História Pandrid - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Fifth Harmony, Jared Padalecki, Jensen Ackles, Misha Collins, One Direction, The Vamps, Zac Efron
Personagens Ashton Irwin, Bradley Simpson, Calum Hood, Connor Ball, Harry Styles, James McVey, Josh Devine, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luke Hemmings, Michael Clifford, Niall Horan, Personagens Originais, Tristan Evans, Zac Efron, Zayn Malik
Tags Babyniall, Cashton, Daddy, Híbrido, Jozianourry, Larry, Lashton, Lilo, Muke, Narry, Niam, Nosh, Nouis, Nourry, Punishment, Spanking, Zarry, Ziall, Ziam, Zianourry, Zosh, Zouis
Exibições 176
Palavras 1.990
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Cheguei, chegando. Oi?

Olá meus babes, tudo bem? Sorry please, pelo drama do cap passado, mas eu precisava saber (sou dramática? Sim!

Mas não desistam de mim please kkkk.)

Agora assuntinho sério:

Fiquei tão animada ao percebe que tem gente nova, gente bem no começo da fic e até gente dês da minha primeira fic <3 vocês são uns amores. Agradeço a quem comentou, amei todos os comentários, amo responde-los <3 a quem favorito, seja bem vindo, aperto o cinto que essa viaje é longa e cheia de turbulência, mas puro amor.
Nesse cap um momento dedicado a Charlie e nosso babe panda, com uma pitada de olhos azuis e um uma sobremesa bem... Intensa?

Chega de papo, vamos deixar isso para o final. Boa leitura <3

Capítulo 17 - Sushi


Fanfic / Fanfiction Pandrid - Capítulo 17 - Sushi

                As horas passavam lenta para a infelicidade dos alunos, e até mesmo professores que não aguentava mais aturar alunos rebeldes e mimados, mas faltavam pouco, apenas cinco minutinhos. Cinco minutos que parecia multiplicar para mais e mais minutos.

                Niall encarava a professora, e quem o visse pensava que o menino estava focado na matéria, mas o panda estava pensando em duas pessoas, Liam e Zayn.

Achava engraçada a forma que Liam era, parecia uma criança curiosa, como Niall, mas Liam tinha um olhar protetor e cuidadoso, e isso ele provou ser quando levou Niall para o refeitório e o fez comer frutas, legumes e salada. Niall até perguntou se Liam era na verdade Luke disfarçado.

                Luke. O panda estava preocupado com Luke, não havia o visto dês da noite anterior, e Niall não estava gostando disso. Sentia falta do maior, e por isso chegou a conclusão que iria o procurar depois das aulas.

                E também havia o moreno, Zayn. O menor já sentia seu corpo se arrepia, só de lembrar-se do moreno, e nem sabia o porquê.

– Eu não aguento mais! – Niall saiu da sua pequena mente cheia de confusões, para encarar Charlie que resmungava baixo e impaciente. – Ela já explicou isso na semana passada – Charlie revirou os olhos verificando pela nona vez o horário no grande relógio preso no meio da sala.

– Já está acabando, falta pouco. – o panda sorriu para o amigo voltando a encarar a professora que agora rabiscava algumas formas na lousa.

– Faltavam pouco á anos atrás também. – resmungou formando um pequeno bico nos lábios – Eu preciso de férias! – Niall riu vendo a reação do amigo. Na opinião do loiro, Charlie estava sendo um grande mimado e dramático, já que em sua humilde opinião, ir a escola não era tão ruim assim.

– O que vai fazer depois da aula que precisa de tanta presa? – perguntou Niall butucando a mesa com os dedos.

– Comer, obvio. – respondeu Charlie encarando os dedos do loiro que batucava a mesa – Vai ter sushi, e eu amo sushi. Isso é irritante.

– Eca, peixe cru – resmungou mostrando a língua para fora. – O que é irritante?

– Você não gosta de sushi? Credo Ni, acabei de desamar você – Charlie cruzou os braços emburrado – E isso é irritante – apontou para os dedos do amigo fazendo o mesmo encolher os dedos parando com o barulho.

– Eu nunca comi, para falar a verdade – o panda jogou a cabeça para o lado tentando se lembrar de alguma ocasião que havia comido a comida japonesa, mas nada venho em sua mente.

– Então como é que não gosta se nunca comeu? – o outro se prepara para responder, mas Charlie o corta – Não me interessa, você ira comigo depois da aula.

– Não posso, tenho que procurar Luke.

– Mas tarde você o procura. Você vai comer sushi – Charlie se virou para frente ignorando o chamado do loiro.

 

---

– Ah Charlie! – a voz do pequeno panda saiu em forma de gemido. Niall estava bravo com o seu amigo, já que o mesmo estava o obrigando a ir comer sushi, e nem era pelo motivo de comer peixe cru, e sim porque o pequeno preferia procurar por Luke, mas Charlie praticamente o arrastou para um restaurante, sem mesmo dar chance ao outro avisar á Luke, ou um dos outros meninos.

