História Paradise - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Laura Marano, R5
Personagens Bradley Simpson, Laura Marano, Ross Lynch, Tristan Evans
Exibições 83
Palavras 1.070
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Mutilação, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey pessoal! Aqui estou eu com mais uma fanfic pra vocês!
Eu espero do fundo do meu coração que vocês gostem. Sério: to caprichando nessa fic
Pra quem lê Easy Love ( minha outra fanfic), saibam que eu não abandonei a fic, mas talvez, eu vá me atrasar um pouco, pois estou me dedicando bastante nessa aqui, ok? Mas fiquem tranquilos, porque eu prometo que vou continuar assim que puder, tá bem?
Bem, acho que é isso. Vou parar de falar.
Espero que gostem, boa leitura ;)

Capítulo 1 - How everything started


Los Angeles, University of Califórnia, 2006

POV Laura

E aqui estou eu, em mais um dia de aula. Adoro estudar, ler e principalmente, cantar. Ah, me esqueci de me apresentar. Sou Laura Marie Marano, tenho 17 anos e estou no último ano do High School.

Amo tudo o que envolve música, leitura e artes; como por exemplo, o teatro.

Moro em Los Angeles e amo esse lugar... É... Tirando algumas coisas. Um exemplo? As pessoas da minha escola me acham maluca, só pelo fato de eu ser um tanto... Sonhadora. Mas eu nem ligo muito. Sigo minha vida normalmente.

Sabe, ás vezes eu fico pensando: como seria o paraíso? Dizem que lá as ruas são de ouro e prata. Uau, imaginem só que legal que seria. Meu sonho é ir pra lá um dia.

Todas as noites, antes de dormir, eu fico imaginando como seria o paraíso. Ah, ele deve ser tão lindo...

Vocês devem estar achando minha vida muito chata, né? Pois eu não acho. Sabem, eu ajudo muitas pessoas. Não passo o dia  só sonhando e lendo.

Nesse exato momento, estou indo para a minha aula de inglês, até que vejo Mandy, uma garota da minha escola cair no meio do corredor. E é claro, que eu fui ajuda-la.

- Você está bem, Mandy? Se machucou?-- perguntei, enquanto ajudava ela a se levantar.

- Eca, você é maluca! Tira suas mãos de mim!-- falou, enquanto passava a mão em seu corpo, na tentativa de se limpar (só não sei de quê. Eu tomo banho tão bem quanto ela. Tô mó cheirosa. Ela que é fresca)

-  Me desculpe, eu só queria te ajudar.

- Eu não pedi sua ajuda inútil.

- Tá bom, me desculpa-- falei e saí dali, indo para a minha aula. Sabe, isso me deixa muito triste. Por que ela me trata assim? Eu não sou maluca!

 

-----------00-----------

   Finalmente, hora da saída! Glórias a Deus! Eu não estava mais aguentando isso. Mandy e sua turma não paravam de me humilhar. Esse com certeza, foi o pior dia de minha vida.

   Saí correndo em direção á minha casa. Cheguei em menos de 10 minutos... É, até que eu não corro tão mal.

   Entrei, tomei um banho e almocei com meus pais. Nós somos uma família bem unida, e isso me ajuda muito.

Depois que comi, subi para o meu quarto e relaxei um pouco. Eu não aguento mais, cara. Mandy me odeia e faz de tudo pra me humilhar. Ah, como eu queria que fosse diferente...

   Enquanto milhões de coisas passavam em minha mente, o sono chegou, me impedindo de continuar com minhas ideias.

--------00--------

Acordei em um lugar completamente desconhecido por mim. Parecia... O céu...?? ESPERA AÍ! O CÉU? COMO ASSIM?! Estou sonhando, só pode.

Meus pés se afundavam em meio ás nuvens, mas, por algum motivo, não afundava. Era tão macio... Como vim parar aqui?

- Olá? Alguém pode me ajudar?--´falei, olhando em volta.

- Oi, Laura.-- uma voz atrás de mim falou, fazendo eu pular de susto.

