História Parallel Lines - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, Personagens Originais, Seungri, T.O.P, Taeyang
Tags Bigbang, Daesung, Gdragon, Kpop, Seungri, Taeyang, Top
Exibições 58
Palavras 1.364
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi oi! Voltei mais cedo, pois é aushausha
Espero que gostem;

Boa leitura ;)

Capítulo 2 - Chat II - Cat (?)


A percepção das horas havia sumido pouco há pouco, conversei tanto com aquele garoto que nem mesmo percebi quando capotei sem terminar de arrumar nada da bendita casa. E com o celular desbloqueado, para completar a situação.

Olhei para o pequeno relógio vendo os numerais 02:43 brilharem numa luz branca e o pequeno símbolo de notificação no canto esquerdo; ou melhor, cinco delas.

– Ai que merda... – Resmunguei baixinho, pressentindo que ryuu tinha me chamado até dizer chega ou até cogitar a ideia de que eu morri.

__ryuuKG__ 23:30 :
Que outros grupos você escuta?
00:12 :
... Naolin?
Ow, cadê você?
01:47 :
NAOLIN, DESGREMA
Ou você brota aqui em quinze minutos ou eu vou te dar um tapa

Esse é daqueles que responde de imediato, tadinho, vai sofrer comigo quando eu começar a ficar lerda para responder. Cocei os olhos e olhei para a janela, totalmente escuro. Suspirei, teria trabalho dobrado hoje em casa.

Provavelmente ele deve estar dormindo a essa hora, em plena madrugada. Me sentei vagarosamente sentindo que meu corpo implorava pela cama quentinha e ela pelo peso de 51kg que era eu.

– Ah quer saber, foda-se – Me rendi após discutir mentalmente comigo mesma por uns minutos se enviava uma mensagem agora, ou não.

InGDylin 02:46 :
Estou aqui, ryuu
Dormi sem querer, foi mal

Mal deu tempo de eu soltar o celular na mesa de cabeceira e ouvi o toque de notificação se repetir quatro vezes e peguei o aparelho novamente. Quem diria, ele estava acordado sim; acabei sorrindo levemente.

__ryuuKG__ 02:46 :
Oh meu deus! A abduzida retornou!
Como são os E.T's em plutão? Conta tudo, miga
Na verdade, pouco importa sua abdução agora
Estamos falando de ética. Não deixe o amiguinho no vácuo

InGDylin 02:47 :
Nossa tudo isso só porque dormi? Kk
Lembro como foi lá não, desculpa :B
Sorryyy, perdoa minha preguiça e não desiste de mim.

__ryuuKG__ 02:48 :
Tá, eu desculpo dessa vez ;3
Poxa, migasegjt

InGDylin 02:48 :
... Que caralhos foi isso?

__ryuuKG__ 02:50 :
Er... meu gato voou aqui na minha cara
<:3

InGDylin 02:52 :
Você tem um gato?!
Mds deixa eu ver?
*U*

__ryuuKG__ 02:53 :
Tenho sim
Er... agora não dá ;-;
Ele está na casa de um amigo

InGDylin 02:53 :
Pera
Então como que ele voou na sua cara, criatura?
Não minta pra mim.

Péssimo sinal, os perigos de relações virtuais começam por aí. Ele mentiu – e é um péssimo mentiroso, por sinal –. Senti que o sono não retornaria mais de jeito nenhum e levantei da cama, desci até a cozinha ainda com o celular seguro em minha mão esperando a vibração que sinalizaria uma nova mensagem. No cômodo, me servi de besteiras entre: cookies, salgadinhos e docinhos.

Naolin Eom, não pense merda sobre Jeon Jungkook e esses cookies.

O celular encima da mesa vibrou, e do jeito que o móvel vibrou junto, provavelmente até um surdo teria escutado. Era apenas uma única e simples mensagem.

__ryuuKG__ 03:00 : 
Me desculpa.

| GD - on |

– Sua ANTA! Você é o pior mentiroso que eu já vi na minha vida, Ji-Yong! E olha que eu roubei dois pacotes inteiros de doces da minha mãe com QUATRO anos e ela nunca descobriu que fui eu, melhore! – Meu ombro foi castigado por irritantes tapas de Daesung por vários minutos. Me torci no sofá até escapar do acesso de indignação. – Como se ela fosse burra.

– Né – Seungri, o culpado pela minha bugada no inglês da mensagem, se intrometeu descaradamente.

Revirei os olhos, agora nem era por me julgarem sobre Naolin, e sim por estarem incentivando até demais. Uma inquietude enorme me fazia manter o corpo sempre em movimento, bloqueando e desbloqueando o celular, olhando para todos os lados do dormitório.

Merda Kwon Ji-Yong, por que a simples mensagem "Não minta para mim" faz com que eu me sinta como se eu tivesse feito algo muito errado?

