História Paixão sem limites... - Capítulo 83


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Ino Yamanaka, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Personagens Originais, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Naruhina, Romance, Sasusaku, Viciada-sama
Exibições 865
Palavras 797
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey
Net parou de pegar ontem de noite .-.

Capítulo 83 - Capítulo 66 - Teatro.


Odeio a escola.

Serio mesmo, odeio professores e odeio atividade em dupla.

Antes eu não odiava, ou não odiava muito pelo menos. Na verdade estava ansiosa com o meu primeiro dia de aula, estava criando expectativa sobre as experiências que eu poderia vivenciar no decorrer deste ano.

Mas agora, exatamente agora eu desejava voltar ao primeiro dia de aula e escolher outro lugar pra sentar.

Porque, meu deus, que castigo é esse que estou recebendo?

- Que cara é essa, Rosada?

Quase vomitei com o apelido. Olhei o lápis com a ponta afiada pertinho dos meus dedos, podia pega-lo e enviar no olho do Neji, só para ter o prazer de vê-lo sangrar até a morte.

Essa ideia me parece tentadora.

Estava prestes a colocá-la em pratica quando o auto falante soou na sala de aula, interrompendo a aula de biologia.

- Alunos do segundo ano, compareçam ao pátio.

- Graças a deus! - falei me levantando.

Fui a primeira a sair da sala, aproveitei e comprei um pacote de balas antes de seguir para o pátio. A Saya e a Hina me esperavam logo na entrada, as duas se olhavam de um modo um pouco hostil, porém não liguei.

Me aproximei delas e ofereci bala.

- Obrigada... - a Hina falou conforme pegava uma e me observava desconfiada.

Eu em.

Me virei para a Saya, e ela obviamente queria falar algo, provavelmente sobre ontem.

Com certeza eu não teria essa conversa.

Joguei uma bala pra ela e sai andando. A maioria dos alunos estavam no chão, sentados e conversando. Alguns estavam nos cantos em pé, busquei as meninas com os olhos.

Tenten, Temari e Shikamaru estavam em pé, não muito longe. Fui até eles pegando a conversa no meio.

O assunto era: chocolate ou sorvete?

Nem perguntei como chegaram a tal assunto, só me envolvi. O Shikamaru pegou o pacote de balas da minha mão e começou a comer, uma por uma.

Revirei os olhos e deixei pra lá. Eu mesma fazia isso com ele direto.

- Ai que seja! - Tenten falou, irritada - Sakura, quero falar com você.

Dito isso ela segurou meu pulso e saiu me puxando até um canto vazio.

- Eu sei andar, sabia? - resmunguei.

Paramos perto da entrada, e ela finalmente soltou meu braço. Revirei os olhos com a sua atitude e cruzei os braços, esperando ela falar.

Tenten me avaliou e mordeu os lábios, nervosa. Franzi as sobrancelhas confusa com a sua atitude, e então esperei.

- Não sei como falar isso... - ela começou em voz baixa.

- Com a boca? - sugeri, recebendo um olhar hostil como resposta.

Suspirei e decidi ficar quieta, até porque minha curiosidade se aguçou com essa frase.

- Enfim... Vou ser direta, e espero que isso não estrague a nossa amizade...

Isso sem duvidas me preocupou.

Toquei seu braço para tranquiliza-la.

- Seja o que for, não vai estragar.

Sorri para tentar melhorar o clima.

- Eu... Eu estou afim do Neji.

Meus olhos se arregalaram por alguns segundos. MAS É O QUE?

NEJI? SERIO MESMO MINHA FILHA? JUSTO O CANALHA MANIPULADOR? O STALKER PERTURBADO? NÃO TEM NINGUÉM MENOS ESCROTO NESSA ESCOLA NÃO?

- Sério? - perguntei abismada.

Ela concordou com a cabeça, constrangida. Respirei fundo.

Tenten esta afim do Neji.

O que fazer?

"Joga ele pra ela."

"FAZ A DANÇA DA CHUVA."

"Come um delicioso pote de sorvete."

"QUE?"

"Se ele ficar afim dela, não vai ficar afim de você..."

Opa opa, epifania na área.

Depois de um monte de pensamentos malucos eu percebi uma coisa: se eles ficarem juntos, ele sai do meu pé.

Eu sei, sou uma amiga horrível. Vou jogar o doido pra cima dela. Mas poxa, ela quer ele, então ela que se vire depois.

Abri um sorriso e peguei em suas mãos.

- Então eu vou te ajudar a ficar com ele.

Seus olhos brilharam e ela abriu a boca, porém a voz no microfone fez todos ficarem quietos. Virei a cabeça, vendo a líder do Conselho estudantil no palco.

- Bom dia queridos colegas! Como vocês sabem, nossa queria escola faz todo ano o baile de inverno, que será em alguns meses. Para arrecadar fundos, nós do Conselho estudantil conversamos e decidimos mudar as coisas esse ano. Depois de avaliar a situação de todas as series da escola, decidimos escolher o segundo ano para participar dessa arrecadação. Vocês devem estar se perguntando: o que vamos ter que fazer? Bom, a resposta é bem simples. Iremos fazer dois eventos. O primeiro é em duas semanas, o nosso show de talentos! Todos as series podem participar, e agora mesmo está sendo colado cartazes por toda a escola! Agora o esperado segundo evento que a participação é totalmente exclusiva e obrigatória de vocês. Iremos fazer... Um teatro!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...