História Paradox - Taekook - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Chaehope, Kookv, Namjin, Taekook, Vkook, Yoonmin
Visualizações 120
Palavras 1.975
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Fluffy, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus amores, cá estou com o cap novo, nem demorei hein!
Antes de mais nada quero dizer que não conheço à fundo G-Dragon e Sehun (Exo), então foi apenas para contar de forma divertida o capítulo, não estou dizendo que ninguém é melhor que ninguém, é isso.
Se preparem porque são fortes emoções!
Boa leitura.

Capítulo 3 - Feliz Aniversário, Jimin!


Fanfic / Fanfiction Paradox - Taekook - Capítulo 3 - Feliz Aniversário, Jimin!

 

12, outubro de 2015

– Anda logo Jimin ou eu também vou acabar desistindo de ir – Disse apressando o baixinho que à pouco foi ''dispensado'' por Hoseok. O de cabelos vermelhos deixou apenas uma mensagem, já havia passado o dia com Jimin e não viu a namorada. 

Hobi [6:00pm]: Vou ficar te devendo essa Jiminnie, Rosé vai dormir aqui hoje

 Ela te mandou um feliz aniversário e disse que entrega seu presente amanhã, divirtam-se! 

– Calma Jeongguk, é que esse moletom é bonito mas essa camisa ficou melhor, você não acha? — Falava com uma camisa cinza nas mãos já vestido com um moletom branco.

– Eu acho que você fica muito bonito nos dois hyung, mas por favor vamos logo. — Respondi já impaciente com a demora. Hoje a pista de skate estaria cheia, inclusive de meninas.  

Jimin decidiu usar o moletom branco que já vestia, pegou seu skate novo que o presenteei, e juntos fomos até a casa de Fliperamas. Chegando lá, passamos apressadamente entre as máquinas indo direto para a porta dos fundos que dava acesso à pista de skate. O lugar estava cheio, algumas meninas cruzavam na pista fazendo manobras com seus skates, podia jurar que eram melhores que eu. 

Ficamos ali tentando algumas manobras e Jimin caiu diversas vezes tentando dar um giro de 360 com um ollie direto.

Não muito longe dali, ao lado da pista pessoas se reuniam, faltava pouco pra começar a batalha de hoje e eu estava feliz por não ter chegado depois da mesma. Adorava ver aquilo, tinha até vontade de subir e cantar junto mas não tinha tanta coragem assim. 

Ouvimos quando ligaram as caixas de som e um dos garotos mexia em seu notebook concentrado, ajeitando o som e em seguida os cabos. Colocou algumas músicas aleatórias pra tocar enquanto a batalha não começava, tirando do tédio quem estava ali só pela batalha. Sentei na parte alta da pista e observava o movimento enquanto curtia as músicas mentalmente. Era um desastre dançando. 

– MINHA MÚSICA NINGUÉM SAI – Vi quando Jimin pegou o skate na mão e veio correndo até mim.

– Vai hyung, mete bronca! – Ria incentivando o mesmo a dançar tomando o skate de suas mãos. 

Jimin adorava Twenty one Pilots e não conseguia se segurar quando tocava uma música deles, sendo triste ou animada, lá estava o hyung dançando. E como dançava bem!

– Lara rarara I don't wanna fall, fall away — Cantava fazendo passinhos com os pés. E cantava bem também! Ah, esse hyung... 

– Seu inglês tá cada dia melhor hein Jimin! — Elogiei o baixinho.

– Me chama de teacher, por favor — Falava fazendo uma cara de esnobe, logo caindo na gargalhada. Ri junto. 

Ouvi palmas e me virei para olhar, estavam aplaudindo Jimin, que vergonhoso fez uma reverência aos mesmos provocando ainda mais palmas. Ali no meio pude observar um garoto que por coincidência, era da nossa turma. Nunca troquei nenhuma palavra com ele mas conhecia sua voz, o mesmo batalhava na casa de Fliperamas.

– Ei Jeongguk, quem é aquele? Acho que já vi em algum lugar — Perguntava olhando pro garoto tentando encontrar em seus pensamentos o lugar onde havia visto o mesmo.

– Ele é da nossa sala, mas não sei o nome dele. Não o nome real. — Expliquei concentrado.

– Como assim nome real? Ele usa nome falso? — Perguntava curioso.  

– Não hyung — Ri da criatividade do mesmo – Ele canta rap aqui nas batalhas, usa o nome Agust D. 

– Ahh... Legal! — Jimin ainda encarava o de cabelos escuros. 

Depois de um tempo começaram as batalhas ao lado da pista e corremos para ver de perto, não perderia por nada. Começou com G-Dragon e Sehun, os dois faziam freestyles loucos e todo mundo gritava, eu dava pulos no lugar indo a loucura com cada rima que faziam, ambos eram muito bons. G-Dragon mandou seu último freestyle e Sehun observando o amigo, se perdeu dando automaticamente uma vitória para o mesmo.

