História Para Sempre - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Abraxas Malfoy, Alvo Dumbledore, Armando Dippet, Avery (Riddle-era), Charlus Potter, Gina Weasley, Harry Potter, Ronald Weasley, Tom Riddle Jr.
Tags Drama, Harry Potter, Hermione Granger, Tom Ridlle
Exibições 34
Palavras 1.087
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Escolar, Ficção, Magia, Romance e Novela, Saga
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Voltei *-*

Capítulo 10 - Agora não samos mais dois e sim três


Fanfic / Fanfiction Para Sempre - Capítulo 10 - Agora não samos mais dois e sim três

Abraxas olhava pela janela do seu quarto as pessoas estavam se sentando para ver o seu casamento com Sophia. Estava vestindo um belo terno preto, os seus cabelos estavam arrumados e ele não havia conseguido tirar o colar que Hermione havia o dado. Só de pensar em Hermione sentia seu coração doer. Lagrimas amarga caíram dos seus olhos. Naquela noite ele não havia conseguido dormir. Tudo que vinha a sua cabeça era a imagem de Hermione o deixando.

-Está na hora querido – disse sua mãe

Limpou as lágrimas. Estava na hora de encarar de sua vida seria um fracasso total. Desceu as escadas. Sua tia o esperava.

-Não preciso de babá – disse ele olhando ela – Não vou fugir, devo a agradecer por estragar a minha vida

-Você que engravidou a minha filha – disse ela fazendo o sangue dele subir

Abraxas foi até o jardim, não se importava com os convidados e nem mesmo com sua mãe que o olhava. Entrou e foi até o altar. Viu que Joseph estava acompanhado da sua amante. Viu Sophia entrar um vestido caro e feio. Ela tinha um sorriso no rosto, pela vitoria. Andou em passos lentos. Pequenas lembranças dele com Hermione passaram pela mente dele. De quando eles namoravam as escondidas, dos beijos roubados quando estudavam na biblioteca. Tudo parecia não fazer sentindo “Te amarei para sempre” essa frase ecoava pela mente dele.

-Estamos aqui reunidos para a união desse jovem casal – disse o bruxo

As lembranças dos beijos doces e dos carinhos de Hermione fazia com que as lágrimas caíram dos seus olhos. Eles deitados no gramado de Hogworts e ela tentando explicar poções para ele. Dos risos quando ele fala alguma coisa idiota. Abbie não ouvia nada do que o bruxo falava a sua volta

-Para tudo – disse uma voz masculina

Abraxas se virou e viu John. Ele estava usando um terno meia boca e parecia ter corrido para chegar a tempo

-Sophia não pode ser casar com ele – disse o garoto fazendo os pais de Sophia olhar para a filha – Esse bebê que Sophia está esperando não é do Malfoy, é meu. Eu e Sophia namoramos porem ela me deixou quando descobriu a gravidez que minha família não tem dinheiro.

-Você está mentindo – disse minha tia

-Não mãe é verdade – disse ela olhando a mãe – Eu sempre fui apaixonada por Abbie, porem ele sempre me viu como um passa tempo, uma transa de fim de semana. Então quando descobri que fiquei grávida pensei em vir e disser que o bebê era de Abbie, porem não espera que ele estivesse namorando. Sabia que disse que estava grávida talvez eu casse com ele e quando vocês descobrissem que o bebê não é dele já estaria casada e com o tempo ele me amaria

-Nunca iria amar você – disse Abbie olhando a prima – Meu coração pertence à Hermione. Eu prometi que a amaria para sempre.

Hermione já havia perdido a conta dos dias que já estava em Paris. Havia começado a trabalhar em uma pequena livraria não muito longe da casa da sua tia. Desde que havia descoberto sua gravidez sua cabeça estava confusa. Não sabia o que pensar. Havia uma pessoa crescendo todos os dias um pouco dentro dela. Olhava a barriga que já parecia um pouco saliente. Hermione havia conseguindo um pequeno trabalho de meio período numa livraria não muito longe da casa da tia Mary

-Bom dia Cicília-disse Hermione olhando Cecília que tinha seus cabelos presos em um coque mal feito

-Bom dia – disse ela – Como foi no medico? Diga-me que é um menino?

-O medico falou que o bebê está bem – disse Hermione olhando a amiga – Que estou de quase 3 meses já. E ainda não da para ver o sexo.

-Sei que você é um garotão – disse ela olhando a barriga de Hermione – Comprei um presente.

-Não precisava – disse Hermione olhando o pequeno pacote de presente

-Hoje cedo teve um  garoto de procurando – disse ela quando abria o presente – Devo falar que ele era realmente gato

-Garoto? – perguntou Hermione olhando o pequeno macacão azul – Olha bebê você ganhou o seu primeiro presente

-Sim, ele disse que ia vir a tarde – disse Ciça me olhando

Hermione guardou o presente quando uma figura loira apareceu na porta. Seu coração parou e seus lábios ficaram secos

-Hermione – disse ele quando os olhos delas se enchiam de lágrimas.

-O que você faz aqui Abbie? – perguntou ela abraçando o loiro e chorando, malditos hormônios da gravidez

O cheiro de menta dele era um remédio para ela. Ficaram por vários minutos abraçados.

-Senti tantas saudades minha pequena – disse ele a beijando – Não me deixe

-Nunca te deixei – disse ela baixo – Abbie precisamos conversar

-Aceita um chá? – perguntou ele sorrindo e pegando a mão dela – Tenho certeza que sua chefa não vai se importar

-Não posso tomar chá – disse ela – Podemos tomar um café, tem uma padaria não muito longe

Hermione estava com medo da reação dele ao saber que eles não seriam mais só eles dois é sim três. Andaram de mãos dadas

-Me conte o que aconteceu? – perguntou ele vendo que ela chorava – Não chore minha pequena eu amo você

-Abbie eu estou grávida – disse ela baixo e olhando o garoto que ficou branco e depois abriu um largo sorriso – O medico trouxa disse que devo estar com quase três meses

-Um bebê? – disse ele confuso – Vou ser papai?

-Sim – disse ela olhando o loiro que chorava e a abraçou com força – Vai ser papai

-Amor – disse ele a soltando e colocando a mão na barriga dela – Oi bebezinho.

Hermione sorriu e colocou a mão sobre a do loiro e o beijo. Por Merlin como sentia falta dos lábios dele. O beijo era apaixonado e carinhoso. Os lábios dele buscavam o dela com se eles fossem a ultima coisa do mundo naquele momento. Se separam pela falta de ar

-Hermione Rebeca Avery – disse ele tirando uma caixinha do bolso – Você aceita se casar comigo?

As lagrimas aquela alturas já caíram dos olhos dela com força fazendo a visão ficar truva

-Claro que eu aceito – disse ela limpando as lagrimas

Abbie o beijou a testa dela

-Amo você – disse ela

-Também te amo – disse ele baixo – Sempre serei seu, para sempre

-Para sempre – disse ela sorrindo

-Minha mãe vai surta – disse ele rindo - Imagina ela vai ser vovô, sua mãe deveria estar viva para saber disso

-Podemos ir comer? – perguntou ela o fazendo ir

-Claro senhora Malfoy – disse ele pegando a mão dela e a levando até a pequena padaria


Notas Finais


Bom por horas é isso.. Comentem o que acharam.. Quem quiser ler tem essa aqui https://spiritfanfics.com/historia/love-is-forever-6681934


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...