História Pai De Primeira Viagem - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), TWICE
Personagens Jungkook, Momo, Personagens Originais
Tags Gravidez, Novela, Romance
Exibições 200
Palavras 677
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Famí­lia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Lembrando que:

➸ As personagens da estória, infelizmente, não são de minha autoria, mas suas personalidades sim.

➸ Soo In será interpretada por Momo, os outros terão os mesmos nomes reais.

➸ Capítulo betado pela @PyoFucking do @thereddesign. Aliás, recomendo que deem uma olhada no projeto, é um amor sz.

➸ Plagio é crime. Crie sua própria estória.

Boa Leitura ♡

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Pai De Primeira Viagem - Capítulo 1 - Prólogo

Há quatro anos | Coreia do Sul, Goyang.

Último ano do colegial, a época do tudo ou nada. Eu dependia daquele jogo para entrar na faculdade mais disputada de Seul.

Estava no vestiário me preparando para entrar em campo, quando escuto alguns assovios vindos do corredor do local.

Na certa, alguma garota acabara de entrar no vestiário. Fechei a porta de meu armário e me sentei no banco para amarrar o cadarço de minha chuteira. Escutei alguém tossir e olhei para frente, vendo Soo In.

Como era o último jogo do colegial, a escola permitira que os alunos pudessem ir ver o jogo, sem precisar usar os uniformes. Por isso, Soo In usava uma blusa de manga comprida cor caqui, curta o suficiente para mostrar um pouco de sua cintura, um short jeans de cintura alta e tênis brancos.

Levantei-me para falar com a mais baixa e beijei o centro de sua testa.

— Soo In-ah, o que faz aqui? — indaguei bagunçando seus cabelos.

— Jeon Jungkook, precisamos conversar. — a menor disse cruzando os braços, fazendo-me arregalar os olhos por um segundo.

Espera… “Jeon Jungkook”? Era raro as vezes em que Soo In me chamava pelo nome inteiro. Se ela havia feito isso, com certeza o assunto era sério.

— Arasso. — murmurei e Soo In saiu do vestiário. Entendi o seu recado e a segui.

A menina parou perto da porta de entrada do campo e eu pude logo ver os olheiros da faculdade de Sekang sentados na primeira arquibancada, próximos de onde ficavam os bancos dos reservas. Meu coração parou de bater por um instante. Essa noite, eu poderia ser um dos seis escolhidos para receber a bolsa de Sekang.

— Sobre o que você queria conversar? — perquiri mexendo em meus dedos freneticamente.

— Jungkook, eu preciso falar sobre isso com você, mas não quero que se preocupe. — Soo In disse dando um suspiro profundo.

— Então diga. — respondi já apreensivo.

— Jungkook-ah, miane. Não foi a minha intenção, eu também não queria. — Soo In cobriu o rosto com as mãos. — Eu estou… Eu estou…

— Soo In-ah, diga logo. Está me fazendo ficar nervoso. — declamei curioso.

— Eu estou grávida, Jungkook. Eu estou grávida! — respondeu com a voz embargada e com os olhos já cheios d’água. Eu estava em transe, não sabia o que dizer, nem o que fazer. — Miane, Jungkook. Eu não quero estragar sua oportunidade de ir à Sekang, muito menos te obrigarei a me ajudar com a criança. Por isso, morarei com a minha avó em Guri. — completou, secando as lágrimas que já escorriam em seu rosto delicado.

— Soo In… — eu ainda não sabia o que dizer, mas não queria que ela se sentisse culpada. De certa forma, a culpa também foi minha.

— Eu preciso ir, Jungkook-ah. Não quero te atrapalhar, esse jogo é importante para você. — a ruiva ia passar para ir embora, mas segurei em seu braço a impedindo de andar.

Soo In olhou-me confusa. Seus olhos estavam vermelhos e havia marcas de lágrimas em seu rosto.

— Choi Soo In, me escute. — disse soltando seu braço. — Eu não ligo se tiver que abrir mão de tudo para te ajudar a cuidar da criança. De certa forma, eu também tenho responsabilidades a assumir e, você não irá embora sem que vá comigo. — completei secando suas lágrimas.

— Oppa, você tem certeza disso? Quer mesmo abrir mão de sua possível vaga em Sekang para ficar comigo e com a criança? — perguntou.

— Ye. Essa é a minha escolha. — respondi a fazendo sorrir.

O pessoal do time começou a aparecer em fila e o treinador chegou logo atrás.

— Jeon Jungkook, fique em sua posição. Entraremos agora. — o treinador disse e eu assenti curvando a cabeça. — Vá para a arquibancada. Esse jogo será um jogo importante, por isso não quero que perca nenhum momento.

Dei um beijo no centro da testa de Soo In e a mais baixa passou pelos hyungs, logo saindo do local.

Coloquei meu capacete e entrei na fila, escutando um barulho de apito que vinha do campo e, logo anunciariam para que entrássemos. E aquela era a hora do grande jogo.

 


Notas Finais


➸ Comentem para eu saber o que acharam, ficarei muito feliz em ler os comentários.

➸ Prometo que os próximos caps serão maiores ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...