História Para sempre ao seu lado - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts
Exibições 38
Palavras 467
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - O beijo da morte


Ela se sentou na frente do V, que sentava na frente do Kook. Ou seja, eles estão na mesma fileira!! Porra!  Nao podia ser outra pessoa nao??

O professor era de Matemática,  até que não tava tão difícil a matéria, afinal, ainda é início de ano, isso é matéria do ano passado. Mesmo assim,  Não consegui prestar atenção,  porque a Neide não parava de me mandar olhares.

Kook parecia possuído pelo próprio demônio. Ele encarava ela com cara de :'EU VOU TE MATAR'

Deu a hora do intervalo e todo saíram. Eu, V, Suga, Kook e Rap Monster fomos ao local onde sempre lanchamos, desde o fundamental. Era debaixo de uma árvore, num jardim que ninguém sabia da existência. Lá encontramos com o resto do povo.

Jin- Caralho,  Eu acabei de ter aula com o professor de filosofia,  Ele não parou de protestar contra o Holosexualismo. Foi tão ruim que nem tentei prestar atenção.

Kook- Acho que vou ter aula com esse também.... Que porra.

J-Hope- Meu,  Eu dormi que nem pedra nessa aula. Hum...

Comecei a rir da situação dos três,  logo,  todos riram. O sinal do final do final do intervalo tocou e nos despedimos dos tres e fomos para a sala. Conversei um pouco com os garotos e logo as professora chegou. Ele conheceu a puta e começou a falar.

Professora- Alunos,  sou sua professora de Biologia, vamos estudar tal matéria e ao longo do ano irei distribuir prêmios.

A turma vaiou a professora,  pelo que eu acho,  essa foi a mais legal. Ela é doidona e isso ajuda na aprendizagem,  bem, foi o que ela disse.

Mesmo assim,  aquela piranha continua a me irritar. Que puta irritante do caralho. Bem,  Não conheço ela,  mas o Kook disse isso, então foda-se.

A professora explicou a matéria incrivelmente bem! Ela é ótima. Depois das outras aulas, esperei eles na porta da escola, afinal, Eles iriam no banheiro primeiro. Fiquei escorado ao lado da porta.

Até que o inesperado aconteceu. Neide estava saindo e me viu. Então veio falar comigo.

Neide- Por que ainda não foi embora?

Eu- Não te entereça puta.

Neide- Puta sua vó.

Eu- oi???

Neide- Nada.. Só vou estragar tudo

Eu- O q...

Fui cortado com um beijo daquela porra,  e no mesmo instante que ela me beijou,  vi Kook saindo correndo pela porta. Ele me olhou sério e rolaram lágrimas de seu rosto. Ele saiu correndo na direção contrária de nossa casa. Empurre a Neide longe e fui correndo atrás dele.

Atravessou uma rua,  e quando eu estava no meio da rua. Senti uma coisa grande se colidindo comigo,  me jogando para longe. A última coisa que consegui ver foi Kook dobrando a esquina do outro lado do quarteirão.

Logo ouvi os outros gritando por mim e tudo apagou, fiquei inconsciente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...