História Palavras de Areia - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Exibições 13
Palavras 911
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ecchi, Fantasia, Luta, Magia, Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Voltay.
Já fui.
Boa leitura -q

Capítulo 6 - Meu mundo


-Fala logo. -Diz o loiro, impaciente. a garota ri e joga pra ele, uma pequena corrente de prata, ele a olha ainda mais bravo.

-Esta me fazendo perder tempo pra isso!!??

-Deixa eu falar!

-anda logo! -A menina suspira.

-Pode colocar isso no meio do seu guarda roupa?.... totalmente reto. No outro dia, voce pode olhar? me ligue pra dizer o que aconteceu. -Ele a olha como se fosse louca, dando um suspiro e guardando a corrente no bolso de qualquer jeito.

-Nao tenho seu numero. -Dito isso, ela lhe joga um pequeno pedaço de papel enrolado numa fitinha vermelha.. Ele guarda o pedaço com ainda mais desinteresse. -Acabou?

-Sim. -Ela ri e sai andando, o loiro revira os olhos e faz o mesmo, indo na direção oposta..

-Chupa. -a garota diz baixinho olhando com deboche para um canto escuro do corredor, onde alguem a encarava com raiva. Ao chegar em casa, ela joga sua mochila em qualquer canto e retira os sapatos. -Estou em casa. -Ela suspira, provavelmente sua mãe nao a ouviu, subiu as escadas e passou pelos quartos, até chegar ao seu. Retirou a roupa e a guardou, colocando outra qualquer e se jogando na cama.

-....... Esta ficando cheio... -Ela toca na parede totalmente coberta por palavras grudada a sua cama, suspirando novamente e olhando para o teto, desligando a luz e ligando o ar.

~~~~~~~~~~~~~~

-Uau!!! -A azulada olhava para todos os ângulos possíveis do quarto da albina, a mesma apenas ria, uma das paredes estava completamente cheia de palavras, e na parede grudada a cama, um gigantesco "Write" em negrito. O resto do quarto estava normal e limpo, tirando o tubo de tinta que caiu e escorreu pra fora do quarto.

-Desorganizada.... -Tsuchi diz bocejando, Riko ri e se senta na cama, Marin começou a mecher em sua escrivaninha, a albina parecia nao se importar. -Bem, estou saindo, é quase hora do jantar.

-Então eu também vou, adorei seu quarto, Riko-san. -A azulada sorri e puxa o moreno pra fora do quarto, fechando a porta.

-....... -Ela suspira e levanta, pegando a caneta e começando a escrever no caderno em cima da escrivaninha.

"O leão estava desinteressado como sempre, o golfinho animado, deu pulos e mais pulos, curioso como sempre, procurou algo de interessante para ver."

-.... E então, a menina continuou sorrindo.... -Na hora do jantar, todos esperavam a comida calmamente, Riko observou os outros moradores, ela nao havia falado com eles antes. Observou uma albina de cabelos levemente acinzentados, ele era cheio e completamente cacheado, os cachos caiam em seus olhos, ela parecia nao se incomodar. tinha uma pequena borboleta cristalizada em seu cabelo, junto com algumas pequenas penas espalhadas pelos cachos. Tinha olhos cor de mel e lábios azulados, nao parecia batom. A outra tinha a pele em um vermelho um tanto desbotado, cabelos avermelhados e encaracolados que emanavam uma luz avermelhada, havia algo brilhante se movendo por ele, tinha olhos amarelos e lábios vermelhos como uma maçã. Marina parecia meio sonolenta, Tsuchi parecia impaciente, diferente dos outros. O velho homem então, saiu da cozinha com duas bandejas, pedindo assim, que todos pegassem seus respectivos pratos, apos toda a comida desaparecer e a fome de todos ser saciada, ele começou a falar.

-É hora de dormir. Nada de ir alem do corredor dos quarto. Podem visitar uns aos outros, mas sem barulho, ok?

-Certo! -Todos disseram em um uníssono, levantando e saindo calmamente da sala. O homem pediu que Riko permanecesse sentada, e então, sentou no banco a frente dela.

-...... Sim? -A garota olhou para o mesmo tirando uma mecha do cabelo.

-....... Então, você conseguiu lembrar de algo? -A menina nega. -Entendo, então, me diga, voce conseguiu criar alguma conversa com os outros?

-..... So com dois....

-Entendo.... Converse com eles para saber mais sobre cada um, ou pergunte para a Marina ou o Tsuchi.

-...... Certo.

-Voce quer alguma coisa? irei comprar o que quiser. -A garota toca o indicador nos lábios, indicando que estava pensando. -Você gosta de ler, nao? -Ela assente, continuando na mesma posição.

-...... Eu gostaria de um piano.

-Um piano? Certo. Nao force-se muito, certo? De tempo ao tempo.

-Esta bem.

-Voce pode ir agora, tenha uma boa noite.

-Obrigada. -Ela sorri e levanta, saindo da sala de jantar e atravessando o largo corredor escuro. Ouviu então, um miado. Olhou pra trás, e então viu um pequeno gato preto sorrindo. Ela não se assustou, apenas se aproximou e o acariciou. -O que faz aqui, pequenino?

-..... A pergunta é, o que você faz aqui, Alice? -O gato fala dando entonação ao "você". A menina tomou um leve susto, tirando a mao do mesmo imediatamente.

-..... Alice?

-É, oras. Você é Alice, o que faz fora de seu mundo?

-..... Meu mundo? -O gato sai correndo, a garota levanta e o segue, apressada pelos corredores, o gato a guiou ate seu quarto, entrando pela porta esquerda. A menina arqueia uma sobrancelha e abre a porta devagar. Nada, era apenas um guarda roupa comum. Suspirou e jogou-se na cama, fitando o teto. -...... Alice? -Levantou-se e pegou a caneta de pena, escrevendo numa das paredes.

"Quem é Alice? O que é Alice? O gato diz que estou no lugar errado? Então, como posso ir para o lugar certo? Talvez eu devesse imagina-lo? Que seja, o gato sumiu, a cadeira falou, o leão adormeceu e o golfinho tomou seu rumo pelo mar azul. A menina sozinha está, talvez ela devesse seus olhos fechar, nao?"

-...... -Largou a caneta e foi para sua cama, dormindo logo em seguida.


Notas Finais


Aloha!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...