Com intervalo de dois minutos Agust D veio à pista e as pessoas gritavam, era sua hora! Começaram a batalhar deixando todos em volta muito empolgados e boquiaberto com o talento dos mesmos, um mandava e o outro logo rebatia, até que depois de alguns minutos de rima G-Dragon começou a rir e deu tapas no amigo – Você tá ficando louco? — Ele era muito bom no que fazia não tinha como discordar. 

Após o término das batalhas nós decidimos ir embora, já estava tarde e a mãe de Jimin já havia ligado pedindo pra que o mesmo fosse logo para casa. Saindo da casa de fliperamas ouvimos alguém chamar, era Agust. Veio caminhando até onde Jimin e eu estávamos e olhou pra mim – Você vem muito aqui, né?

– Ahn, sim. Já me viu aqui? — Perguntei surpreso pois pensei que o mesmo não me reconheceria.  

– Sim, algumas vezes. Oi Jimin! — Olhava agora para o baixinho – Vi você dançando lá dentro, deveria montar um grupo ou algo assim, você dança bem. 

Jimin ficou surpreso, primeiro por ele saber seu nome e depois, por elogia-lo daquela forma. 

– Oh, obrigado... mas eu prefiro dançar assim sozinho meio desengonçado mesmo, se eu montasse um grupo iriam me expulsar – Respondia sem jeito, o garoto conseguiu deixa-lo sem graça. 

– É verdade hyung — Concordei para deixar o clima mais leve arrancando risada dos dois. O clima estava tenso, Yoongi e Jimin se encaravam.

– Qual o seu nome mesmo? Digo, o verdadeiro — Jimin perguntava.

– Min Yoongi, mas pode me chamar de Yoongi. — Apertaram as mãos. Logo o de cabelos escuros estendeu sua mão para mim e eu franzi o cenho. Que coisa é essa de apertar mãos? Aish. — Empurrei o mesmo com uma das mãos tocando o ombro fazendo que se desequilibrasse dando passos pra trás. – Jungkook — Falei. 

– Sem educação — Jimin completou o meu ''nome'' me fazendo rir. 

 

2, Dezembro de 2015

Fomos para a casa de Yoongi jogar e beber um pouco, a Sra. Min era tranquila e não brigava com a gente por beber, diferente da minha mãe. 

– Tô afim de mudar a cor do cabelo, que que cês acham? — Yoongi perguntava. 

– Acho da hora hein hyung, aquela cor tipo pele de leopardo — Falava pensativo.

– Mané pele de leopardo Jungkook — Jogou um travesseiro em mim. Hoseok ria. 

– Eu pintaria o meu de vermelho se já não fosse — Hoseok falava.

– Muito obrigado Hoseok, ajudou pra caramba — Yoongi falava fazendo um joinha com a mão.

– Aish, mas eu tô sem ideia. Rosa? Loiro? — Hoseok sugeria.

Jimin encarava Yoongi sorrindo, seus olhos brilhavam e nesse momento eu descobri que Jimin gostava de Yoongi. 

– Suga, pinta de azul! — Jimin falava. Só Jimin o chamava assim e sinceramente eu não fazia ideia do porquê, vou me lembrar de perguntar à ele depois. 

– Oh, azul é uma cor bonita, acho que vou de azul então — Falava animado.

– Eu gosto de azul — Falava encerrando o assunto.

– Hoseok vai com o Jimin pegar alguma coisa pra gente comer lá dentro, tô com fome. — Yoongi pedia.

– AIGOO, por que você não vai? — Jimin falava emburrado.

– Porque eu to pedindo por favor. Por favor pega lá? — Yoongi se ajoelhou juntando as mãos fazendo uma carinha de cachorro que caiu da mudança. Aquele hyung era inacreditável! 

– Aish... vamos logo antes que ele chore Jimin — Hoseok me olhou e puxou o baixinho para fora do quarto. Assim que os dois saíram, Yoongi deu um pulo da poltrona sentando próximo a mim.  

– Preciso te contar um segredo, só confio em você sobre isso — Falava apressado me assustando.

– Quem morreu?  Perguntei colocando a mão na boca.

– Ninguém seu idiota — Ficou quieto alguns segundos e suspirou – Jungkook, eu acho que o Jimin tá gostando de mim. 

– Você acha que o Jimin tá gostando Jimin? Não entendi — Perguntei me fazendo de sonso.

– Jungkook você tem problema de cabeça? Acho que tem, não é possível. Ele tá gostando de mim, eu acho. 