– Não seja um chorão Ni – revirou os olhos enquanto empurrava Niall para se sentar em uma das variáveis mesas do restaurante – Você come, e se não gostar, ok!

– Sabia que é feio obrigar as pessoas a fazer o que não quer? – Niall perguntou fuzilando Charlie.

– É? Então irei denunciar os professores com o excesso de trabalho.

– Bobo – resmungou mostrando a língua. – Pede logo esse peixe cru, para eu experimentar e ir procurar logo o Luke.

– Está bem, já volto.

                Enquanto Charlie saiu para fazer o pedido, Niall aproveitou o momento para olhar ao redor. O restaurante era bem a moderno, com várias luzes vermelhas e brancas, e algumas palavras escritas em japonês, mas a atenção do menor estava vidrado nas luzes azuis em sua frente, essas que brilhavam em sua direção, acompanhadas com um pequeno sorriso malicioso. Um sorriso que Niall conhecia muito bem.

                Louis sorriu mais quando percebeu o pequeno lhe encarando, sibilou um olá sem emitir som algum. Niall sorriu para garoto um pouco mais alto que si, balançando a mão de um lado para o outro enquanto dizia um alto oi, chamando a atenção de algumas pessoas, e fazendo Tomlinson ri baixo.

                Niall estava pronto para se levantar e ir até Louis, quando Charlie sentou em sua frente carregando um barco pequeno com todo cuidado para não derrubar. O panda encarou o amigo franzindo a testa, mas voltou a encarar onde Louis estavam não o encontrando á lugar nenhum.

– Eu trouxe todos os tipos, mas se você não gostar tudo bem. Irei comer tudo com o maior prazer – Charlie sorriu, seus olhos brilhavam encarando o sushis em sua frente.

– O que? – os olhos azuis do loiro ainda procurar por Louis, mas logo foi direcionado ao Charlie quando o mesmo soltou um gemido de prazer pelo gosto do sushi em suas bocas. Charlie era ágil com os palitinhos em suas mãos, enquanto o panda não sabia nem como segurar os hashis.

– Não é assim – riu vendo o amigo se matando para manter os palitos entre seus dedos – Deixa eu te ajudar, olha o palitinho de baixo, passa entre o polegar e o indicador e se apoia no dedo anelar – Niall encarava a forma que o amigo fazia, tentando o imitar, mas sua vontade mesmo era de pega os sushis com as próprias mãos – Agora com os dedos indicador, médio e polegar, segure o palitinho de cima, é mais ou menos como segurar uma caneta, viu não é tão difícil.

– Um garfo seria melhor – mordeu a ponta da língua tentando segurar o sushi com os sashis, e levando na boca. Niall cheirou sushi, respirou fundo e com Charlie o encarando com esperança, abocanhou com calma o pedaço de sushi, o mantendo em sua boca sentindo o gosto.

– E ai, e ai? – Charlie pulava no banco em pura animação. Sushi dês de pequeno é a sua comida favorita, se pudesse comeria todos os dias.

– Er... Estranho? Diferente? – sua cabeça tombou para o lado, terminando de saborear o pedaço de sushi, e se decidindo se gostará ou não do seu sabor. – É... Acho que gostei.

– Eu sabia! – o pequeno Charlie gritou ganhando olhares feios de uma garçonete, fazendo o mesmo se encolher acanhado.

                Ambos os garotos se encararam, e não demorou muito para atacarem o sushis, tendo uma pequena competição para quem comer mais, e obvio que Charlie ganhará, mas isso porque toda hora o panda derrubava os sashis.

                Mas agora Niall iria focar em procurar Luke, mesmo Charlie querendo comer sorvete, o menos ignorou o amigo e seguiu rumo à mansão, com o outro ao seu lado resmungando que queria sorvete.

                Já havia perdido o ônibus que o levariam para a mansão, mas por sorte havia um ponto de taxi perto da escola, e com o dinheiro do sorvete, Charlie seria obrigado pelo panda a pagar o taxista.

                O caminho do restaurante – que por sorte era em frente da escola – foi rápida, mas deu tempo de Niall conhecer um pouco sobre Charlie, e até mesmo sobre a mansão. O menor descobriu que Charlie era o mais novo da mansão e era sempre mimado pelos maiores que sempre o enchia de presentes, e Niall até o perguntou o motivo dele ser menor de idade a qual as regras da mansão pediam, mas mesmo assim morava nela, o que não foi respondido já que Charlie apenas voltou a reclamar sobre o sorvete que ainda tinha o desejo de saborear.

– Fim da linha, meninos – o carro parou fazendo finalmente Charlie fica quieto e encarar ao redor percebendo a mansão logo à frente. Revirou seu bolso e jogou uma quantia grande na mão do taxista antes de sair do carro sendo acompanhado pelo loiro. – Ei, o troco?

