História Páginas em branco - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Pandinha_Fofah

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 1.229
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Científica, Mistério, Survival, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Canibalismo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


boa leitura!!!

Capítulo 2 - Coração controlado



Capitulo 2= coração controlado
Nesse momento eu vejo  uma flecha voar na cabeça do zumbi, olho para onde vem a flecha esta Ryan com uma besta.
—Ryan!!—falo chorando corro para os braços dele
Eu abraço ele forte
—ok! esta tudo bem, depois você me agradece agora vamos sair daqui—fala Ryan
—ok—falo eu ainda desesperada e sem folego
Nos dois correndo eu pergunto
—como você sabe que eu estava aqui?
—não sabia, apenas vi o Jonas correr com suas coisas.
—pois é, ele pegou.
Ao chegar estava Jonas com uma Katana
—desculpa—fala Jonas—eu achei isso pode ficar eu já tenho uma arma e o Ryan tem a besta
Nesse momento chega todo mundo
—não tem nada pra nenhum lado então não tem como achar nada
Nesse momento eu falo
—vamos ir caçar vai eu o Ryan e o Felipe
—ok!—todos falam concordando—mais avisam se acontecer algo
—ótimo, então vamos!
Esta vamos  andando em uma parte da floresta quando vimos um cervo
Eu me aproximei  dele e vi um homem com uma arma de caçador com flechas de anestesia
Nesse minuto levo uma flechada no meu ombro depois disso eu não lembro mais nada
#visão do Ryan#
Eu olho pra Duda no chão e para a flecha e vejo que não era isso e sim uma bala de arma
O Felipe vai socorrer a Duda em quanto eu vou falar com o idiota que atirou
#ai a treta rolou solta
—por que você atirou?—falo eu gritando
—eu não vi que tinha gente atrás não foi a minha intenção—fala com voz de desesperado
—muitas pessoas não tem intenção de fazer  coisas que não se da valor—fala Ryan bravo
—calma vou leva-la para a fazenda lá temos um medico o Hershel ele vai ajudar a proposito meu nome é Otis—fala ele erguendo a mão para Ryan e ficando no vácuo
—acho bom mesmo—diz Ryan com lagrimas no rosto
Nisto pego Duda no colo e levo ela ate a fazenda
Eu encontro uma tal de Maggie e ajuda a leva-lá na cama para tirar a bala ela pede para nos ficarmos lá fora
—ei cara temos que avisar o grupo—fala Felipe
—ok pede para...—nesse momento Maggie sai do quarto
—ei você—fala Ryan
—oi posso ajudar mocinho-fala Maggie
—oi então o nosso grupo ficou lá na floresta poderia  avisa-los—fala Ryan
—claro é no meio da floresta né?—fala Maggie
—sim isso mesmo—diz Felipe—pode trazer a Lívia ate aqui junto
—claro já volto com sua amiga
#visão da Maggie#
Chegando lá eu já chego perguntando
—quem daqui é a Lívia
—quem é você—fala Lívia
—sou a Maggie sua amiga levou um tiro e o Ryan pediu para leva-la ate lá
—meu Deus!—todos repetem
—nossa que direta você falou tão normal tipo acontece isso todo dia—diz Lívia inconformada
—é bem assim mesmo prefiro ser direta que doa de vez do que falar aos poucos para doer mais—diz Maggie mais direta ainda
MAGGIE THUG LIFE
 
