História Paralelos de um mundo esquecido - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Gray Fullbuster, Juvia Lockser
Tags Aventura, Fairy Tail, Graju, Gray, Gruvia, Juvia, Romance
Exibições 77
Palavras 2.125
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiii gente, o cap esta ai, espero q gostem>3<

Capítulo 20 - Treinamento


É incrível como o tempo passa rápido e você acha que superou alguma coisa. A verdade é que se foi real aquilo nunca vai parar de doer, talvez o tempo te ajude a se acostumar ou você vire um ótimo ator até pra si mesmo, mas passar, não, nunca. O mundo é cruel meu filho, e ele não faz a menor questão de poupar suas lágrimas, por isso se quiser rir da sua vitória para algo, ria pro mundo, ele é mimado e infantil, não está acostumado a ser enfrentado. Então, quando você o fizer ele irar vim com tudo pra cima de você, mas será fraco, pois o que e tem moral por semear o medo, estremecerá ao encontrar aquele não abaixa a cabeça diante do próprio

2 semanas depois:

-Abaixa! - gritei ao lançar uma bola de gelo da pirralha

- Quantas vezes eu vou ter que dizer? - ela lançou as costas para trás deixando o objeto passar a centímetros da própria- Não precisa avisar!

- Você mal começou e já quer ir com tudo? O que estamos treinando aqui é controle, não força ou qualquer outro tipo de coisa- levantei um escudo rapidamente ao meu lado parando uma bola de energia mágica que vinha na minha direção- Tsc! Tenham mais cuidado

- Desculpa, Gray-sama!- Juvia disse sem jeito

- Ótimos reflexos Gray- Maltor zombou de mim

Estávamos treinando, eu ensinava Mayu a controlar seus poderes e Maltor ensinava a Juvia a usar os seus. Enfim, Mayu aprende rápido, se já é forte hoje, daqui a uns anos quem vão ser os magos de classe SS perto dessa menina. Já Juvia está dando um trabalhinho a mais, tendo que fundir seus dois poderes, controlar os instintos, manter sempre os escudos maturais de pé e não usar muita magia para que o bebê não fosse afetado. É meio difícil mas ela vai acabar se acostumando

- Obrigado, o ataque é melhor ainda- retruquei

- Cuidado para não congelar um dos meus livros, se não terei que tirar a prova- treinávamos na biblioteca, é estranho, mas eu posso explicar. Maltor já havia dito que preparou toda a nossa vinda antes mesmo de saber quem traria, então essa casa foi projetada por ele, por isso me foi entregue tão rápido. A localização da biblioteca é um ponto estratégico, já que ele poderia nos observa e ter acesso a toda a cidade, isso mesmo, cada estante de livros grudada na parede era um túnel para os caminhos do labirinto, inclusive a fortaleza de Takio, uma vantagem, não?

Estávamos agora em uma ala vazia, com apenas outras estantes repletas de livros que desconhecia até mesmo a pronúncia de seus títulos. Mas por ser um lugar espaçoso e sem eco, foi perfeito para lá treinos

- Eu ia adorar isso- dessa vez estávamos apenas nos provocando, uma... brincadeira saudável

Eu e Maltor tínhamos uma relação meio bipolar. Uma hora estávamos em pé de guerra e na outra nos alfinetando, porém nunca em paz. Afinal eu não tenho tanta vocação pra trouxa assim para abaixar a guarda perto desse idiota

- Eu aposto no Gray- Mayu disse enxerida- Mas só se for em quem é a bixa mais boçal (N/A;O mais cu doce ele também ganha)

- O QUE?!- a olhei passado e Maltor começou a rir- Eu vou te por de castigo garota!

- Mas se for pra apostar de quem é o híbrido mais iludido eu aposto no Maltor- comecei a rir

- Essa é a minha menina

- Híbrido? Que história é essa?!- Maltor falou alarmado, e assim o treino virou uma discussão, logo após uma briga(sem o envolvimento da pirralha, óbvio) e acabou que no vai e vem uma das estantes ia cair em cima das nossas cabeças, não que não fosse merecido

Fomos parte do caminho andando e a outra rolando, até batermos numa das estantes e ela se vira sobre nós, sem outra reação ambos fechamos os olhos e esperamos o impacto. Mas espera...Eu não senti nada... Quando olhei a estante e todos os seus livros pairavam no ar bem acima de nós

- Juvia?- seus olhos meio azuis meio vermelhos indicava quem estava fazendo aquilo

- Isso é magnífico! - Maltor disse encantado

- O que? Não termos sido soterrados pelas suas páginas velhas?