– Pode ficar – Charlie deu de ombros segurando a mão de Niall – Vamos, vou obrigar o Troye a me dá sorvete.

– Não Charlie, eu irei procurar por Luke – o loirinho soltou da mãos do amigo o vendo fazer um pequeno bicos nos lábios – Na próxima eu tomo, prometo de dedinho – esticou seu pequeno dedo na direção de Charlie que sorriu mordendo de leve o dedo de Niall antes de sair correndo dando pequenas gargalhadas sendo seguido por Niall vermelho e bravo – Volta aqui seu cachorrin...

– Niall! – Charlie parou rapidamente de correr quando a porta de entrada da mansão abriu com força, e logo em seguida Niall também foi parado, mas por causa da trombada que levou com Charlie – Onde você estava? – Luke apareceu no campo de visão dos dois menores, seu semblante em uma mistura de irritado e preocupado.

– E-eu fui com o Charlie... – engolindo em seco, a voz do loirinho saia tremida enquanto via Luke se aproximar devagarinho. –  Com-comer sushi.

– E porque não avisou? Eu deixo você um tempo sozinho e você some? – Luke observou os dois garotos se encolherem em sua frente e Niall ameaçar a chorar, mas isso não iria fazê-los escapar das broncas, pelo menos não Niall. – Connor e Bradley quase tiveram um treco... E eu quase os matei – sussurrou a ultima parte se sentindo culpado pelos xingamentos e ameaças que fez para os outros dois quando percebeu que Niall havia sumido, deixando uma nota em sua memoria para pedi desculpa para Bradley e Connor, até porque Luke era responsável por Niall, e ele sabia muito bem que quando o panda queria algo, ele faria mesmo debaixo do seu nariz.

– Senhor Hemmings, a culpa foi minha – confessou Charlie, sentindo a culpa cair sobre seus ombros – Eu obriguei o Niall a ir comer sushi comigo, me desculpe. – sua mão procurou pela mão do loirinho que fungava ao seu lado, deixando um pequeno aperto de conforto quando conseguiu encontra-la.

– Droga – resmungou o mais velho segurando no queixo de Charlie que encarava fixamente o chão – Tudo bem, eu só fiquei preocupado com Niall, ele é meu babe, se eu o perco não sei o que será de mim – sua mão livre acariciou as bochechas gordas de Charlie que sorriu compreendendo o maior – Na próxima, avise ok? – ditou serio vendo os dois garotos concordarem com a cabeça, Niall ainda encarando o chão deixando algumas lagrimas caírem na grama.

                Charlie entendeu pelo olhar de Luke que Niall e o mais velhos precisavam conversar a sós, deixou um beijo estralado nas bochechas vermelhas do panda e com um sorriso de despedida para Luke, saiu correndo para dentro da mansão.

– Babe, olhe para mim? – pediu acariciando as bochechas vermelhas suaves. Sorriu pequeno vendo os olhos azuis cheio de lágrimas – Me desculpe por ter perdido a cabeça, eu fiquei preocupado... – Niall encarava Luke querendo o abraçar e ao mesmo tempo o dar uns tapas pelo sumiço.

– P-or que você sumiu? – a voz do menor saiu fina e entrecortada – Eu fiquei com saudades.

– Eu estava resolvendo uns assuntos anjo – Luke abraçou a cintura do menor o trazendo para perto, uma de suas mãos na cintura e a outra nas orelhinhas do pequeno panda. Niall relaxou sobre as acaricia do maior.

– Mas nem me deu bom dia – Niall gemeu suspirando fundo, aproveitando para apreciar o cheiro do maior.

– Eram assuntos importante pequeno, mas amanha prometo tomar café da manhã e passa o dia todo com você.

– De dedinho? – ergueu o dedo na frente de Luke que não excitou em junta o seu dedo como sempre fazia.

– De dedinho. – sorriu afastando do menor.

                Niall encarou Luke, se aproximou novamente e ficando nas pontas dos pés, selou seus lábios com o do mais velho. Luke queria se afastar, dizer que não podia, mas não conseguiu. Estava viciado pelos lábios do seu pandinha.

                Era um momento só deles, e seria por mais alguns segundos, aquele selar de lábios que uma voz rouca não o fizessem acorda e se afastaram assustados.

– Eu sabia!


Notas Finais


E ai quem será a voz misteriosa? Liam? Bradley? Minha? Sua? Deixa suas aposta, o vencedor ganha um mês de brigadeiro! (não levem a sério, nem para mim tenho :( mas mesmo assim deixe suas opiniões de quem seja :D )

Espero que gostem, deixem seus comentário, se tiverem duvidas fiquem a vontade. Bjos e até a próxima.

PS: Alguns erros ortográficos irão ser arrumados em breves.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...