História Para sempre em minha vida - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas de Nárnia
Exibições 32
Palavras 1.156
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


não demorei tanto desta vez.
espero que curtam este capítulo, a fic está entrando na reta final então não deixem de acompanhar.

Capítulo 28 - Bem-vindo príncipe!


Após algum tempo Prunaprismia passou a passos rápidos acompanhada pelo médico, Caspian arregalou os olhos e iria perguntar oque estava acontecendo mas os dois entraram no quarto e ele não teve tempo.
-Pra que um médico?-Perguntou encarando Cornélius que agora também não sábia oque dizer.
 Os dois se aproximaram da cama aonde a rainha estava, e o médico largou a maleta sobre o criado mudo chegando perto dela.
-Oque está havendo?-Perguntou a Olga.
-O bêbê não está querendo nascer doutor.
-Deixe-me ver isto.- Ela saiu e deu lugar a ele, que olhou para ver se via ao menos a cabeça da criança depois apalpou a barriga da rainha.
-E então doutor?-Perguntou Prunaprismia, o médico olhou para elas.
-Foi uma boa decisão terem me chamado, vocês não conseguiriam fazer o parto sozinhas.
-Porquê?-Telanie perguntou.
-O bêbê está virado.-Respondeu fazendo os olhos das três se arregalarem.
Caspian continuava apreencivo quando ouviu passos e os soldados enviados na caça de Sopespian chegaram e fizeram uma reverência na frente dele.
-Majestade voltamos.
-Sim.- Caspian nem prestava atenção direito sua mente estava em Nêssa e no seu filho.
-Suas ordens foram atendidas, Sopespian está morto.- Cornélius olhou para Caspian.
-Mandou matá-lo?
-Sim, por culpa dele Nêssa e meu filho estão morrendo!- Respondeu o rei derramando uma lágrima.
O médico arremangou a camisa e começou a dar intruções a todas presentes, pediu mais água e panos limpos, depois olhou para Nêssa.
-Majestade seu filho está virado eu vou precisar desvirá-lo a senhora sentirá uma pressão forte.-Avisava ele, Nêssa concordou eo médico pegou embaixo de sua barriga e deu uma pressão para cima, a rainha gemeu.-Mais uma vez.- Ele repetiu a operação e ela gemeu denovo.
-Meu deus!
-Calma querida.- Prunaprismia a acalmou.
-Pronto agora ele está bem.
-Eu sinto ele mexer.-Nêssa riu e a lady também.
-Eu disse que ele estava bem.
Ela começou a sentir outra contração forte e por instinto começou a empurrar a criança, fazia o máximo de força que podia.
-Continue assim majestade, eu já estou vendo ele.- Anúnciou o médico.
Nêssa continuou empurrando cada vez mais forte e sentia uma dor dilacerante mas não se importava muito, Telanie entrou com a bacia de água e mais panos, alguns minutos depois um choro agudo preencheu o quarto e o médico segurava um bêbê em seus braços, pegou a tesoura e cortou o cordão, depois enrolou a criança numa manta e entregou a mãe.
-Parabéns majestade.-Nêssa sorria e chorava ao mesmo tempo, pensou que perderia seu filho.
-Ele é tão lindo.- Disse Telanie.
Prunaprismia saiu do quarto e encontrou Caspian ainda andando de um lado para outro, sorriu.
-E então, oque houve?-Perguntou se aproximando.
-Houve que...-Ela abriu um sorriso.- Você é pai.- Caspian abriu a boca e lágrimas ameaçaram rolar, estava tão emocionado que não sabia oque dizer.
-Parabéns  Caspian.- Cornélius sorriu alegre pela notícia.
Caspian entrou no quarto e encontrou a esposa segurando um embrulho nos braços, aproximou-se dela que lhe sorriu, sentou-se ao seu lado e viu o filho dormindo tranqüilo, seu coração faltou explodir de tanta felicidade, deu um beijo nos lábios de Nêssa.
-Oque é?-Perguntou.
-Telmar ganhou um príncipe.- Respondeu ela deixando o marido ainda mais emocionado.
Mais tarde Nêssa dormia com o bêbê ao seu lado e Caspian estava abraçado a ela, derepente a criança começou a chorar, Caspian levantou e pegou o filho com todo o cuidado, lhe deu um beijo na buchecha gorducha e a criança se acalmou.
