História Paixão - Vondy (Adaptação) - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Christopher Uckermann, Dulce María
Personagens Christopher Uckermann, Dulce Maria
Exibições 39
Palavras 1.323
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey!
Quem é que estava sentindo falta de um certo bebê de bumbum grande?
Aproveitem!

Capítulo 28 - Não Deveríamos - Parte 2


Christopher

Confiro se peguei minha carteira, celular e chaves antes de sair. Hoje é sexta, quase 19:30, e eu estou um pouco atrasado para ir me encontrar com Dulce, tive algumas coisas para resolver no escritório que levaram mais tempo do que eu achei que levaria.

Entro na minha Trailblazer 4X4, dou partida no motor e sigo em direção a UTD. Ela me pediu que a acompanhasse nesse jogo dos Cowboys contra os Buffs. Pablo é o capitão do time e ela achou que seria uma oportunidade perfeita para dar continuidade ao plano para fazer ele rastejar para tê-la de volta, já que eu havia prometido ajuda-la, estou indo a um jogo de futebol ao invés de ir ao Eros e procurar uma companhia para passar noite. Talvez eu possa fazer isso amanhã, ou posso depois do jogo voltar para casa, pegar meu celular e ligar para uma das dez mulheres que eu de fato guardei o numero de telefone.

Acho que vou ligar para Brenna, ou talvez para Zara. Sim, definitivamente eu poderia ligar para Zara, ela é a que menos exige de mim e a que mais entende o meu estilo de vida.

Mas primeiro, vamos assistir esse maldito jogo.

Guio meu carro e devido ao transito bom, alguns minutos depois já estou no meu destino. Acho um lugar perto de onde devo encontrar com Dulce para estacionar. Desço, ligo o alarme e vou andando lentamente em direção ao campo da Universidade, Dulce havia me dito que quem chegasse primeiro deveria esperar logo na entrada numero 2, então é para lá que eu me dirijo. Passo por vários estudantes pintados de azul marinho e branco, e com roupas dessas cores também. As cores da Universidade.

Lembro-me quando estudei aqui, não faz tantos anos assim. Momentos bons foram aqueles, muitas festas, bebidas e mulheres.

Assim que avisto a entrada 2 para o campo, vejo também  Dulce. Seu olhar se encontra com o meu e ela abre aquela largo sorriso que é lindo, e vem caminhando em minha direção.

Oh droga, alguém tem que dar uma burca para essa mulher. Como ela consegue ficar tão sexy até mesmo para um simples jogo de futebol?

Dulce está com uma saia jeans clara tão curta que poderia ser um cinto. Alfonso sabe que ela anda se vestindo assim? Por Deus, ela não  pode mostrar tanto de suas belas pernas. Falando em suas pernas, como não reparar? São torneadas e tem uma cor dourada, um bronzeado natural muito tentador e de dar água na boca.

São belas pernas para envolver em minha cintura e...

Não. Não pense nisso Christopher, você não pode ficar excitado aqui.

Para completar ela está vestindo uma camisa estilo Jersey, justa e azul marinho, com detalhes na manga e no colarinho em branco. Na altura do peito, também em branco, está escrito “COWBOYS” e em baixo...Ah, porra. Sério que ela escolheu justo uma camisa com o numero 69?

Isso me faz ter pensamentos que eu não deveria estar tento, envolvendo uma posição sexual, eu e Dulce. Droga, pare Christopher, ela está se aproximando...

- Oi,Christopher. Obrigada por vir. — Ela diz e fica na ponta do pé para me dar um beijo no rosto.

- Oi, Little Nips. Sem problemas, eu falei que te ajudaria, não falei? Mas está tudo bem eu aparecer por aqui? Quer dizer, a Demi não vai estar aqui também?

- Ah não se preocupe com isso. Demi está se matando de estudar para  uma  prova  difícil  na  semana  que  vem,  e  além  do  mais,      ela odeia  futebol.

- E você não?

 Começamos a andar lado a lado em direção ao campo.

- Agora não mais. Eu odiava no começo e comecei a assistir só por causa que o Pablo é o capitão do time, mas depois de algumas partidas eu aprendi a gostar. E você? Quer dizer, você é homem, é claro que gosta, né?

