História Papai k idol - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, GRAY, Jay Park, LOCO, Simon D.
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, GRAY, Jay Park, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, LOCO, Personagens Originais, Rap Monster, Seungri, Simon Dominic, Suga, T.O.P, Taeyang, V
Tags Papai K Idol
Exibições 106
Palavras 651
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Slash, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Minha semana de provas tá acabando....AMÉM JESUS!!! EU OUVI UM ALELUIA?
E isso significa que vão vir capítulos mais frequentes.

Capítulo 7 - Noite Com Ele


P.O.V  Emilly


Eu abri a porta e vi um quarto ENORME, todo branco com uma cama de casal, um closet, um criado mudo e um banheiro bem grande, se eu amei? CLARO!

Eu virei para o Jay e o abracei.

- OBRIGADAAA!!! - Ele me segurou e me abraçou.

- Que bom que gostou, ele está todo branco pra você poder decidir como vai decorar, mas agora você precisa descansar mocinha.

- Já vi que você vai ser um pai bem coruja hahaha.

- Vou ser mesmo, vou cuidar de você como um bebezinho pra compensar o tempo perdido.

Ele pegou minha cabeça e deu um beijo.

- Eu vou tomar banho e vou assistir um filme, se quiser pode descer.

- Claro pa...Quer dizer Jay.

- Ahh quase me chama de pai, quase!

- Hehe eu ainda vou te chamar de pai, eu acho.

- Tudo bem, eu espero. Afinal eu esperei 14 anos, não é ? - Ele disse enquanto entrava no seu quarto.

Eu entrei no meu quarto e me dirigi ao banheiro, enchi a banheira (sim banheira, que agora eu não sou fraca kk), tirei minha roupa e entrei. Senti a água quentinha relaxar meu corpo do cansaço do dia.

Quando acabei o banho coloquei um pijama roxo com estampa de vaquinhas, sim é bem infantil, e sim eu sou infantil.

Desci para a sala e dei uma sambadinha na escada, quase cai mas tudo bem. E quando cheguei ao final da escada eu vi o Jay no sofá com alguns filmes.

- AAAAAAAAAAAA !!! - Gritei perto dele, foi muito engraçado hahaaha ele derrubou os filmes tudo no chão e me olhou com a mão no peito com cara de assustado.

- Cê é doida menina?! Eu quase morri!

- HAHAHHAHAHAHA VOCÊ TINHA QUE VER A SUA CARA!!- Sim eu estava morrendo de rir, tanto que me joguei no sofá.

- Hahaha engraçadinha.- Ele falou sendo irônico.

- Vem me ajuda à escolher um filme.

Me sentei ao seu lado e vi os filmes.

- Vamos assistir esse ! - Digo animada apontando para o filme os mercenários 2 (n/a : eu amo essw filme ).

- Esse, mas não é muito violento pra você ? 

- Jay eu tenho 14 anos e já assisti filmes bem mais violentos que este.

- Tudo bem. Coloca o filme que eu vou fazer pipoca, gosta com manteiga? É meu tipo preferido.

- Sério?! Eu amo pipoca com manteiga.

Ele foi pra cozinha e eu coloquei o filme, e rapidinho o Jay chegou com a pipoca, ele colocou as duas tigelas na mesa de centro e ficou me olhando.

- Por que está me olhamdo assim?

- É que não é todo dia que eu vejo uma pessoa com um pijama de vaca na sala de casa hahahahaha.

E ele ficou rindo da minha cara, oxe meu pijama é fofo.

- Meu pijama é fofo e para de rir de mim! - Fiz um bico e inflei as bochechas...as vezes eu faço coisas infantis sem nem perceber.

- Ahh a Hoody tem razão, você é uma fofa. - Ele apertou minhas bochechas.

- Paraaaa minhas bochechas doem, vamos ver o filme.

Sentamos no sofá, Jay de um lado do sofá e eu do outro. FIcamos comendo aquela pipoca deliciosa enquanto assistiamos o filme, que eu via empolgada, até que o sono me pegou e eu dormi no sofá.

Quando acordei, percebi que o Jay me levava no colo subindo as eacadas, eu me mechi para sair de seus braços.

- Shiih, volte a dormir filha, eu te ponho na cama.

Chegamos ao meu quarto e ele me colocou na cama, me cobriu e me deu um beijo na testa e disse uma frase que nunca havia ouvido direcionada a mim:

- Boa noite minha filha.

- Boa noite pai. - Sim eu o chamei de pai, não sei por que, porque, hoje mesmo eu disse que não o chamaria assim tão cedo,  foi um impulso. Mas eu sinto que ele vai ser um ótimo pai , se continuar assim.

Tenho que descansar, amanhã vou sair com minha tia.










Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...