-Não faça barulho ou vai acordar a mãmãe.- Cochichava para o bêbê enquanto o embalava sem muito jeito, afinal ainda era novo nisso.
O bêbê tinha a pele rosada, e fofa, suas buchechas eram gorduchas e ele tinha os olhos num tom de cinza claro que logo mudaria.
-Ele acordou?-Perguntou Nêssa com a voz sonolenta, Caspian a olhou e sorriu.
-Sim, chorou e eu tive que pegá-lo.- Mesmo que o bêbê não tivesse chorado ele o pegaria.
-Percebi.- Sorriu ela sentando na cama.
-Amor não faça esforço.
-Estou bem, que nome vamos dar a ele?- Caspian olhou para o rostinho do filho.
-Você escolhe, afinal o mérito é todo seu.
-Vejamos que tal... Rilian?-Caspian ergueu o filho e sorriu para ele.
-Principe Rilian de Telmar, gostei.
Os suditos ficaram maravilhados ao saberem do nascimento do principe, Nêssa e Caspian receberam muitas felicitações, os dias se passaram, tudo no castelo girava em função de Rilian, que era muito mimado por todos, mas pelos pais principalmente, ele era um bêbê muito tranqüilo mas não gostava quando o pegavam no colo, a menos que fossem seus pais que o pegavam, porém com os demais ele começava a chorar desesperadamente até que a pessoa o colocasse devolta no berço e então se calava.
Nêssa estava sentada na poltrona de seu quarto amamentando o filho que sugava o leite com força, quando Prunaprismia entrou no quarto.
-O principe está com fome denovo?-Brincou ela.
-Pois é, mama três vezes ao dia, fora a noite.- Riu a mãe orgulhosa.
-Sorte minha que o Lucca nunca acordou a noite para mamar.
-O Rilian acorda duas vezes na mesma noite.-Nêssa contou observando o filho se alimentar.
-Vamos levá-lo para o jardim, ele precisa tomar um pouco de sol.
-Boa idéia, eu só tenho que esperar ele se fartar e depois trocar a roupinha dele.-O bêbê usava um pijaminha azul com o uma coroa bordada no pequeno bolsinho.
Após Rilian terminar de mamar Nêssa trocou seu pijama por um macacão num tom esverdeado, então pegou o filho com todo o carinho e saiu do quarto acompanhada da lady, os olhos atentos de Rilian olhavam para todos os lados, no jardim sentaram-se na sombra, Nêssa não queria que o filho tomasse muito sol, pois podia ser perigoso, ouviu trotes viu Caspian chegar montado em Destro depois desceu e venho na direção delas.
-Olha amor, o papai.- Disse ao filho enquanto o marido se aproximava, depois ele lhe deu um beijo e pegou o filho no colo.
-Que saudade do meu principe.- Falou Caspian dando um beijo na buchecha rosada do filho.
-Só do principe?-Nêssa perguntou e ele sorriu voltando a beijá-la apaixonado.
-E da minha rainha linda é claro.
-Se saiu bem Caspian.- Prunaprismia falou sorrindo para eles, Rilian fez um barulhinho com a boca e ficou olhando para Destro que estava sendo levado para o estábulo.
-Um dia papai te ensina  a montar, quando você crescer, e também vou te ensinar a duelar com espadas...
-Nem pensar.- Nêssa falou arrancando risos do rei.
-Escondido da mamãe.-Ele piscou para a rainha.
Telanie se aproximou e começou a brincar com Rilian que a olhava com curiosidade, fez mensão em pegá-lo e ele começou a chorar.
-Acho que ele não gosta de mim.
-Ele não gosta de ninguém que não seja o Caspian e a Nêssa.-Prunaprismia comentou.
-Meu filho não é anti-social só é...-Falou Nêssa.
-Mimado.-Telanie completou e rainha fuzilou com os olhos, Caspian riu da cena, enquanto Rilian brincava com os dedinhos no colo do pai.

 


Notas Finais


Então gostaram?
sorry pela falt ade originalidade na escolha do nome do baby, é que sempre gostei do nome do filho do Caspian então resolvi usá-lo.
espero que tenha ficado bom este capítulo mais fofys e nos vemos no próximo.
obrigada e bjs a todos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...