- Sim, eu aprecio uma boa partida de futebol de vez em quando.

- Muito obrigada mais uma vez, sei que você provavelmente tinha algo mais interessante para fazer numa sexta à noite, mas o jogo não deve terminar tão tarde, talvez sua sexta não esteja completamente perdida.

Ela diz com um sorriso simpático.

- Sim, eu com certeza terei que ligar para Zara para ela dar um jeito nesse desconforto maldito no meu jeans.

Entramos no campo, ele está exatamente como eu me recordava. É enorme, todo circundado por arquibancadas com quase todos os  lugares já ocupados. Os postes com holofotes acessos iluminam o campo e a torcida, o placar acesso mostra o tempo restante até começar a partida.

- Vamos nos sentar na primeira fila, o mais perto do campo para ter a chance de Pablo nos ver. — Ela diz e segurando minha mão, me puxa por entre as pessoas na escadaria ainda tentando achar um lugar que lhes agrade.

- Ali. — Ela aponta para dois lugares vagos e nós vamos abrindo espaço entre as pernas das pessoas sentadas.

- Esse lugar é ótimo, se Pablo olhar para esse lado com certeza nos verá. — Ela diz se sentando e com um sorriso de satisfação no rosto.

Sento-me ao seu lado e tento com todas as minhas forças olhar para frente, e não para o decote de sua blusa que mostra uma boa quantidade dos seus seios.

As próximas horas vão ser muito torturantes.

Até o jogo começar, ficamos em silêncio, a ansiedade dela é perceptível. Suas mãos estão inquietas e ela olha para o placar o tempo todo, conferindo quanto tempo ainda falta para começar.

Quando a banda começa a tocar e os jogadores fazem sua entrada, Dulce se levanta e começa a aplaudir os Cowboys, assim como  todos ao nosso redor.

O primeiro tempo passa e nenhum ponto é marcado, para nenhum dos dois times.

- Ele nem olhou para cá. — Ela reclama parecendo decepcionada quando o time vai para o vestiário e Pablo ainda não nos notou.

A banda entra e começa a fazer seu show da hora do intervalo.

Realmente deve ter algo errado comigo, porque as lideres de torcidas seminuas estavam o tempo todo pulando e fazendo suas aperturas e agachamentos perto o suficiente e eu não conseguia parar de pensar e querer olhar para as pernas de Dulce.

Isso não pode ser um bom sinal.

O time retorna a o segundo tempo começa. Pablo ainda não nos percebeu.

O jogo continua e depois de alguns minutos do começo do segundo tempo, os Buffs fazem um Field Goal e o técnico dos Cowboys pede tempo.

- É agora, o Pablo esta vindo falar com o técnico, ele tem que nos ver. Coloque o seu braço nos meus ombros...Coloque logo, Christopher.

Tudo bem, tudo bem.

Coloco meu braço em seus ombros e ela se aconchega em mim. Fico tenso quando ela me abraça por trás e coloca a outra mão na minha perna.

Localizo Pablo quando ele retira o capacete e eu posso ver seu cabelo  cor de fogo todo bagunçado, o técnico fala com ele e com o resto do time e parece estar muito zangado.

O técnico dispensa o time e Pablo faz menção de colocar seu capacete novamente quando seus olhos passam rapidamente pelo nosso lado da arquibancada, vejo o exato momento que ele vê Dulce e eu. Ele congela no lugar e sua expressão se torna furiosa na hora.

- Ele nos viu, ele nos viu. — Dulce resmunga quase sem abrir a boca.

- Me beija. — Ela pede e seu pedido me pega desprevenido, olho-a surpreso.

- Na bochecha, Christopher, não precisa me olhar assim.

Então faço o que ela me pede. A puxo para mais perto, abraço-a com ambos os braços e lhe dou um beijo na bochecha.

Quando olho para Pablo ele está me fuzilando com os olhos, se um  olhar tivesse o poder de matar, eu estaria morto.

Pablo se vira, coloca o capacete e corre de volta para o campo. 


Notas Finais


Até mais... beijos!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...