História Para Equilátero Falta Um Terço


Escrita por: ~


Sinopse:
Fazer escolhas é mais difícil do que você imagina.

[Yoonseokmin]
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Suga
Tags Hopekook, Jihope, Yoonmin, Yoonseok, Yoonseokmin
Exibições 1.153
Comentários 26
Palavras 8.734
Terminada Não

Fanfic / Fanfiction Para Equilátero Falta Um Terço
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
A indecisão quase paupável
3
296
1.113
 
2.
A falta de um amuleto da sorte
2
200
1.537
 
3.
A sua facilidade em me surpreender
6
175
1.344
 
4.
A veracidade de seus atos
1
152
1.085
 
5.
A sua facilidade em me deixar constrangido
3
131
1.012
 
6.
A solução gera mais dúvidas
7
118
1.392
 
7.
As aspas nas entrelinhas
4
81
1.251

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por ~Sobrecomum
Capítulo 1 - A indecisão quase paupável
Usuário: ~Sobrecomum
Usuário
Como assim o Jimin não tem cócegas nos pés? Isso não é humano, socorro.

Eu sou péssima em comentários de primeiros capítulos, mas eu tô tão animada por você estar começando uma que nem tô ligando. Geralmente fico sem o que pensar, mas é sua escrita, então o que não me falta é detalhe bonito para saborear. Sua narrativa é tão sua, que eu tropeço em cada palavrinha aí! Acho mesmo uma coisa de louco seu jeito de escrever, e assim ficou tão gostoso de ler... São umas comparações entrelaçadas e uma forma tão liberta de sentir. Juro, é uma sensação totalmente própria, que dá um gosto em cada letra lida e, de um jeito bem particular, me acolhe. Releio e toda vez que chego no final é tipo "mas já?". Vou morrer de ansiedade acompanhando isso aqui zkkzksjz

Me assustei um pouco: em um capítulo, você mostrou um Min Yoongi complexo demais, e ao mesmo tempo, que parece um personagem em que todo mundo cabe. Achei mesmo lindo esse jeito adolescente dele, todo típico e único nas arestas. E ainda tem a indecisão louca e inata, que parece que vai gerar uma confusão dos infernos nesse caos de Jimin Hoseok Yoongi.

Ah, poxa, não decidir é tão mais fácil!

Aí me vieram umas viagens sobre sorvete e decisões descabidas fazendo o laço mais cego entre esses três, uns acertos e erros que só se ajeitam na rivalidade dos outros dois.
E ainda tem esse título, que nem sei exatamente sobre o que é, mas já guardei no notas, porque uma hora vou escrever no meu fichário.
Se um chegou todo folgado e o outro todo sorrisos, eu queria mesmo um triângulo equilátero todo riso bonito e aquele conforto preguiçoso! Mas o que falta é Yoongi e seu ⅓ de decisão definitiva? Dá a entender que uma hora ela não vai mais bastar, e ele vai ter que escolher. Escolher ser, talvez? Já tô com o coração apertado só de pensar.

Ai, tirem o celular de mim, já tá brisado demais aksksjjzjs credo, você perdendo tempo lendo isso.

Mas o ponto é que eu quero mesmo ler mais. Tombei por aqui, então vai ter que me aguentar!
Já te disse que tá mesmo, mesmo, mesmo bonito. Então, não desanima.
Postado por ~taequila
Capítulo 1 - A indecisão quase paupável
Usuário: ~taequila
Usuário
Sorvete de morango é o melhor, e não vamos discutir sobre.

Olha... vou te falar umas coisas por DM amanhã quando eu estiver acordada? Mas queria registrar aqui que estou muito empolgada por você estar me dando o prazer de mais do que algumas centenas de palavras por drabble.
Não vá se descompromissar, moça. Não vou deixar!

E esse Yoongi tanto repleto de dúvidas, tá é precisando de um peso na balança dele, um peso que penda para o lado que ele vai perceber que tem mais dele do que ele imagina.
Nada de gramas de sorvete de sabores misturados, ou talvez seja isso, vai saber?
Mas quem sabe ele vai precisar fazer outras escolhas erradas, como a do mangá, pra se dar conta das escolhas certas? Nós precisamos provar umas trocentas vezes para nós mesmo que estamos errados, antes de mudar o rumo das coisas.
Mas não vou meter o bedelho aqui, agora. Só depois.

Te amo, coração azul 💙