História Para Sempre - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Carl Grimes, Enid
Tags Chandler Riggs, Katelyn Nacon, Lauren Cohan, Romance, Steven Yeun
Visualizações 15
Palavras 1.551
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Escolar, Famí­lia, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Amizade?


-Onde vamos fazer o trabalho-pergunto pensativa.
-Poderia ser na minha casa-Mayara fala um pouco empolgada.
-Esta bem-falo.
-Que horas você poderá ir lá?.
-Sei lá,como a gente estuda de manhã...poderíamos ir pra casa almoçar e umas duas horas da tarde se encontramos- isso não era meio óbvio???Que bosta.
-Sim,te passo por watts pode ser?
-Espera,eu não tenho seu whatsapp-falo rapidamente
-A é mesmo-ela ri.
A sério isso??Ela tá se fazendo de idiota ou o que?
-9872...Esse é o meu esta bem?-Ela fala agora seria.
-Tá tchau-falo a hora que o sinal bate para o recreio.
-Tchau-fala ela acenando.
Estava saindo na sala quando um trio de cadelas me cercaram,quem elas tão pensando que são?.
-Tudo bem novata?.
-Tudo sim obrigada de nada-falo empurrando elas para eu sair.
-Deixem ela em paz!!-fala a Mayara que aparece atrás de mim.
-Hora,hora quem resolveu aparecer-fala a do meio acho que é a tal da Camilly.
-Eu não preciso de você eu sei me defender sozinha-falo um pouco indignada com a Mayara.
-Eu sei mais três contra uma é covardia-fala ela em minha
visão dificultando as coisas.
-Licença deixem eu passar!-falo ao ponto de explodir.
-Eita chegou achando que é a dona daqui,vamos botar você em seu devido lugar-fala a da esquerda acho que é Graziele o nome dela.
-Não cheguei achando nada além de que todas vocês são três trouxas,agora me deem licença.
-Olha o tipinho você não vai passar é mesmo.
-Licença mais eu também quero passar-disse a Mayara.
-E quem disse que você vai passar?-diz a da direita...Lays.
-Eu disse.
-Não tão fácil assim-diz a Camilly.
-Fácil sim-aparece o... O... Ah Luiz.
-Não atrapalhe Luiz meu querido não esta vendo que estamos fazendo um trabalho aqui?-diz a Camilly.
-Que trabalho?
-Nenhum que te interesse meu amor-fala Lays que parece ter deixado Mayara com ciúmes.
-Meu amor nada deixem elas passarem!
-Esta bem deixem as vadias passarem,mais vai ter volta.
-Vadia é você- falo quase agarrando ela pelo pescoço.
Se ela acha que me deixou com medo esta muito enganada,uma coisa que a tia Maggie sempre me ensinou foi se defender por isso enquanto todas as meninas "normais" aos cinco anos faziam balé eu já estava fazendo judô quando parei aos 10 anos parei.
Eu e a Mayara saímos depois cada uma foi para seu canto.
POV CAMILLY
-A vadia chega causando achando que é a dona da poha toda tá muito enganada-falo eu indignada.
-E o que você pretende fazer?-fala Lays.
-Destruir ela óbvio só não sei como ainda-falo pensativa.
-Ela não pôde andar com a Mayara as duas juntas vai da bosta-fala a Grazi.
-Eu vou achar um jeito elas vão ver.
POV KATELYN.
Depois quê saímos,comprei meu lanche um salgado e um suco,depois fiquei andando por aí.
Quando bateu o sinal parecíamos detentos voltando pra cela ainda bem que esse é o meu último ano,as aulas foram muito chatas todos que passavam pela aquela sala faziam a mesma pergunta.
-Da onde você veio?.
-Nova Jersey...
-Qual escola?.
-Grenn of work.
E aí foi o resto da manhã quando bateu o sinal dei graças a Deus peguei minha mochila e esperei minha tia chegar não demorou nada mais que 2 minutos,entrei no carro e ela começou o interrogatório.
-Como foi?.
-Tudo bem.
-Fez amigos?.
-Não sei muito bem.
-Como assim?
-Bom acho que fiz sim.
-Que bom.
-Como é o nome dele ou dela?.
-Mayara ela parece legal,aliás tenho um trabalho pra fazer hoje depois do almoço com ela.
-Legal onde ela mora?
-Eu ainda não sei depois vou conversar com ela.
-E meninos?-ela ri.
-Ai tia é o primeiro dia de aula-coro as bochechas.
-Tá né-ela ri.
Quando chegamos em casa fui almoçar,peguei arroz,batata frita,almôndegas e salada,sim sou gorda mesmo.
Depois que comi subi ao meu quarto deitei na cama e peguei o meu celular.

WHATS ON:
Mayara:oii.
Eu:oi.
Mayara:q horas vc chega?.
Eu:sla são 13:07 posso chegar 14:30?.
Mayara:s,vou te mandar o endereço.
Eu:blz vou tomar banho agr tá?.
Mayara:tá.
WHATS OFF:
Fui tomar banho quando terminei fiquei pelo menos uns 10 minutos escolhendo a roupa acabei colocando um all-stars,uma camiseta cinza,calça jeans e amarrei uma blusa na cintura.




