História Parabéns, Lynn - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Exibições 27
Palavras 762
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Festa, Shoujo (Romântico), Visual Novel

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Parabéns, Lynn - Capítulo 1 - Capítulo Único

[POV///LYNN]

 

                Eu saí daquela festa pisando forte, morrendo de raiva e ao mesmo tempo... nojo e decepção. Tinham lágrimas saindo descontroladamente dos meus olhos e meus rosto estava vermelho, provavelmente por chorar muito.

                - Lynn, espera!!

                Nem olhei pra trás. Era o Nathaniel. Depois do que ele fez, eu não quero nem olhar naquela cara de tapado dele.

                Senti alguém segurando meu braço.

                - Me solta. – Falei, sem olhar em seu rosto.

                - A gente precisa conversar! Foi tudo um mal entendido! – Ele falou, ainda segurando meu braço.

                - Eu disse pra você me soltar! – Eu aumentei o tom de voz.

                - Ei, não ouviu a garota?

                Reconheci a voz. Era do Castiel. Eu sempre fiquei feliz em vê-lo, mas... o Nathaniel.. meio que não gostava da minha amizade com o ruivinho. Olhei para a direção do Cassy e ele vinha, com os punhos fechados.

                - Não se mete, Castiel! – O Nathaniel disse.

                - Solta. Ela. – O Cassy insistiu.

                O Nathaniel me soltou.

                - Agora podemos conversar, Lynn?

                - Eu não quero olhar na sua cara! – Falei, num tom alto.

                - Mas eu preci-- - O Nath iria falar algo.

                O Castiel deu um murro no rosto do loiro, que caiu no chão.

                - Vem, vamos. – O Castiel falou, segurando a minha mão.

                Eu corei na hora, mas eu o segui.

                Ele e eu fomos para um lago, com um jardim, que com a luz da lua cheia, ficava o lugar mais lindo do mundo. Além dos vagalumes e das flores...

                Nós soltamos as mãos um do outro e nos sentamos na grama.

                - O que foi que aquele babaca fez? – Ele perguntou.

                - E-ele... ele... bem... – Tentei começar, mas as lágrimas estavam voltando.

                Não consegui completar, só desabei em lágrimas. O Castiel colocou seu braço em volta do meu ombro e me confortou, colocando minha cabeça em seu ombro. Ficamos sem falar nada por um tempo, ele deixou eu chorar o quanto precisasse. Ele sempre esteve no meu lado. Sempre que eu precisei...

                - Eu... – começei a contar-... eu vi... o Nathaniel beijando... a Cute, minha melhor amiga. E... não é só por causa da traição que eu estou assim... é que... ok, também não é só porque ela é minha amiga... mas também porque as pessoas tentavam me avisar... e eu não acreditava, porque.. eu realmente confiava nele, sabe? – Falei.

                - Pra que confiar num... babaca como aquele? – Ele perguntou, ainda olhando pra lua.

                - E-eu... estava apaixonad--   - Fui interrompida

                - ... iludida. – Ele falou, com um sorriso de canto de rosto.

                - É... talvez eu seja mesmo... – Falei, sorrindo.

                Eu tirei seu braço do meu ombro e fiquei em pé.

                - Vem cá, Castiel... – Falei com um sorriso malicioso.

                Eu tinha um plano em mente. Fui até a beira do lago.

                Ele se levantou, com um sorriso malicioso também. O Cassy veio se aproximando cada vez mais de mim. Quando ele estava muito perto, eu o empurrei na água e comecei a rir.

                Ele ficou mergulhado e após uns segundos, ele não estava ainda levantando... embora seja raso, (Fica na altura dos meus peitos), eu fiquei preocupada e me abaixei pra tentar ver se ele estava bem. Do nada, senti alguém me puxando pra dentro d’água. Tomei um grande susto.

                Eu tentei levantar mas alguém estava me abraçando pela cintura. Era o Castiel. Em seguida eu ele levantamos e pudemos respirar.

                - No que você estava pensando?! Esse vestido não é meu! É da minha mãe e... – Fui interrompida, mas não por palavras.

                O Castiel me beijou.

                - O-o q-qu-que?! M-mas você não tem vergonha? – Continuei reclamando com ele, mas ele ainda estava me segurando pela cintura. – M-me solta! – Continuei.

                Fiquei dando soco em seu peitoral pra ver se ele me soltava.

                - Como quiser, madame...

                Ele me deu um caldo.

                - Ora seu...

                - Lindo? Maravilhoso? Eu sei, não precisa me lembrar!

                - Eu te odeio! – Falei.

                - Eu também te amo. – Ele falou.

                Ele tirou o smoking, juntamente com a camisa... além do resto da roupa toda... E me FORÇOU a fazer o mesmo. Tá... talvez não forçado... ver ele fazendo isso me deu vontade também. E ficamos abraçados por um longo tempo...

                Quando passamos algumas horas, eu e ele resolvemos fazer umas... coisinhas... um pouco... “erradas”... até porque estávamos em um lago... mas fizemos sim. SIM É ISSO QUE VOCÊ está pensando!

                Ok. Como voltamos pra casa? Bem... tivemos que sair correndo estilo ninja das trevas, já que nossas roupas estavam molhadas.

 

[POV///AUTORA/SUA ABIGUINHA]

                IMAGINA SÓ

O CASTIEL CORRENDO PELADO PELA CIDADE

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

OK PAREI.

 

           


Notas Finais


OIN LYNN MINHA AMIGS
PARABÉNS PRA TU

"A CHUVA CAI
A RUA INUNDA!
LYNN, EU VOU COMER
SEU BOLO!"


ENFIM
TIH AMUH

E A PUBS/JUBE/THE JUSBISNEY./AH FODA-SE

MANDOU ESCREVER ISSO

[28/11/2016 23:30:05] Pubs: AAAAAEEHHHH COROI, podemos não se falar MUUUUUUITO, mas já te considero com uma amiga bem querida, cof cof, e esse é o seu dia, Lynn potato, e espero que tenha muita felocidade, muitos anos de vida, e muito bolo, pq eu quero um pouquinho, cof cof mentirinha <3
[28/11/2016 23:30:20] Pubs: Felicidade
[28/11/2016 23:30:25] Pubs: COF COF

PRONTUH


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...