História Paper Planes - Capítulo 8


Escrita por: ~

Exibições 3
Palavras 1.467
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Boa leitura :3

Capítulo 8 - The Evil Guy


No final, o dia foi melhor do que eles esperavam...talvez porque não estivessem se importado com os comentários alheios. Apenas uma coisa ainda intrigava Lizzie: Por que Sean havia tido aquela reação quando Hannah falou sobre Luke, um amigo dele?
Eles tinham aula de espanhol juntos, então, resolveu perguntar. Eles se sentaram no fundo da sala, então, foi fácil conversar.
- Hunter. - Ela chamou o jogador.
- Oi Lizzie - Ele sorriu.
- Por que você fez aquilo aquela hora? - Sean não entendeu nada.
- O que? Que hora? - Perguntou, confuso.
- Hoje, na enfermaria...Quando a Hannah falou do Luke...
- Ah...- Ele lembrou do que Luke havia dito mais cedo - Nada...Problemas com o time...Só isso!
- Eu não sou tonta, Sean. Eu sei que não é isso.
- ...Aquele cara é um idiota, Liz...- Lizzie se assustou com o comentário vindo de Sean.
- O que ele fez? - Ela encarou o garoto.
-...Ele disse que vai terminar com a Hannah só porque ela vai "perder a popularidade" depois disso tudo! - A morena arregalou os olhos - Ela não merece isso...E o pior de tudo é que quando ele fizer isso ela vai sofrer...Ela foi traída pela melhor amiga e agora, vai ser abandonada palo namorado!
- Sean...você sabe quando ele vai fazer isso?
- Acho que hoje à noite...Eles vão jantar no Cherry's.
- Ele vai levar ela em um restaurante cinco estrelas pra terminar? - Lizzie não conseguia acreditar no que estava ouvindo.
- Ele não...Normalmente quem banca tudo é ela. E eu sei disso porque ele vivia falando que a "tonta da namorada" ia pagar tudo de novo e ele não ia ter que gastar um centavo. Ele sempre fez isso.
- A gente vai nesse restaurante! - Exclamou Lizzie
- Fazer oque? A Hannah vai perceber que tem alguma coisa errada se ela ver a gente lá.
- Ela não vai ver a gente lá, Sean - O sinal tocou - Vem, nós precisamos achar o Joey e o Colin...Depois eu explico.
Lizzie mandou uma mensagem para Colin dizendo para ir até a enfermaria, e ela e Sean foram para lá, sabendo que Joey estaria no lugar.
- Joey! - Eles entraram na sala. - Precisamos de você. - Nisso, Colin também chegou.
- O que aconteceu? - Disse ele, entrando na enfermaria
- O Luke vai terminar com a patricinha, e ela vai ficar arrasada. - Lizzie começou a explicar - Nós temos que ajudar ela...Nós precisamos uns dos outros, lembram? - Todos concordaram
- Mas como nós vamos fazer isso? - Joey perguntou.
- Nós vamos no Cherry's! - Lizzie respondeu - Ele vai terminar com ela lá, e nós vamos estar lá para detonar ele quando ele achar que vai detonar ela. O problema, como o Sean disse, é que se ela ver a gente lá, vai perceber que tem algum problema.
- E o que nós vamos fazer então? - Colin encarou ela.
- Nós vamos nos disfarçar.
- Tipo a Hannah Montana? - Perguntou Sean, fazendo os amigos encararem ele - O que? Eu gosto...
- É Sean...- A morena continuou - Nós vamos nos disfarçar, entrar lá, e vamos ser DISCRETOS até a hora de atacar ele!
- Como assim "atacar"? - Joey perguntou.
Lizzie explicou o resto do plano e todos toparam, então, foram resolver as coisas para a noite.
-----xxx-----
Hannah estava pronta para seu encontro. Ela usava um vestido vermelho longo, justo e brilhante. Ele tinha alças finas e um decote em formato de coração. Nos pés, ela usava um salto vermelho. O cabelo estava quase todo solto, mas os lados estavam presos, formando uma coroa. Ela usava um colar de diamantes, combinando com os brincos, e sua pulseira da sorte. Ela estava bem. Estava feliz consigo mesma. Recebeu uma mensagem de Luke: "Cadê você? Não quero  esperar!" Ela suspirou e foi.
-----xxx-----
Lizzie, Joey, Sean e Colin já estavam no restaurante. Lizzie usava um vestido laranja bufante e uma peruca platinada; Joey, um terno amarelo, uma gravata roxa e uma cartola; Sean, um terno azul com babados, uma gravata borboleta e um monóculo; e Colin, um terno verde e uma peruca ruiva.
- Nós estamos ridículos...- Sean reclamava
