História Pages of the Life (Ziam, Larry vs LILO) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Alexander Ludwig, Cameron Dallas, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Visualizações 50
Palavras 1.461
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpas pela demora gente, mas aqui esta mais um cap para vcs, espero que gostem

e desde já desculpas pelo tamanho

(na foto temos os gêmos, com camisa Chad sem camisa Matt)

Capítulo 6 - Twin Brother


Fanfic / Fanfiction Pages of the Life (Ziam, Larry vs LILO) - Capítulo 6 - Twin Brother

~~Liam~~

Eu não queria ter que me abaixar e chupar o pausinho do meu primo – Não estou a fim de balinha TIC TAC agora. – Falei e continuei andado

-Acho que quando o Aron chegar, ele vai gostar de ser forçado assim com eu fui, a chupar o pau do primo mais velho. – Justin disse, e uma dor veio em minha consciência

- Justin, me perdoa, mas não se vingue no meu irmão. – Falei o encarando e com os meus olhos cheios de água.

- Mas você pode me satisfazer, sou mais novo, mas mais forte, então, vai Liam se sacrifique ao invés de fazer seu irmão pagar pelo o seu erro. – Justin disse com um sorriso no rosto e eu o encarei, com meus olhos cheios de água, e me sentindo um objeto e percebendo o quanto eu fui babaca com Justin e com algumas meninas ao longo da minha vida.

- Coloque para fora vai, vou te chupar. – Falei encarando ele, e serio me sentindo mais um lixo ainda.

Justin abriu um sorriso, e colocou o pau dele para fora, pela primeira vez na minha vida eu estava sendo uma putinha, eu não sabia o que eu tinha que fazer, abri minha boca e coloquei tudo para dentro, comecei a chupar como se fosse um picolé, e Justin começou a empurrar minha cabeça aumentando a minha velocidade.

- Liam, lambe também. – Ele disse puxando meus cabelos, e com um sorriso vitorioso no rosto.

~~Chad~~

Eu acordei e ouvi uma conversa na cozinha, desci as escadas e fiquei ali parado sentado encostado na parede que dividia o hall de entrada da cozinha – Maya eu não posso mais fazer isso com você. – Meu pai disse para a minha mãe

- Harry, esse feriado vai ser bom para podermos por os pensamentos em ordem. – Mamãe disse, e um silencio reinou na cozinha.

- Já almoçamos Chad, e seu namorado já ligou atrás de você. –  Meu pai disse, sabendo que eu estava ali.

- Eu não queria atrapalhar vocês. – Falei os encarando

- Sem problema, bem, eu vou levar seu pai para a estação de trem, ele vai para Londres passar o feriado lá. – Minha mãe disse e eu abri um sorriso

- Eu aviso ao Matt quando ele chegar. – Falei percebendo o clima que eu tinha criado na casa

- Filho, você comentou com o seu irmão sobre... – Papai disse meio sem graça

- Que o senhor é bissexual? – Perguntei naturalmente

- Harry, o Matt te ama, você é o pai dele. – Minha mãe disse

- Eu sou irmão dele e ele me odeia, como a maioria das pessoas nessa cidade odeiam os gays. – Falei e meu pai e minha mãe me encararam

- Chad, eu pretendo ficar morando aqui, mas eu e seu pai bem, talvez seja melhor para nós sermos apenas amigos...

- Vocês estão pensando em se divorciar? – Perguntei, interrompendo a minha mãe e sentindo as lagrimas tomarem conta dos meus olhos

- Meu filho, eu errei muito no passado, e sua mãe merece ser feliz, e hoje temos mais uma relação de amigos...

-  Então já decidiram isso? – Perguntei os encarando, e sentindo as lagrimas caírem pelo meu rosto.

- Chad, meu filho. – Mamãe disse vindo me abraçar

- Meu pai vai perder o trem. – Falei mudando de assunto.

-x-

Estávamos no parque eu e Flynn, era comum em uma cidade como essa, as pessoas ficarem nos encarando, eu odiava essa maldita cidade pequena, o sol estava se pondo e estava linda a vista para um beijo, mas se fizéssemos isso estava riscado alguma dessas pessoas nos matar, Flynn colocou a mãe em minha perna e abriu um sorriso para mim – Me perdoem, vocês sabem onde é o mercadinho aqui da cidade? – Um garoto bonito, moreno, cabelos castanhos, olhos lindos e um sorriso encantador nos perguntou.

- Sim, na verdade estamos indo para lá. – Falei para o menino que parecia ser mais velho

- Se quiser pode nos acompanhar. – Flynn disse serio encarando o menino

- Não gostaria de atrapalhar vocês, me perdoe, dou meu jeito, bom namoro. – O menino disse nos encarando e sem graça

- Pode nos acompanhar, prazer Flynn. – Flynn disse ainda serio estendendo a mão para o menino

- Liam. – Ele disse com um sorrido cumprimentando Flynn e mostrando a mão tatuada.

