História Paixão por acidente (jikook) - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Taeyoonseok
Exibições 183
Palavras 762
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olááá pessoinhas! M e desculpem por não postar por DUAS SEMANAS.
Me desculpem também pelo tamanho do capitulo, estou sem tempo para escrever.
Provavelmente só postarei segunda pois vou viajar nesse fim de semana.
Espero que continuem lendo a fic e não desistam.
Desculpem os erros.

Capítulo 17 - Dolorido


Fanfic / Fanfiction Paixão por acidente (jikook) - Capítulo 17 - Dolorido

Jimin

 

 

 

Acordei e ainda com os olhos fechados, me estico para despertar a preguiça(coisa que não funciona comigo) e coço um pouco os olhos com o pulso.

Olho para meu lado e vejo o kookie dormindo. Seus olhinhos fechados e um pouco inchados, seu cabelo bagunçado, sua boca entreaberta e aaah que boca mais atraente. Não canso de pensar a mesma coisa! Sua cara amassada, mas ainda assim continua lindo.

E por fim, mas não menos importante, seu corpo nu, Jungkook estava com seu corpo totalmente exposto, cheio de chupões e mordidas que eu deixei.

UMA VERDADEIRA OBRA DE ARTE.

Me levantei cuidadosamente para não acordar o kookie e fui até o banheiro fazer minhas higienes e tomar banho.

Depois de feito, saio do quarto e desço as escadas e vou em direção a cozinha preparar algo para eu e kookie comermos no café da manhã.

 

 

 

JUNGKOOK

 

 

 

Acordo e ainda de olhos fechados tento me mexer, mas meu corpo dói, abro-os lentamente tentando me acostumar com a luz do sol que vinha da janela que esquecemos aberta ontem a noite.

O que aconteceu ontem veio em minha mente, apesar de estar dolorido para caralho e todo marcado, não me arrependo nem um pouquinho.

Tento fazer uma forcinha para levantar mas não consigo, meu corpo dói demais e acabo gemendo de dor.

-Droga jimin, olha o que você fez comigo! Aah mas quando eu melhoar você vai ver quem vai ficar dolorido no final!

Resmunguei baixinho.

Logo jimin entra com uma bandeja em mãos com dois copos de suco e panquecas.

-Bom dia baby, dormiu bem?

-Bom dia vai ser só pra você. E não, eu não dormi nada bem, tô todo dolorido!

Falei cruzando os braços e com um bico nos lábios. Jimin riu

-Me desculpe baby, eu devia ter ido com mais calma. –Falou vindo até mim e sentando na cama ao meu lado e colocando a bandeja na cama e logo sela rapidamente nossos lábios.

-Não se desculpe daddy, você foi ótimo. –rimos- Mas na próxima eu vou ser o ativo.

-Nem pensar –Fala rindo e eu acompanho.

Ele me ajuda a ficar sentado e eu resmungo um pouco pela dor. Comemos e trocamos algumas caricias e beijos.

Depois de comermos ficamos conversando sobre coisas super aleatórias. Colocamos nossas cuecas e vestimos uma bermuda.

Jimin me pegou em seu colo e eu coloquei meus braços em volta de seu pescoço e ele me carregou até a sala.

Ficamos assistindo um filme qualquer e claro dando uns pegas de vez em quando.

Nesse exato momento eu estou sentado no colo de jimin e deixando beijos por todo seu pescoço o fazendo arfar.

De repente o maldito celular do jimin toca e eu tive que parar com os beijos.

-Eu não vou atender kookie, pode continuar.

-Não, atende logo essa merda. -Falei um pouco bravo.

Ele assentiu e pegou o celular atendendo a ligação e levando o aparelho ao ouvido.

-Alô? – ok – estaremos ai em quarenta minutos – olha nem reclama você atrapalhou um momento bem legal aqui tá bem? – tchau.

-Quem era o infeliz?

-Namjoon, ele perguntou se queríamos ir a casa dele.

-Huum.

-Tá mas dessa vez u é que quero carinho daddy.

Falo manhoso e com um bico nos lábios.

-Ok baby, o daddy vai fazer carinho em você.

Fala e me coloca sentado em seu colo de modo que minhas costas fiquem batendo em seu peitoral.

Jimin fica fazendo carinho em meus cabelos e beijando meu pescoço e nuca.

-Jimin.

-Hum?

-O-o que nós somos?

-Eu não sei...

-Entendi.

-E pra você o que nós somos?

-Eu também não sei.

Ficamos um tempinho ali só aproveitando a presença um do outro. Depois Jimin me tira de seu colo e vai buscar nossas blusas para irmos a casa de namjoon.

-Toma kookie, veste.

Peguei a blusa e vesti e logo olhei para jimin.

-O que foi? –Jimin

-Eu estou todo dolorido e mancando jimin, como vou assim?

-Eu te carrego ué.

Disse e me pegou novamente no colo e fomos até o carro. Ele me deixou sentado no banco da frente ao seu lado e voltou para fechar a porta da casa.

Assim que fez voltou e entrou no carro, deu partida e logo estávamos no caminho.

Não falamos nada o caminho inteiro, eu estava desconfortável por causa das dores e eu não queria que me vissem assim.

-Ei kookie, isso é normal não se preocupe.

-Não to preocupado.

-Ok, finjo que acredito.

-Aish jimin.

Logo chegamos na casa de namjoon e ficamos de boca aberta com o que vimos.

 


Notas Finais


Foi isso pessoinhas, mais uma vez me desculpem o tamanho do capitulo e desculpem também os erros
até segunda (talvez) baay <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...