- C-como sabe meu nome? -- gaguejei, me virando para ver a quem pertencia a voz, e me deparei com uma moça dos cabelos loiros, olhos azuis e muito bonita.

- Sei tudo sobre você. Se chama Laura Marie Marano, tem 17 anos, morreu enquanto dormia e...-- a interrompi, impedindo-a de continuar:

- Espera! Como assim eu morri? Você está mentindo! Não pode ser verdade!

- Sinto muito, querida. Todos partem um dia, e hoje, foi a sua vez. Também me senti assim quando aconteceu comigo. Se precisar de ajuda, sou Stephanie.

- Por favor, me explica isso direito.-- falei, já chorando rios e rios.

- Laura, já te expliquei. Todos partem um dia. Não tem mais o que falar. Você agora é um anjo e está no paraíso.

- Espera, eu estou aonde?-- não conseguia acreditar naquilo.

- No paraíso. Não se preocupe. Aqui não tem dor, ódio, ciúme nem rancor.

- Não acredito. E-eu sempre sonhei em vir pra cá.

- Pois agora está se realizando. Venha, vou te levar para conhecer os outros anjos.

- Posso te perguntar uma coisa?-- perguntei, enquanto caminhávamos.

- Claro.

- Como eu morri? Me mataram?

- Olha, eu não sei bem ao certo. Só sei que foi enquanto dormia. Mas não te mataram.

- E meus pais? Eles devem estar arrasados com a notícia.

- Sim, estão. Mas eles vão superar. Não totalmente, pois a perda de um filho é algo forte. Mas você pode transmitir paz para eles daqui, isso acalmará o coração deles. Você é um anjo, pode vencer os sentimentos ruins com seus dons.

- Sério? Eu vou poder ajuda-los daqui? Que máximo!

- Sim, é o máximo. Que bom que você superou isso rápido. Sabe, pra algumas pessoas, ficar longe dos pais é algo horrível.

- Mas é mesmo. Mas só de saber que poderei acompanha-los daqui, já me dá um alívio enorme.

- Entendo. Bem, chegamos. Seja bem-vinda.

 

O local estava cheio de anjos. Uau, as ruas das cidades eram mesmo de ouro e prata. Rochas manavam leite e mel. Tudo era muito lindo.

 

- Uau, Stephanie! Isso tudo é muito lindo!-- falei, enquanto olhava tudo envolta.

- É sim. Venha, vamos cantar.

- Sério? Vamos!

 

   E assim foi o meu primeiro dia no paraíso. Cantos, alegria, maravilhas e muito amor.

   Meu sonho se realizou! Dá pra acreditar? Estou tão feliz!

   Minha vida (N\A: ??) não poderia estar melhor.

--------------000----------------

10 anos depois...

   Dá pra acreditar? 10 anos se passaram desde que eu entrei no paraíso. E eles foram os melhores de todos os anos já vividos.

   E cá estou eu, novamente, em mais uma missão dos céus.

   Dessa vez, minha missão é ajudar um garoto. Ele tem problemas familiares e já até pensou em desistir de sua vida. Pelo o que me falaram, o nome dele é Ross, ele tem 17 anos e estuda na mesma escola que eu estudava quando era viva. Pera aí, o que?! Vou voltar á minha antiga escola? Não acredito! Que demais! Sabe, por mais que o céu seja MUITO LEGAL, senti saudades da escola... Dos livros, pra ser mais exata. Hehe...

   Vou ser mandada pra terra amanhã mesmo. Eu não sei por quê, mas estou achando que algo estranho vai acontecer nessa missão... Né por nada não.

   Mas enfim. Nada de pensamentos ruins. Tudo dará certo.

 

   Estou ansiosa para voltar e ver como tudo anda...

 


Notas Finais


E aí? Gostaram?
Me digam nos comentários o que vocês acharam, ok? Isso me ajudará MUITO.

Aqui está o link da música em que a fanfic é baseada: https://www.youtube.com/watch?v=1G4isv_Fylg

PS: me desculpem se o capítulo ficou chato, mas é que eu achei que vocês iam entender melhor, se soubessem como tudo REALMENTE começou pra Laura, tá?


Beijinhos e até mais, pessoal <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...