- Livros! São livros! Tenha mais respeito! Brutamontes...- Ele apontou para a Ju- Olhe, ela está conseguindo, está dominando os seus poderes, o seu instinto protetor está falando mais alto

- E o que isso significa?

- Meu querido troll, sabendo o que faz a magia dela funcionar eu posso treina-la de modo mais eficiente

- A Juvia não quer ser chata, mas... VOCÊS PODERIAM SAIR DAÍ? - Levantamos o olhar para ela e praticamente corremos de lá

- Espera! - o “sábio” gritou- Não ponha isso no chão agora- ele foi para trás dela e pós seus braços entorno dos dela- Vá, concentre-se, é como manipular a água, basta querer- ela conseguiu, pôs a estante com facilidade no seu lugar- Isso! Defesa! É assim que você irá treinar!

- Como assim? - disse intrigado com tal animação

- Nós vamos tentar te matar

- COMO ASSIM?!

- Olhe! Juvia, ataque ele!

- A Juvia nunca faria isso! - falou assustada

- Eu não vou deixar que o acerte! Ela pode, não pode Gray?

- Se é para aprender... Pode mandar, eu já sobrevivi a coisas piores

- A Juvia não...- é hora de entrar no esquema

- Que Chuva irritante- a provoquei, ninguém ali entendeu, mas ela sim

- Gray-sama!

- Vai, ataca, eu quero ver!

- Não...

- Pinga, pinga... Faz tempo que eu não escuto isso- disse como se a esnobasse- Vamos! Eu quero ver água fervente, vai, onde está a mulher chuva? Morreu quando caiu aqui?

- A Juvia pode?- abri os braços

- O barulho da chuva não é tão irritante? - ela lançou uma bola de fogo negro contra mim, amigavelmente irritada, voei e bati contra a parede- Se o objetivo era deixar ela com raiva, parabéns pra mim que vou dormir no sofá- disse sem me mexer absorvendo o impacto, e que impacto

- Desculpa, Gray-sama! A Juvia sente muito! Ela não queria...- comecei a me levantar bem devagar

- Tudo bem, Ju, eu que mandei- e agora eu sei que irritar a Juvia, nunca mais. Encarei Maltor- Você não ia desviar o ataque?!

- Eu confiei nos seus reflexos- eu não deveria rir disso, não é?

- Ei!- gritei ao ser atacado por Malto, mas ele foi jogado contra a parede e um escudo se ergueu a minha volta, parando facilmente a esfera mágica lançada contra mim- Assim é melhor

- Viu, Gray? Tem um belo jeito de treinar a Juvia rapidamente, se a magia original dela vem átona com seus sentimento, essa será do mesmo jeito. E o instinto de defesa que ela tem sobre você é extremamente irônico, ela pode te matar, outra pessoa não pode nem mesmo olhar torto pra você

- Então... Você vai me atacar e a ela vai te atacar?

- Isso!

- Você se fudendo eu já estou feliz

- A Juvia não vai atacar ninguém! - sorri para ela

- Nem se a Mayu fizesse todas as tarefas da casa? Sem divisões, só ela e uma mini vassourinha- comecei a me aproximar dela

- Ei! Não prometa por mim! Vá arrumar a casa você! - Mayu disse revoltada

- Você tem que aprender isso rápido Juvia, antes que o bebê esteja num estado de formação mais elevado, por que você vai ter que usar o mínimo de magia o possível- isso era horrível, mas todos concordamos com Maltor, da pra imaginar coisa pior? Nós con-cor-da-mos, to-dos, é como a Erza rejeita bolo, impossível

- Se o Gray-sama estiver de bem com isso...- Me sentei no chão aos seus pés

- Estou esperando- cruzei os braços

- Mas não hoje... A Juvia não está se sentindo muito bem para continuar o treino- eu e Maltor nos entre olhamos

- Por que não vai descansar um pouco? Treinamos a manhã toda- o ex velhote falou compreensivo

- Eu só vou termina com a Mayu e já vou até lá- complementei

- Hay...- ela subiu as escadas devagar e sumiu de nossas vistas

- Ela ficou tão abatida do nada...- observou Mayu

- Acho que a fossamos um pouco, ela não é uma gravida qualquer. Gray, eu termino o treino da Mayu, acho que um pouco de sangue a faria bem- confirmei e fui atrás dela