– AH! Agora eu entendi — Respirei fundo antes de começar a falar – Vou ser sincero com você, só você não tinha percebido, tá na cara que ele gosta de você — Falava óbvio. 

– Quê? Hoseok já sabe? — Assenti com a cabeça suspirando pesadamente. 

 – Por que você não me contou Jungkook? Achei que a gente era irmão — Yoongi falava dramatizando.

– E somos, mas ele também é meu amigo e eu decidi não me meter. Desde o dia em que vocês se conheceram eu percebi que ele ficou afim de você. 

– E agora o que eu faço? — Yoongi perguntava aflito.

– Me responde o óbvio né, você gosta dele também? 

– Eu? Ah... Eu não sei Jungkook, não sei como funciona isso de gostar ou não — Falava desconcertado mexendo as mãos. 

– Já sentiu vontade de beijar ele? — Rebati.

– Quê? — Yoongi me olhava incrédulo.

– Responde logo porra — Dei um tapa em sua perna fazendo sua pele branquinha ficar vermelha. Era mesmo muito forte.

– Já... — Respondeu baixinho.

– EU SABIA! — Falava rindo descontroladamente. 

– Para de rir caralho, ele vai ouvir — Yoongi falava com medo de Jimin aparecer. 

O que ele não sabia é que eu e Hoseok armamos para deixar os dois sozinhos em algum momento, e pra nossa felicidade os dois facilitaram tudo. 

– Suga, o Hoseok tá perguntando se você quer outra cerveja! — Jimin gritava do fim do corredor. Tapei a boca do Yoongi antes mesmo dele responder – Ele vai vir aqui e você beija ele, vou me esconder no banheiro e você diz que tô mijando se ele perguntar.

Yoongi me olhou assustado e assentiu rindo maléfico depois de voltar a si e entender o meu plano.

Fui correndo para o banheiro sem fazer barulho e tranquei a porta, coloquei uma orelha na mesma a fim de ouvir os dois, se é que eu ia conseguir ouvir algo. 

– Yoongi você não ouviu não? Tá surdo? — Ouvi Jimin falar, parecia já estar dentro do quarto.

– Jimin eu preciso conversar com você — Yoongi disse e em seguida ouvi a porta do quarto se fechar. AH MOLEQUE, HOJE TEM!

– O que foi? — Jimin dizia preocupado. 

– Preciso te perguntar uma coisa, promete que não vai rir ou mentir? — Yoongi estava tenso, sentia do banheiro.

Jimin riu assim que Yoongi terminou a pergunta – Ai espera — Respirou fundo

– Prometo, fala logo. 

– Você gosta de mim? — A voz de Yoongi falhou no ''gosta''.

– Jungkook te contou? Eu vou matar ele, cadê esse filho da mãe — Jimin falava alterado.

– Não Jimin ele não me contou. Tenho observado você esses dias e percebi que você é muito mais carinhoso comigo do que com os outros, você me olha de um jeito diferente. 

– E como você sabe que te olho de um jeito diferente? — Jimin rebateu.

O quarto ficou em silêncio por alguns segundos. JÁ SE BEIJARAM? SERÁ QUE POSSO SAIR? DROG...

A voz de Yoongi interrompeu meus pensamentos – Porque eu olho pra você do mesmo jeito que me olha, desejo você, tenho vontade de te beijar quando ficamos sozinhos e todas essas coisas, é por isso que eu sei. 

Se Jimin tinha um forno, o mesmo acabara de cair. Eu me mexia como um louco dentro do banheiro, finalmente eles assumiram!

– Posso te beijar? — Yoongi perguntou.

– Ahm, acho que não precisa pedir quando você já sabe a resposta.

Yoongi se aproximou de Jimin colocando uma mão sobre o rosto do mesmo fitando seus lábios, fez um carinho com o polegar em seu rosto e aproximou seus lábios dando um breve selar no mesmo, voltou lentamente o rosto para olha-lo à alguns centímetros de seu rosto e Jimin colocou a mão em sua nuca o aproximando novamente iniciando um beijo feroz e molhado, uma vez ou outra levava suas mãos até a cintura de Jimin colando mais ambos corpos.

– AÍ SIM HEIN! — Gritei saindo do banheiro interrompendo o beijo dos dois. 

– Jungkook se você atrapalhou algo aí eu vou subir e te encher de tapas! — Hoseok gritou das escadas.

– PODE SUBIR HOBI! — Jimin falava. 

E foi assim que eu descobri que o meu melhor amigo estava apaixonado, aliás, que os meus dois amigos estavam perdidamente apaixonados um pelo outro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


E aí o que vocês acharam? Eu shippo Yoonmin numa força da natureza galera que vocês não tem noção!
No próximo cap eu vou responder os comentários de vocês, desde sempre muito obrigada.
Happy birthday pequeno Jimin, amamos você!
Até logo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...