A única coisa que eu pude pensar em dizer era um pedido de desculpas, e o fiz. Porém, como explicar que foi o fucking maknae do BIGBANG, o culpado e que me levou à mentir, sem estragar meu disfarçe e o plano ir por água abaixo? Aigoo.

– Ela respondeu – Informou Dae, segurando minha nuca e me fazendo olhar para a tela.

InGDylin 03:03 :
Tá bem.
Mas não minta de novo :)
Mano, eu devia estar dormindo agora, tá muito tarde

__ryuuKG__ 03:03 :
Não me deixe T.T
Você dorme depois :3

InGDylin 03:04 :
Não posso ;-;
Tenho aula de dança cedo amanhã ... hoje, ah, foda-se, enfim
E Akira vai me matar se eu faltar ¬¬
Boa noite

__ryuuKG__ 03:06 :
AFF! Boa Noite/Dia
... Quem é Akira?
Naolin, Naolin, Naolin
NAOLIN! Naolin quem é Akira?!
DEMONHA! Vacilão por vácuo morre cedo

Bufei largando o celular em minha perna, mancada a dela de me deixar falando sozinho – mesmo que seja verdade que lá no Brasil deve ser cedo demais, ao contrário daqui – e me deixando aqui com essas quatro criaturas espiatórias da minha vida.

– Eita hyung... pelo jeito ela tem algum compromisso – Cutucou Daesung, sorrindo divertido.

– Cale a boquis, antes que eu faça você engolir o figurino de amanhã.

|GD - off |

07:27 a.m

O conforto da minha cama quentinha pela manhã é a melhor coisa da vida depois de comida, mas minha vontade de xingar a luz por bater em meu rosto logo cedo era bem maior. Ainda não estou pronta para colocar a cara no Sol, Sol.

Abrir os olhos – que já são pequenos like a Park Jimin – foi uma tarefa árdua e feita lentamente, certeza que tão os mesmos risquinhos de antes. Enquanto vestia um short preto, uma cropped laranja e um coturno preto, fitei-me no espelho por alguns minutos, especificamente a lateral. Ideias surgindo em mente.

Saí de minhas brisas e peguei o celular e a bolsa e saí de casa, o caminho era curto para minha sorte já que o Sol estava forte o suficiente para fritar um ovo, aposto. Suspirei de alegria ao sentir o jato de ar frio do estúdio passar por meu rosto.

– Akira? – Chamei pelo dongsaeng, conhecendo-o, ele já estaria por ali.

– Lin chan! – Só senti o choque do corpo maior contra o meu em um abraço forte que me tirou do chão. Akira sempre agitado. – Achei que não viria mais.

Se não fosse por nossos diferentes parentescos e diferençiações na aparência – ele descendente de japoneses, e eu, indígenas nativos – podiamos ser primos. Seria maneiro, momentos.

Seguimos juntos para a sala de dança e deixei minhas coisas guardadas no canto, revirei a bolsa em busca de calmantes. Acostumei-me a eles, eram a única maneira de eu poder dançar sem me preocupar com a corofobia. Akira estreitou os olhos de forma que se transformaram em dois risquinhos quando engoli os quatro comprimidos a seco.

É, quatro.

– Hoje você dança solo monamour – O japonês suavizou a expressão e saltitou até mim e começou a escolher a música. – Vai continuar treinando o que hoje, Ringa Linga ou Good Boy?

– ... Não me deixe indecisa, puto – Fiz bico lhe dando um leve tapa no ombro. Ambas as músicas são maravilhosas e por enquanto, os maiores sonhos da minha vida em aprender. – Tá, Good Boy.

– G-Dragon domina sua alma mesmo.

– Só notou agora? – Ri boba, desde o início do BIGBANG o conhecia e desde sempre foi o ultimate. Trouxa profissional há anos.

Peguei o celular e mandei uma rápida mensagem para ryuu, não sei quando ele veria, mas não faria mal lhe mandar uma coisinha ou outra.

InGDylin 07:50 :
Estou indo dançar agora, pelo amor de GD me deseja sorte
Só vou voltar a tocar no celular em umas duas horas
Espero que tenha um bom dia :)

Deixei o celular no canto e rumei para o meio da sala, sentia o efeito dos calmantes tomando conta e uma tranquilidade enorme em tudo que fazia. Vi Akira se aproximar de meu celular, não sei o que aquele projeto de asiático foi fazer, mas ignorei.

A música começou, e respirei fundo. Eu vou superar essa maldita fobia. As vozes de G-Dragon e Taeyang invadiram meus ouvidos.

E comecei a seguir a coreografia em minha memória.


Notas Finais


Não me aguentei <3 e pode-se dizer que minha ex-namorada deu uma forcinha para o capítulo sair logo.
Sorry erros restantes possíveis. E obrigada aos que favoritaram, de verdade. ❤

Não aprendam a mentir como Kwon Ji-Yong :v


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...