- Eu disse que podia comprar disfarces melhores, mas "nããããão, vamos pegar as roupas do clube de teatro da escola", né, JOEY? - Os dois encararam o outro garoto, que apenas revirou os olhos.
- Será que as menininhas podem parar de reclamar das roupas e prestar atenção no verdadeiro motivo de estarmos aqui? - Lizzie estava cansada daquela reclamação dos garotos. - Olha, eles estão vindo, disfarcem!
Nisso, Hannah entrou no restaurante acompanhada de um cara alto, forte, e com cabelos e olhos castanhos. Eles se sentaram na mesa, fizeram seus pedidos e começaram a conversar. Na verdade, antes que Hannah pudesse dizer qualquer coisa, Luke disse:
- Eu estou terminando com você!
Hannah não acreditava no que tinha acabado de ouvir.
-...O que? - Ela se segurava para não chorar
- Gente, agora. - Lizzie se levantou e foi até a mesa do ex-casal, seguida por Joey, Colin e Sean - Com licença, senhor Luke Quincy? - Ela imitava um sotaque britânico, porém, Hannah logo percebeu que eram os amigos.
- Você está preso! - Colin fingia ser irlandês - Está preso por quebrar o coração de uma garota tão boa quanto ela - Ele apontou para a loira e voltou para sua voz normal. - No momento em que ela mais precisava de você.
- A Hannah não merece isso. Ela é uma pessoa incrível, e não deveria estar com um idiota como você! - Joey disse, olhando para Hannah e Luke.
Luke olhou para eles e reconheceu Sean.
- HUNTER! Por que você está no meio dessa gente?
- Por que? Porque eles são meus amigos, Luke! Meus amigos DE VERDADE. Diferente de você, otário!
- ...Do que você me chamou, Sean? REPETE! - Disse Luke se levantando e encarando Sean com uma cara de mau.
- Com prazer - Sean respondeu - OTÁRIO! Porque é isso que você é. Um otário. Um imbecil. Não passa de um babaca metido a besta!
Luke partiu pra cima do "amigo". Socos, chutes...Luke fez um corte na boca de Sean, que se levantou e encarou o outro.
- Isso é pela loirinha! - Então, Sean deu um soco tão forte em Luke, que o moreno foi parar em cima do carrinho de sobremesas, então, Sean saiu. Nisso, os seguranças chegaram, mas como a briga ja havia acabado, foram pegar as sobremesas destruídas. Hannah entregou um cheque à dona do restaurante e pediu desculpas pelos estragos. Depois, foi até a mesa, pegou um refrigerante foi até Luke.
- Só mais uma coisinha...- Então, jogou tudo na cabeça do ex-namorado e saiu. Assim que chegou na entrada, ela viu Sean sentado na calçada olhando para um lugar aleatório sem nem ligar para o sangue que escorria de seu lábio inferior. Ela foi até lá e se sentou do lado dele. O garoto já estava sem aquela roupa e o monóculo. No lugar, usava uma camiseta preta e sua jaqueta do time de futebol.
- Oi...- Hannah começou a falar - Por que você tirou seu terno azul? Era estiloso! - Ele riu baixo e ela também.
- Porque ele estava cheio de sangue... - Respondeu, com um sorriso fraco, olhando para a rua.
- Ah...Obrigada, Sean...- Ele encarou a loira - Você acabou com o idiota do Luke por mim - Os dois sorriram.
- Ah, imagina, loirinha. Aquele cara não merece uma garota tão boa quanto você. Você é incrível, Hannah.
- VOCÊ é incrível, Sean!
- Acho que a gente vai ser dar muito bem, sabia? - Falou ele
- Eu tenho certeza. - Hannah respondeu.
Eles ficaram lá se encarando e sorrindo, até que os outros três saíram de dentro do restaurante rindo muito alto.
- Gente, vocês tinham que ver o estado do Luke! - Disse Lizzie - Ah, e já que ninguém comeu nada, que tal nós irmos até o restaurante karaokê do meu tio? Já está fechado agora, mas ele com certeza vai deixar a gente ficar lá, comer, e até cantar...Topam?
Todos concordaram, e então, foram no conversível de Hannah até o lugar.
Chegando lá, eles comeram, conversaram, brincaram, e então, resolveram tocar.
- Eu sei tocar bateria. - Disse Colin.
- Eu toco teclado. - Joey falou.
- Baixo. - Comentou Sean.
- A guitarra é minha. - Disse Lizzie.
- Eu toco um pouquinho de guitarra, mas prefiro cantar. - Completou Hannah.
Eles subiram no palco e tocaram uma música qualquer, e no final, ficou muito, muito bom mesmo, e então, Lizzie teve uma idéia.
-...A gente devia montar uma banda!
 


Notas Finais


Gostaram?? Comentem! :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...