História Palavras não ditas - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drabble, Originais, Poemas, Prisioneirodaspalavras, Reflexões
Visualizações 50
Palavras 283
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drabble

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Só um desabafo

Capítulo 1 - .prisioneiro das palavras - único


Fanfic / Fanfiction Palavras não ditas - Capítulo 1 - .prisioneiro das palavras - único

Palavras não ditas em momentos precisos me sufocam e me atrasam. Talvez não seja em momentos tão precisos assim, já que essas palavras são capazes de ferir alguém, mas são coisas que trancam em minha garganta, e para livrar-me delas, basta uma mínima provocação para que saiam automaticamente, e então, alivio-me e arrependo-me.

Palavras não ditas me trazem a sensação de estar engolindo coisas que enferrujam em meu estômago. Palavras que se perdem em meio à densas ondas de energia que afloram-se com a vontade imensa de libertá-las para que meio mundo possa ouvir.

Eu me tranco com palavras não ditas e elas amaldiçoam a minha mente. Eu guardo-as para mim na intenção de não cuspi-las em outro alguém, mas este outro alguém nem pensa antes de cuspi-las em mim.

Arrependo-me de não falar. Arrependo-me de falar. Mergulhando em um meio termo de palavras, eu recuo para os meus pensamentos onde tento provar para mim, que palavras que desejo ditar não são necessárias quando sei que podem, de alguma forma, prejudicar-me. Mas todos os dias sou bombardeada de palavras, palavras estas proferidas por pessoas que nem imaginam a dor que causa-me e aperta-me o peito.

Enquanto existir as palavras, eu serei como a lua escondida entre nuvens carregadas. Eu serei como ondas desaparecendo no imenso oceano de pensamentos. Eu serei como o vento carregado de frases maldosas.

As palavras ficam presas em mim, e quero tanto poder libertar-me delas, mas algo me diz que não é a hora. E nunca chega a hora.

Eu afundo em um acúmulo de palavras não ditas que me ferem a todo instante, e o meu maior desejo é poder jogá-las contra o vento, sem que para isso alguém precise se machucar.


Notas Finais


Não seja um prisioneiro das palavras.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...