História Papai - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Bobby Singer, Castiel, Crowley, Dean Winchester, Ruby, Sam Winchester
Tags Ação, Drama, Misterios, Revelaçoes, Romance, Supernatural, Suspense
Exibições 20
Palavras 673
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 24 - Reencontro Part l


Fanfic / Fanfiction Papai - Capítulo 24 - Reencontro Part l

Ruby On 

Meu deus que dia serio estamos encerrando o ultimo livro que a editora publicará esse mês mais não paramos um minuto ser quer no começo corremos de um lado para outro pra ver ser estava tudo certo com a historia e as ilustrações e agora no final aqui estamos correndo para ver qual capa ficaria perfeita para o livro ser a historia esta ok ser as ilustrações estão de acordo com o capitulo e ser a capa representara o livro da forma que queremos no final de tudo fazemos a mesma coisa que fizemos quando começamos a escrever o livro.

Por mais que eu ame literatura a adore o meu trabalho as vezes cansa demais principalmente quando ser tem dois filhos a qual tenho que da toda atenção e carinho quando ser chegar em casa e falando em filhos tá quase na hora de pega o Enzo o treino de futebol esse ano o tornei entre as escolas vão começa e ele vai competir junto com a turma dele.

Então todos os dias das três as cinco da tarde ele esta treinando não ginásio central que foi liberado para a escola.

-Carla eu já vou indo qualquer coisa é só mim ligar – digo a minha secretaria

-Tudo bem Ruby já tá quase tudo resolvido só falta marca o dia e a hora o lançamento.

-Tudo bem então amanha eu mim reúno com o pessoal e nos decidimos qual dia será mais adequado para o lançamento.

-Tudo bem vou entra em contato com eles e marca a reunião para amanha as oito tudo bem pra você – perguntou

-Por mim tudo bem agora eu preciso ir por que tenho que pegar o Lorenzo no treino de futebol – disse

-Tudo bem ate amanha então

-Ate

Digo nisso sai da empresa indo em direção ao ginásio em menos que vinte minutos eu chego.

Mais quando eu então as crianças ainda estão jogando.

-Ruby tudo bem – pergunta Jorge o treinado do Enzo

-Sim tá só acho que cheguei cedo demais – digo olhando o Enzo que acabou de fazer um gol mim fazendo sorrir

-Ele e muito bom – disse Jorge       

-Sim ele é mais eu não sou a pessoa adequada pra dizer isso – digo

-Claro ate por que mesmo que ele fosse péssimo você acharia ele o melhor jogado não

-Com certeza ele sempre será o melhor para mim, o treino ainda vai demora muito  – pergunto

-Então eu acho melhor você e toma um café na cafeteria ai em frete por que nos ainda vamos demora um pouquinho – disse

-Tudo bem fala por Enzo que espero ele na cafeteria – digo

-Pode deixa 

Sai em direção a cafeteria

-Oi a poderia mim trazer um cappuccino – pergunto

-Claro espera só um pouquinho que daqui a pouco eu deixo em sua mesa

-Tudo bem

Sigo em direção a uma mesa um pouco longe das demais e em poucos minutos a moça vem ate mim com o cappuccino.

-Obrigada – digo

Logo após ela sai mim perco em meus pensamentos e impressionante como um tempo passa rápido ate parece que foi ontem eu peguei  o Enzo nos meus braços pera primeira vez os anos passara voando e meus bebes dentro de pouco meses estão fazendo oito anos e uma hora ou outra eu vou ter que fala com eles a respeito do pai deles e isso e o que mim preocupa.

-A senhora deseja mais alguma coisa – pergunta a atendente

-Não obrigada – digo vendo ela assentir e ser retira logo do um gole no meu cappuccino tentando esquecer que mais cedo ou tarde eu vou ter que fala com o Enzo e a Hope sobre o pai deles.

-Ruby

Estremeço ao ouvir essa vos não poder ser não poder ser ele

Mim viro lentamente e paraliso ao ver que é o dono daquela voz e minha suspeitas se confirmam ao olha para aqueles olhos os olhos que eu tanto vejo toda ver que olho para os meus filhos é ele o dono dos meus sonos e também dos meus pesadelos

-Sammy – sussurro          



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...