Então ela sobe no cavalo e nos vamos ate a fazenda
#chega agora eu acordei#
Quando olho esta o Ryan de braço cruzado sorrindo para Lívia que se joga nos braços dele em forma de brincadeira e o Felipe na porta me olhando
—porque você esta aqui oque a aconteceu—eu digo assustada
Nesse momento olho de rabo de olho e de repente Ryan fica serio e Lívia pra de brincar
—oi você acordou!—fala Ryan e Lívia—estamos brincando aqui—fala Ryan sem graça
• Que bonito, que bonito em? ,que cena mais linda será que eu estou atrapalhando o casalzinho ai?*—calma eu so pensei mesmo, apenas ignoro oque ele disse
• 
#de noite#
—miga tu está bem?—fala Lívia sem graça
—ei vocês dois vão comigo Ryan e Felipe buscar uns remédios e mantimentos que abou então não posso ir sozinho—fala hershel
—ok então vamos
#chegando lá visão do Felipe #
Enfim chegamos e encontramos oque queríamos só que o Ryan resolveu passar em um lugar um bar isso mesmo um bar por que motivos um bar bom ele disse que era porque ele ia lá com seu pai e queria relembrar isso ate ai tudo bem mais..
#visão do Ryan#
Que ótimo passamos em uma *farmácia* ( ° ʖ °) calma não é nada disso que você esta pensando, mais continuando
Achamos tudo oque precisamos então aproveitando que estávamos perto eu pedi para eles para passar em um bar que meu pai frequentava, mais eles não queriam, eu só queria relembrar um pouco daquele tempo sem o apocalipse que acabou com todas  as minhas memorias e esperanças, passaram se 3 dias desde que o apocalipse começou,  a gente saiu da escola depois fizemos uma fogueira e dormimos depois do tiro no ombro da Duda  estamos aqui pois já é 1:27 da manha e eu já considero sábado então 3 dias vivendo de novo, não sei ate quando isso vai durar já estou cansado e pelas minhas contas não tem cura, aonde vamos parar, mais resumindo, 3 dias sem noticias do meu pai e mãe faz eu ficar com saudades, pois nem sei se vou encontrar eles de novo,  não tenho noticias deles não vejo mais ninguém então resolvi passar la para ter minhas ultimas lembranças com meu pai retomadas na parte que funciona ainda da minha mente é triste talvez você peça para Deus para ter um apocalipse, mais é horrível, eu também já pedi, e me arrependi, chegando lá...
#visão do Hershel #
Missão bem sucedida conseguimos oque queríamos e acabou que o menininho senpai da amiga que levou um tiro (Ryan) pediu para irmos ate um bar eu fui com ele e o japonês (Felipe) mais o inesperado aconteceu
—(todos) chegou mais gente
Eu não intendi oque eles queriam matar roubar ou ir com a gente mais sei que isso restou algo horrível
—eu costumava vir aqui com meu pai—fala Ryan
—você bebia também?!!—fala Felipe e hershel dando risada
—não bebia não o olho puxado—fala Ryan entrando na brincadeira eles riam
Parece que foi uma noite ótima para o Ryan ate dois segundos antes
—eai negada sai todo mundo daqui que o pau vai comer—fala um cara desconhecido—parece que temos visitas Eduardo.
—é mesmo Luiz—fala o outro que estava lá
—um velho um asiático e outro corno que parece que levou um chifre
#brotou
*—parece que é ao contrario—Duda  brota mais vai embora..*
#voltando
Ele quer entrar em nossa fazenda
—vocês tem um grupo?
—temos um grupo sim mais não entra qualquer um —fala Ryan
—chama agente de qualquer  um—diz Eduardo—achei que éramos amigos
—não nos conhecemos —diz hershel
—que isso cara fala oque temos que fazer pra entrar—diz Luiz
—nada porque vocês não vão entrar e ponto final
—não faz eu ter que fazer isso cara
Nesse momento Felipe atira em Eduardo na hora o Luiz levanta a arma mais não da tempo porque Ryan atira primeiro...
Ouvimos um barulho na porta
Toc-toc—ei os nossos amigos Luiz e Eduardo entraram aqui ouvimos tiros vocês mataram eles
Naquela hora o Ryan, Felipe e hershel  pularam para segurar a porta
—nos deixe entrar só vamos pegar nossos amigos para irmos embora cara, é melhor vocês abrirem não quero atirar e formar uma guerra.
 


Notas Finais


espero que tenham gostado xoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...