História Palos Verdes - Alelps - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Wingsss

Postado
Categorias Alan Ferreira (EDGE), Christian Figueiredo, Felipe "Febatista" Batista, Felipe Z. "Felps", João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti, Rafael "CellBit" Lange
Personagens Alan Ferreira, Christian Figueiredo, Felipe "Febatista" Batista, Felps, João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Lucas "LubaTV", Lucas Olioti, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Tags Alelps, Borboletas, Cellnix, Chrisddy, Desejos, Jvtista, Melhor Amigo, Romance, Welluba
Visualizações 55
Palavras 342
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais uma agora com uma co-autora 💗

~ camzz

Capítulo 1 - Prólogo


"Palos Verdes"

Prólogo


O jardim estaria totalmente vazio, se não fosse pelo garoto entediado encostado na maior árvore encontrada ali, enquanto olhava as pequenas borboletas o rodeando.

Ele amava passar o tempo ali, por mais que só fizesse isso quando estivesse entediado, de alguma forma ele acreditava que as borboletas o acalmavam, ou faziam algo do gênero.

Tinham de várias cores, rosas, roxas, algumas que tinham mistos de cores, mas uma, apenas uma, chamou total atenção do garoto.

A borboleta tinha asas azuis, que pareciam brilhar já que estavam a favor do sol. O bater de asas era lento, no tempo da borboleta. E ele podia jurar que já tinha ouvido falar que era uma borboleta rara, com o nome apagado de sua mente.

A borboleta começou a se aproximar e Alan levantou seu dedo, para que esta pousasse ali, e assim ela fez. Porém, algo a assustou e logo voou. Alan se virou e encarou a figura loira ao seu lado, que pulava sem parar. Alan se levantou e passou a encarar o loiro que não parava de pular. O sorriso do loirinho se desfez, ao sentir seus cabelos serem bagunçados.

— Vai se foder, Alan! — bufou, arrumando seu cabelo e fazendo o mais alto rir.

— O quê está fazendo aqui, Cellbit? E por que desta animação? - O moreno perguntou, colocando as mãos no bolso de seu casaco.

— Nada não, apenas que meu amigo vai vir aqui hoje. - Sorriu, olhando para Alan.

— E porque está a me contar isso? - Alan perguntou, passando de forma rápida a mão em seus cabelos.

— Bom eu li no seu diário que está a procura de  um amor para sua vidinha e... - O loiro foi interrompido por Alan.

— Você leu o meu diário? - Perguntou de forma lenta enquanto olhava para o loiro.

— Isso não vem ao caso Alan, o caso é, Felipe é um ótimo partido para você. - Cellbit sorriu sapeca e Alan apenas revirou os olhos.

— Você é um amigo horrível Cellbit. - Alan olhou para o loiro com um sorriso de lado.

— Eu sei.


Notas Finais


Na vida sejamos o Cellbitos ;3;

Eh isso
Prólogo eh sempre curto

Beijins


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...