História Paper Heart - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Drama, Jikook, Namjin, Taejin, Yaoi, Yoonseok
Exibições 33
Palavras 1.092
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


E depois de um ano eu voltei.
CALMEM NÃO ME MATEM ;W;
Esse mês eu tava cheia de trabalhos e provas e não consegui postar.
Talvez amanhã eu poste outro capitulo.
Perdoa meus erros e não desiste de mim ;w;

Capítulo 7 - Por quê eu não lembro?


Fanfic / Fanfiction Paper Heart - Capítulo 7 - Por quê eu não lembro?

P.O.V Jin

 

 Depois de tudo o que ocorreu ontem, não estou com nenhuma vontade de sair de casa, na verdade é uma casa temporária, já que não irei ficar em Daegu por muito tempo. Hoje foi um dia agitado, tive que arrumar um lugar para ficar em vinte e quatro horas. Hoseok e Yoongi insistiram para que eu ficasse em sua casa até eu encontrar onde ficar, mas eu recusei dizendo que seria muito incômodo de minha parte e que a senhorita Min precisava de descanso.

 As coisas aconteceram muito rápido, uma hora eu estava apenas vagando pelas ruas da cidade a procura da residência dos meus amigos e na outra estava reencontrando o meu ex da pior forma possível.

 

 

Flashback on:

 

 

 Tenho que achar a casa dos Min rápido, já está escurecendo. Começo a andar seguindo as placas que indicavam onde eu deveria ir. Paro de andar quando escuto vozes vindo de um beco. Me direciono para o local e me escondo atrás de algumas caixas que o lugar possuía.

- Desistiu de pedir socorro ou perdeu a voz de tanto apanhar? – Uma voz rouca se pronúncia.

 Escuto sons de choro e isso foi o suficiente para fazer eu sair de trás das caixas e ir para cima da pessoa. Sem nem pensar duas vezes avanço no agressor e desfiro um soco em seu rosto fazendo o mesmo cair no chão.

- Que merda! O que pensa que está...

- Nammie?

- Jin?

- O que aconteceu com você? Porque está fazendo isso? –  Abaixo meu olhar para onde estava o garoto já inconsciente. – Hoseok... Como você pode? Não me diga que é por causa daquilo! – Namjoon suspira e se levanta.

- Jin deixe eu me explicar...

- Independente de qual seja o motivo, isso não faz com que tenha o direito de machucar alguém pelas merdas que você faz.

- Por quê todos defendem ele? É culpa dele não estarmos juntos! Podíamos estar em um relacionamento até hoje, mas não, tinha que aparecer Jung Hoseok e a merda da sua família com a maldita empresa. – Seu semblante estava sério e sua voz rouca.

- Então realmente é por causa disso. Saiba que não tem motivos nenhum para o culpar, a decisão foi minha e não dele. – Respondo seco, pego o corpo do meu primo e o arrumo em minhas costas para carregá-lo. O mesmo estava cheio de machucados pelo corpo e alguns sangravam, seu rosto não sofreu muitos danos. O platinado observava tudo o que eu fazia em silêncio, até perceber que eu iria embora.

- Onde pensa que vai?

- Não ti devo satisfações.

- Jin, por favor entenda o meu lado. Eu estive esse tempo todo pensando em você. Esperando o dia em que talvez voltasse e ficássemos juntos novamente. E agora aqui está você, na minha frente. Me desculpe pelo o que fiz, mas não me arrependo nem um pouco.

- Saia daqui! – Me exalto e acabo falando alto demais. – Eu não quero mais ver o seu rosto. – Não apareça mais na minha frente. – Lágrimas já percorriam o meu rosto. – E fique longe do Hoseok. – Minha voz sai meio embargada, mas mesmo assim continuo firme.

- Tudo bem... Mas não lhe prometo nada. – Fala dando de ombros. – Eu ainda amo você. – Diz e sua figura some na escuridão da noite.

 Tento ignorar suas últimas palavras e pego a mochila do mais novo com cuidado para que ele não caísse das minhas costas, só então notei que seu celular estava no chão. – Me abaixei um pouco e peguei o aparelho já o desbloqueando. Felizmente não tem senha. Entro na lista de contatos e começo a procurar o número de Yoongi. - Achei! – A chamada é atendida no mesmo instante em que liguei.

 

- Alô? Hoseok onde você está? Por quê não me deu notícias? – O loiro perguntou tudo de uma vez quase se embolando em suas palavras.

 

- É o Jin. Me passe o endereço da sua casa, é importante. – Peço desesperado.

 

- O quê aconteceu? Por quê está com o celular dele? – Noto a preocupação em sua voz.

 

- Só me passa logo o endereço. – Respondo direto.

 

- (Endereço). Espera Jin, o Hoseok está aí? Deixe eu falar com ele. Jin? – Encerro a chamada e coloco o aparelho em um dos meus bolsos da calça jeans que eu usava. Arrumo o Hoseok em minhas costas e começo a andar para o endereço que foi me dado. Apesar de eu não me lembrar direito dos lugares, estou até que me virando bem.

- Jin hyung! – Escuto alguém me chamar e me viro a procura do dono da voz que havia me chamado. – Você voltou! – Disse um garoto que aparentava estar em seus dezesseis anos, seus olhos eram castanhos, assim como o seus cabelos. O mesmo se aproximou sorrindo, mas logo o desmancha assim que percebe a situação do Hoseok.

- Oh, meu deus! O que houve com ele, hyung? Me deixe ajudar a carregá-lo. – Oferece sua ajuda.

- Não precisa, só pegue a mochila. – Entrego a mochila.

- Está bem. – Responde e pega a mochila. – Jin hyung o que aconteceu com ele? – Se refere a Hoseok.

- Desculpe, mas... Eu ti conheço? – Por mais que eu tente não consigo lembrar. A expressão do garoto um pouco mais alto que eu, mudou para uma triste no mesmo momento em que perguntei.

- Você não se lembra de mim? – Percebi a tristeza em sua voz. – Sou Kim Taehyung, amigo do Hoseok hyung e Yoongi hyung.  E nos conhecemos em...

- Jin hyung? Onde estamos? – O menor que antes estava inconsciente se pronúncia. – Tae? Cadê o Namjoon?

- Estamos indo para a casa do Yoongi. Não se preocupe com o Namjoon, acho que ele vai demorar para aparecer de novo.

- O Tae já estava com você? Eu não lembro direito o que houve.

- Encontrei o Jin hyung enquanto caminhava. – Força um sorriso.

- Entendo.

 Já estamos chegando, é aquela casa. – Hoseok aponta  para uma casa amarela de dois andares.

 

 

Flashback off

 

 Por mais que eu tente, não consigo me lembrar deste garoto. Talvez estudássemos na mesma escola, não, ele é muito mais novo que eu. Até mesmo o Yoongi perguntou se eu lembrava do mesmo. Pela a forma que o castanho se aproximou aquele dia, nós devíamos ser bem próximos, mas então por que eu não lembro? Eu tenho a sensação que já conhecia aquele rosto. Kim Taehyung... Espera, esse nome me é familiar, porque não percebi isso antes?

 Parece que eu ti magoei de novo, não é mesmo? Taetae...

 

 

 


Notas Finais


Agora vou escrever o próximo capítulo antes que me matem ;w;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...