Estava deitada na cama, toda enrolada e um pouco pálida, mas já esteve em situações piores... Até mesmo por minha causa. Sentei ao seu lado

- Está com fome- balançou a cabeça negativamente- Tem certeza? Eu acho que comer um pouco não ia te fazer mal

- Isso é só uma franqueza, Gray-sama- cobriu a cabeça com o lençol

- Teimosa- disse serio enquanto fazia um pequeno corte no pescoço para atrair sua atenção- Sente-se, eu sei que esse é o seu canto favorito

- O Gray-sama não deveria ter feito isso! - se descobriu rápido com o cheiro e virou o rosto para o lado oposto

- Se não quer acho melhor eu sair antes que suje a cama- quando estava me lentando ela pegou meu pulso e eu voltei para que pudesse se alimentar, como fez. Você não me engana mais senhorita Lockser

- Obrigada- deu um beijo onde acabara de tirar os dentes- Mas agora a Juvia só quer descansar um pouco...

- O que está sentindo?

- Sono...- se deitou novamente

- Só?

- A Juvia está tonta, mas não precisa se preocupar, ela não sente dor- fiquei a olhando- Põem a Juvia pra dormi? Dormi com o Gray-sama do lado é tão bom

- Tsc!- revirei os olhos- Está bem- me deitei ao seu lado e indiquei pra que ela viesse para perto de mim- Se sentir algo me diga, entendeu?- eu não obtive resposta...

***.

Desci as escadas com a toalha em volta do meu pescoço, depois que Juvia dormiu fui tomar um banho rápido, pra esfriar um pouco a cabeça. Mayu estava assistindo algum programa de tv quando a vi

- Eu posso ir vê-la? - desligou a tv e se virou para mim

- Ela está dormindo, mas...claro, suba- passou por mim correndo sem dizer mais nenhuma palavra- Respira Gray, respira- desci as escadas para o porão- Ei, gênio, essa crises agora vão ser frequentes? Ninguém vai poder fazer nada mesmo? Creio que precisamos.... Conversar

- Talvez sim, Talvez não. Apesar da transformação o bebê ainda é muito forte pra ela, ou seja, ele está constantemente drenando a energia dela, quando usa os poderes... Acabamos a forçando demais, causando abstinência de várias vitaminas, pra ela e para a criança que a suga ainda mais a procura de algo pra se saciar- ele pegou uma garrafa de whisky atrás de alguns livros da estante ao lado e me deu um copo

- Essa porra é um vampiro? Ou o que? - disse tomando um gole da bebida

- Quero ver falar assim na frente da mamãe urso

- Eu ainda tenho amor a minha vida, mesmo que pouco- rimos

- E continuando, na verdade nós não podemos fazer nada, lembra que eu disse que a Mayu era um demônio de cura? Uma das raças antigas, as do “bem”, ou que conseguiam viver em paz. Demônios do bem-riu- parece piada. Alguém da linhagem dela deve ser filho de um dos humanos que vieram pra cá e tiveram algumas aulas de anatomia, enfim, eu não posso ensinar, nem ninguém pode, mas ela tem um dom natural pra cura, podendo dar fim a qualquer mal. Agora ela precisa estimular esse dom, assim ela poderá ajudar

- Mas por enquanto não é algo com que possamos contar- consentiu. Virei o conteúdo do copo e Maltor me serviu outra dose- É muito cedo pra dizer que fudeu?

- Hm... Creio que sim- ele fez o mesmo com sua bebida- Ha, enquanto você estava lá em cima vocês foram convidados para um baile real, ótima oportunidade para apresentar o novo membro- ele me entregou uma carta com o selo real

- Agora você está vigiando a minha correspondência?

- Faz parte- li um pouco do conteúdo da carta

- Isso é daqui a um mês....

- Um baile de grande dimensão... É normal, se terminar ler vai ver que esse tempo foi introduzido para que os convidados se padronizem no tema e o castelo inteiro também

- Mas qual o motivo?

- Eu não sei, mas... Eu tenho uma ideia

1 mês depois:

- Quer dançar? - Takio disse para Juvia que gentilmente aceitou

- Seria uma honra 


Notas Finais


Iai? Oq acharam? Comentem ai
Bjsssss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...