- Bem, sou Chad, Chad Tomlinson Styles. – Falei parecendo um idiota

- Mesmo sobrenome da minha namorada. – O tal Liam disse sendo simpático comigo e com Flynn, que pegou a minha mão, e Liam olhou natural para nós.

- Bem, gente não quero ser vela e atrapalhar vocês. – Liam disse, e parece que depois que Flynn descobriu que o garoto namorava ele ficou mais tranquilo.

- Sem problema, levar você até o mercado não é problema nenhum. -  Falei e Flynn concordou comigo.

- Angel sempre me diz que não tenho muito senso, e que sou meio desligado. – Liam disse rindo, e eu já estava gostando do menino.

- Minha prima se chama Angel. – Falei

- Bem se a namorada dele tem o mesmo nome e sobrenome da sua prima, deve ser a mesma pessoa. – Flynn disse rindo

Depois que descobri que Liam era mesmo o namorado da Angel, eu e o Flynn o chamamos para ir comer uma pizza com a gente, e ele foi, rimos bastante e mandamos uma foto para Angel, estava sendo muito bom termos um amigo eu e Flynn que nos aceitava como éramos, mas Liam recebeu uma mensagem e logo saiu pedindo desculpas e dizendo que deveria ir embora.

-x-

Quando chegamos em minha casa vi o carro do Bruce – Bem, vamos entrar alias é a minha casa e não a dele. – Falei encarando Flynn

- Meu amor, eu tenho que ir para casa, e a sua mãe já esta em casa. – Flynn disse me beijando

- Aproveitar o feriado do seu lado esta sendo a melhor coisa que eu estou gostando. – Falei dando um beijo em Flynn e saindo do carro dele, indo para minha casa.

Quando entrei em casa vi Matt sentado no sofá e chorando – Cadê o Bruce? – Perguntei o encarando da porta da sala

- Eu nem sei dele, desde que cheguei em casa. – Matt disse secando os olhos e passando por mim

- E o carro dele, eu não me esqueci do que você armou, me diz cadê ele. – Falei irritado segurando o braço do meu irmão

- Ele me deu, graças a você. – Matt disse, e as lagrimas caiam dos olhos dele.

- Matt, o que foi? – Perguntei o encarando

-  Eu virei um puto, Chad nunca diz isso para ninguém, me jura – Matt falou já aos prantos, e me abraçando.

- Juro. – Falei abraçando o meu irmão

- O Bruce, ele gosta de você, ele quer transar com você, ele diz que quer que você seja a putinha dele – Matt falava e eu ficava cada vez mais em choque com o que ele me falava. – Ele então me fez uma ameaça de inicio, que depois virou uma proposta, mas eu não sei se estou certo em fazer isso, Chad ele quer que eu seja a putinha dele em troca de dinheiro e de bens materiais, por isso ganhei um carro.  – Matt disse chorando

- Então você virou um prostituto e fica dando para um homofóbico? – Perguntei o encarando, e com medo do que poderia estar acontecendo.

- Sim, mas eu preciso que você não conte nada para ninguém, e preciso que você me ajude a enfrentar isso, Chad eu não estou fazendo nada de mal para ninguém, mas é como eu posso me redimir com o pesadelo que eu fiz você passar, posso conseguir coisas para nós. – Matt disse me abraçando e eu o abracei

- Não precisa fazer isso para me dar nada. – Falei com um sorriso o encarando

- Mas preciso para garantir que ele não vai encostar um dedo em você, me perdoa, por tudo. – Ele disse chorando.

~~Louis~~

Quando a porta da sala se abriu e eu o vi ali entrando, eu não acreditei, pela primeira vez desde que a minha irmã nos pegou eu vi Harry – Styles como você esta? – Perguntei o abraçando e não conseguindo resistir ao beijo roubado que Harry me deu, e me entregando por completo a ele.

- Pensei que estaria na sua casa,e não aqui. – Harry disse com um sorriso

- Precisava te ver, conversar com você. – Falei com um sorriso

- Conversar? – Harry disse com uma cara de safado me encarando

-Sim, aconteceu algumas coisas nesse ano, e precisamos conversar bastante. – O respondi me sentando e Harry fechou a cara para me encarar

- Louis o que esta acontecendo? – Harry me perguntou

- Conheci um homem nesse ano, - Falei o encarando, e Harry fechou a cara me encarando.

 


Notas Finais


O que vocês gostaria que rolasse?
Um revival Larry oq acham?
E com os gêmeos, oq deveria acontecer com o Chad e o Matt?
E o Liam em tadinho


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...