Desci as escadas onde a Maggie estava conversando com o Glenn na sala, quando cheguei eles pararam de falar.
-Oi-Maggie diz cortando Glenn.
-Oi...sobre o que estavam falando?-falo curiosa(como sempre).
-Nada não...falou com sua amiga?-fala ela desviando o assunto.
-Falei sim,ela já deve ter passado o endereço.
WHATS ON:
Mayara:avenida....,rua.....,número...
WHATS OFF:
-Nossa é tipo aqui do lado vou andando.
-Tá bom-diz Maggie.
POV MAGGIE
-Como iremos contar pra ela?- pergunto para Glenn.
-E se fizermos um jantar especial ela poderia ate chamar uma amiga.
-É isso pode dar certo.
POV KATELYN
Quando cheguei na casa da Mayara bati na porta então uma mulher jovem abriu:
-Oi você deve ser a Katelyn a Mayara disse que você viria.
-Oi sou eu mesma-falo impressionada.
-Pode entrar ela tá lá em cima no quarto.
-Obrigado.
Entro sem jeito subindo as escadas,bato na porta do quarto,ela abre com um babylise na mão.
-Oi turu bom?-falo dando risada.
-Nossa que horas são agora?-pergunta ela confusa.
-14:54-rio.
-Nossa eu não vi o tempo passar eu tava fazendo babylise-fala ela meio desesperada.
-Tudo bem-rio denovo.
-Entra,vou terminar e depois a gente começa.
Quando terminamos o trabalho ficou aquele silêncio até a Mayara quebrá-lo(não sou muito de falar).
-Como era em Nova Jersey?
-Normal,tinha amigos,escola saía igual outro adolescente.
-E o starbucks?
-Ah a gente ia bastante quase todo final de semana.
-Hum legal...amanhã é sábado né?
-Sim, por que?-já falo curiosa.
-A gente poderia ir amanhã,tipo não é a mesma coisa de você ir com seus amigos e tals mais sei lá seria legal.
-Sim pode ser mais quem iria?.
-Eu você e o Luiz.
-Hum...Acho que vou não.
-Por que?.
-Não quero atrapalhar você e o Luiz-rio.
-Eu não tenho nada com ele mais  posso conversar com ele,ele tem um irmão da nossa idade.
Hum acho que isso vai da bosta ele pode ate ser bonito mais e o irmão dele,pera se eles tem a mesma idade...
-Eles são gêmeos?.
-Não o Luiz é adotado.
-Nossa mais por que adotaram se poderiam ter um filho?.
-Na época a mãe deles não podia ter filhos.
-Nossa e o Luiz veio da onde?.
-Na verdade ele veio do Brasil,deixaram ele na porta do orfanato parece que ele tinha acabado de nascer ele tava com o cordão bilicau mal cortado ele ficou apenas um mês no orfanato, onde a Lori e o Rick adotaram ele em uma viagem ao Brasil depois eles voltaram ao Estados Unidos onde a Lori descobriu que estava grávida de 3 meses do Chandler.
-Que história...
-Né.
O silêncio se mantém denovo.
-Chandler?
-Sim esse é o nome do irmão do Luiz.
-Hum mais então...Eu vou sim.
-Sim o resto a gente acerta pelo whatts.
-Tabom.
-Você e seus pais estão se acustumando com a cidade e tal?.
-É que...Eles já morreram.
-O que aconteceu?.
-É que é meio pessoal sabe...
-Desculpa não deveria ter tocado nisso...Mais se quiser falar estou aqui.
-Tudo bem...
-Você que contar?.
-Meu pai foi assasinado ninguem sabe por quem minha mãe ficou com depressão...Era difícil ver ela naquele estado os dias iam passando e ela ia piorando,ela ate contratou um detetive para tentar descobrir quem matou ele mais nunca ninguém consegui descobrir, passou 2 meses que ele tinha morrido... Ela não aguentou e se foi,dês de então os meus tios Glenn e Maggie cuidam de mim.-falo enxugando as lágrimas.
-Você tinha quantos anos?
-11-falo tentando não chorar-mais e os seus pais?.
-É...eles também se foram .
-O que aconteceu????-falo confusa.
-Meu pai também foi assasinado depois que ele se foi ninguém nunca mais tocou no assunto, minha mãe...Fazia 3 dias que ele tinha ido eu era muito nova tinha 10 anos estava tendo pesadelos,fui ao quarto dela quando vi ela pegando uma arma na estante gritei chamando ela,mais não deu tempo ela deu um tiro na cabeça bem na hora que o Matheus e a Mônica chegaram
,Mônica tinha 17 ela não consiguiria pegar a nossa guarda,ficamos com um casal de amigos do nossos pais, depois de 2 meses a Mônica fez 18 e pegou a nossa guarda bom...Os amigos de nossos pais se mudaram, dês de então a Mônica cuida de mim e do Matheus-fala ela deixando as lágrimas correrem livres.
-É parece que nós duas somos choronas-dou um riso entre as lágrimas.
-Bom já se passou tudo.
-Ainda bem...nossa já é tarde melhor eu ir...
-Que horas são?
-


Quase 19:00.
-Hum...Vou te acompanhar até a saida.
-Tá.
Descemos a escada até a porta.
-É muito longe?Alguém vai vim te buscar?Que que eu chame um táxi?.
-Calma,já chamei um táxi-rio.
O táxi chegou e eu me despedi,cheguei em casa morta,gritei da porta de entrada:
-Cheguei,alguém?.
-Oi-ouço Glenn falando da escada,com um monte de caixas empilhadas nos braços.
-O que esta fazendo?.
-Levando essas caixas ao soltam.
-O que tem ai?.
-Nada de importante são coisas que estão ocupando espaço sem necessidade.
-Ah tá.
-Oi-ouço Maggie abrindo a porta.
-Oi.
-Oi.
-Onde estava trouxe pizza?-vejo ela com sacolas e uma caixa na mão.
-Como adivinhou?-ela ri.
-Senti o cheiro-sorrio.
-Assim vai virar uma bola-ela ri.
-Vou ser uma bola bem feliz-falo rindo.
-Vamos comer?-Glenn fala.
-Sim!!-falo animada. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...