História Para Sempre - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camila Cabello, Camren, Lauren Jauregui
Exibições 46
Palavras 1.051
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Uma sofrênciazinha pra vocês, espero que dê certo. bjs

Capítulo 1 - Accident


Fanfic / Fanfiction Para Sempre - Capítulo 1 - Accident

[Miami - Mês de Fevereiro]

POV LAUREN

Eu estava sorridente perante o altar a espera da realização de um sonho, meu coração nunca havia batido tão acelerado, minhas mãos gelavam e minhas pernas tremiam, via rostos conhecidos por mim sorrindo e vindo me cumprimentar, eu finalmente teria Camila como esposa depois de 4 anos em um relacionamento sério, mas o gritos ao meu redor me atingiu como uma pedra contra uma janela de vidro, estilhaçando-me em vários pedaços, fora a pior notícia que já recebi em toda a minha vida, a caminho para o casamento o motorista do carro de minha noiva perdeu o controle, ele morreu na hora e Camila estava sendo levada pro hospital em estado grave. Passei 8 longas horas caminhando de um lado pro outro, já não tinha lágrimas pra chorar, não queria que ninguém encostasse em mim, não queria nada, apenas Camila! Meu vestido de noiva rasgou-se quando adentrei o hospital correndo, ainda consegui chegar no momento em que chegaram com ela na maca, em seu corpo havia vários ferimentos, em meu vestido ficou marcas de seu sangue, a visão de minha garota desacordada foi como a morte pra mim. Depois de uma espera quase interminável o médico apareceu com uma expressão péssima, Sinuhe haviam sido levada pra observação, foi sedada quando sua pressão subiu a um nível consideravelmente perigoso, Alejandro estava desesperado junto a mim

-estamos aqui a horas esperando por um notícia! Como a minha namorada está?

-a notícia que tenho pra dar não é das melhores

-fala logo o que aconteceu! –Alejandro um pouco descontrolado tentou ir pra cima do doutor, chamaram os seguranças e tentaram mantê-lo calmo

-ele está nervoso, eu estou nervosa, na verdade em desespero! Me diz o que houve por favor, ela está viva?

-está, a garota teve sorte, o carro ficou em um estado deplorável e o motorista morreu na hora com a pancada, em seu corpo tem vários hematomas mas o problema não é tanto isso

-então o que é? Porque demoraram tanto?

-ela teve que fazer uma cirurgia

-onde?

-na cabeça, houve um trauma físico provocado pelo impacto da batida, sou um dos melhores neurocirurgiões do hospital e fiz tudo que estava ao meu alcance por ela mas infelizmente não temos como saber quais sequelas esse acidente irá deixar, pode ter comprometido alguma coisa, ela pode perder algum dos movimentos do seu corpo.  A desaceleração no momento da batida faz com que o cérebro seja jogado violentamente para frente e para trás e se choque com a parte óssea da cabeça. Nessas circunstâncias, a vítima pode sofrer alterações na coordenação motora ou algo pior, vai depender de como ela vai reagir agora em diante, sofreu uma parada cardíaca na hora da cirurgia, perdeu um pouco de sangue mas conseguimos controlar, porém a moça está em coma por tempo indeterminado, iremos monitora-la 24 horas na UTI e controlar seus sinais vitais, estará a base de medicamentos e terá consigo os melhores médicos, faremos tudo que estiver ao nosso alcance para que a Senhorita Cabello se recupere e não fique com sequelas alguma, ela sobreviver já foi uma grande vitória, foi um milagre, a pancada que recebeu poderia tê-la matado no mesmo instante

Lauren levou as mãos até seus cabelos e começou a chorar, não poderia se quer pensar em Camila morta, Clara e Mike chegaram no momento e abraçaram a filha

-porque isso teve que acontecer com a gente mãe? No dia do nosso casamento! estávamos tão felizes

-fique calma querida, vai ficar tudo bem

-ela não está nada bem! Fez uma cirurgia na cabeça, seu sistema neurológico pode ficar comprometido, e se ela não conseguir mais falar? Ou não conseguir andar? E o pior de tudo, e se Camila não conseguir mais tocar Violoncelo? Isso é a vida dela!

-você é a vida dela Lauren e precisa ser forte nesse momento, sei que está sendo difícil para todos nós, principalmente pra ti, mas por ela você precisa se manter firme, Sinuhe está sedada, Alejandro está barrado pelos seguranças, não pode perder o controle também

Ela abraçou a mãe e desabou a chorar, a maquiagem estava borrada por conta das lágrimas

-vou me retirar agora, qualquer coisa manterei vocês informados

-por favor doutor

Quando o homem ia se retirar ela gritou

-eu posso vê-la?

-ainda não, apenas médicos estão autorizados a entrar no quarto por enquanto, ainda está correndo riscos de vida e precisa descansar, uma cirurgia na região cerebral é muito delicada

Apenas abaixou a cabeça e assentiu, seus olhos estavam avermelhados

-precisa ir em casa, tirar o vestido de noiva, tomar um banho e um analgésico

-eu não quero nada disso, não quero sair daqui sem saber que Camila está fora de risco

-lembre-se do que falei, precisa estar forte por ela, tem que ir comigo pra casa

-tudo bem, mas eu vou pra nossa casa!

Fazia poucos meses que havíamos comprado nossa casinha, foi quando pedi ela em casamento, mesmo já morando uma com a outra queríamos realizar esse sonho juntas de nos tornarmos casadas.

-eu vou com seu pai, não vamos te deixar sozinha

Conseguiram me convencer, eu precisava limpar as lágrimas, tomar um banho e voltar pro hospital, queria estar lá quando ela acordar, eu sei que ela vai despertar, ela tem que acordar! a dor te saber que Camila corre risco de vida é terrível

Quando cheguei em casa meus pais ficaram na sala e eu entrei no quarto, nosso quarto, abri as gavetas onde estava as roupas dela, peguei uma de suas blusas e levei até minhas narinas, seu cheiro doce ainda estava na peça. Não consegui conter o choro mais uma vez, soluços vieram junto, me joguei na cama e abracei com força a blusa de Camila, não era justo, isso seria um castigo? O que fizera eu ou ela para merecer? Em um dia tudo estava perfeito, preparação para o casamento, nervosismo, felicidade, ansiedade, e agora.. uma vastidão de tristeza.

Entrei no banheiro e liguei o chuveiro sentindo a água molhar meu corpo, era pra Camila estar comigo, era pra estarmos casadas a essa hora, nossas passagens para Paris estavam compradas, passaríamos a nossa lua de mel lá, agora ela está sendo monitorada por aparelhos e eu.. estou quebrada sem ela, sou capaz de suportar tudo, menos perdê-la.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...