! – Gritou, observando o maluco encolher os ombros.

Hoseok chegou na cozinha atordoado. Se havia alguém mais enrascado que ele naquele momento, ele gostaria de conhecer quem fez tal proeza.

- QUEM É ESSE... ESSE ESTRANHO MALUCO PELADO QUE ESTÁ NA MINHA COZINHA COM O MEU VINHO? – Jungkook ainda gritava completamente indignado pela situação.

- Ahn, eu posso explicar! Eu juro!

- Mas eu explico melhor, Hobie, não se preocupe! – Yoongi se pronunciou e se aproximou perigosamente de Jungkook. – Quando você sai da cidade, eu dou uns pegas loucos nele, porque te amar – Fez aspas com os dedos – deve ser incrivelmente cansativo! Você é muito barulhento, garoto! E Hoseokie me disse que você é a pessoa mais chata na cama que ele já teve o desprazer de ficar!

- O quê? Escuta aqui, malandrinho de quinta categoria – Apontou na cara do mais velho – você já ouviu que se fica longe do que não é seu?

- Alguém já deve ter me dito, mas ele era mesmo seu se me queria tanto? – Yoongi provocou mais, prendendo o riso. Ele adorava escarniar pessoas tolas e patéticas como Jungkook era!

- MAS É UM DESAFORO MESMO! E VOCÊ, HEIN HOSEOK? VAI FICAR AÍ CALADO?

- É, Hoseok, cadê a chupeta dele? Eu não suporto mais essa voz dele!

- O QUE- Jeon nem sequer tempo de falar/berrar novamente, pois Yoongi pôs o indicador nos seus lábios, num pedido mudo para que se calasse.

- Hoseok, acalme ele, ele está me dando nos nervos! – Se afastou, indo para o quarto de antes vestir suas roupas.

- Meu amor, me perdoa, eu não queria que sofresse por isso! – Jeon se debatia para se desprender dos braços de Hoseok, mas o outro apenas o apertava contra si. – Eu não conseguia aguentar mais sua falta, você estava tão ocupado com as coisas da faculdade que eu não podia nem te tocar! Shh... – Secou as lágrimas de Jungkook, que soluçava enquanto abraçava Hoseok. – Eu te amo!

- Não minta mais para ele, Hoseok! – Yoongi já estava na saída. Seu tom de voz estava tão sério quanto sua expressão. – Só diga a verdade... – Quando se virou para ir embora, lembrou e disse,  ainda de costas e em voz alta: - E me ligue quando se resolver, ok? Da próxima, nós podemos brincar de Daddy e Baby!

 

 

E Min Yoongi foi embora, deixando o caos plantado como preço pelo prazer que proporcionava a outros. Ele gostava de Hoseok, era seu amigo de infância, praticamente. Mas, esse era um hábito que gostava de cultivar, e nada o impedia de fazer isso.

‘Discando: Kim Namjoon’



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...