História Paranormais - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, , Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hidan, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Kakuzu, Kankuro, Karin, Kiba Inuzuka, Kisame Hoshigaki, Konan, Konohamaru, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Pain, Personagens Originais, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shion, Suigetsu Hozuki, Tayuya, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Akatsuki, Aventura, Ficção, Gaaino, Konohana, Mistério, Naruhina, Naruto, Nejiten, Romance, Sasusaku, Shikatema, Sobrenatural
Exibições 123
Palavras 5.558
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá, queridos leitores. Eu sou a Hidden Queen e hoje trago para vocês o primeiro capítulo de Paranormais. Animados? Eu estou!

Então, queria esclarecer umas coisas sobre esta fanfic antes de vocês começarem à ler:

• Adicionarei personagens de total autoridade minha;
• A personalidade de alguns dos personagens já existentes são de minha autoridade;
• Alguns personagens têm os poderes relacionados com os verdadeiros no anime, como por exemplo, o Gaara. Já outros tem poderes totalmente aleatórios.
•Algums dos personagens da Akatsuki serão irmãos de outros personagens existentes no anime, como por exemplo, Pain, que será irmão de Sakura. Tomei esta decisão para deixar a história mais adaptadas para meus melhores planos;
• Sempre leiam as notas finais e iniciais, mesmo que você esteja lendo esta fanfic anos depois de ela ter sido terminada. Sempre leia, sempre.

Deixarei nas notas finais a idade, os poderes e a base dos alunos e dos Hokages que aparecerão neste capítulo.

Boa leitura, amores. Nos vemos nas notas finais.

Capítulo 1 - First


Fanfic / Fanfiction Paranormais - Capítulo 1 - First


 

LEIAM AS NOTAS INICIAIS

 

PΛЯΛЛФЯMΛłS

ϾΛPíТUŁФ 1 

ΛPЯΞЛÐłZΞS

 

 

Os oito jovens eram escoltados até suas celas, cinco algemas tinham sido postas em cada um deles, dezenas de homens estavam ali, armados e atentos à todos os movimentos dos garotos. 

     

- Então é aqui que vocês prendem... gente como nós? – Indagou a jovem de cabelos azuis, Konan, sem obter resposta. 
     

- Acho que nós causamos um pouco de medo em vocês. – Um garoto, cujo os cabelos um tanto longos eram em um tom de lilás, falou com um sorriso de canto em seus lábios. Seu nome era Hidan.
     

O lugar onde se encontravam era enorme, possuía várias celas muito reforçadas, como se os prisioneiros que ali ficavam fossem dragões. Mas quem dera se fossem, o que aprisionavam ali era algo bem pior no ponto de vista da sociedade.

     

- Vocês é que deveriam ter medo de nós, crianças. – Um dos homens disse.
     

Os jovens apenas riram. Riram porque aqueles humanos eram uma figura por acharem que realmente podiam contra eles.
     

Por mais que fossem jovens, os oito já aviam atingido a fase adulta, eles tinham entre 20 e 23 anos de idade. Mas, realmente, possuíam o comportamento de adolescentes. Esses garotos não tinham a menor responsabilidade, eles só queriam diversão. Queriam também provar para o mundo que os Paranormais são os mais fortes, e que são o verdadeiro propósito de Deus. Pelo menos era isso que este grupo de jovens, mais conhecidos como Akatsuki, pensava.
     

A Akatsuki tinha como um dos principais objetivo resgatar Paranormais perdidos e deslocados no mundo.

O lugar onde eles se encontravam parecia estar vazio, o silêncio e o frio tomavam conta do imenso local. Várias celas  vazias preenchiam, tanto o primeiro, quanto o segundo andar. Era possível ouvir os batimentos cardíacos daqueles a seu lado de tão quieto que estava aquele ambiente e aquelas pessoas. 
     

Os oito, que antes estavam um atrás do outro, formando uma fila, agora foram separados, uns para a esquerda, outros para direita, e os que sobraram para o andar de cima. Cada um era levado por dois homens, até sua devida cela.  
     

No corredor do andar de baixo, se encontrava Konan, Itachi, Kisame e  Kakuzu.
     

No corredor do segundo andar estavam Pain, Tobi, Hidan e Deidara.
     

Pain olhou para seus amigos e viu que, assim como ele, os mesmos estavam prestes a serem jogados naquelas "super celas". Por mais que elas fossem muito reforçadas, não aparentavam ser algo que os membros da Akatsuki não pudessem destruir, mas quanto menos esforço e tempo, melhor. Então Pain deu um assovio que ecoou agudamente por todo aquele local frio e escuro. Ao escutar o sinal, os outros jovens derrubaram os guardas, que os seguravam, em um só golpe. 
     

Assim que perceberam o que estava acontecendo, os outros guardas começaram a atirar nos oito, mas não adiantava nada. Cada um, usando uma técnica diferente, desviava ou detia as balas. Todas elas. Os jovens nocauteavam os agentes usando seus poderes ou apenas com um mísero golpe. Ficaram nessa "luta" até que não houvesse nenhum guarda de pé. O que não demorou mais três minutos.
     

- Será que eles estão mortos? – Perguntou Tobi olhando curiosamente para os guardas caídos no chão.
     

- Quem se importa?! Vamos logo. – Disse Konan. – Temos que encontrar o...
     

- Ei, gente! Venham ver o que eu encontrei! – Gritou Deidara, do segundo andar. 
     

- O quê você encontrou? – Perguntou Pain, um tanto intrigado.
     

- Venham ver. – Insistiu o loiro. 
     

Alguns bufaram, outros reviraram os olhos, mas todos subiram para o andar de cima e foram de encontro ao amigo que estava parado em frente à última cela do corredor, olhando para dentro da mesma. 
     

Assim que os outros olharam dentro da cela, ficaram surpresos. Muito surpresos. 
     

- Quem é ela? – Perguntou Kisame.
     

- Eu não sei. – Deidara respondeu.
     

- Pain, você disse que a última vez que eles capturaram um de nós foi há mais de quinze anos. – Konan falou.
     

- Mas é verdade. O próprio presidente disse isso. – Pain falou fitando a garota de longos cabelos ondulados e platinados deitada no chão daquela cela.
     

- Vai ver eles mentiram. – Hidan deu de ombros. 
   

- Não, ele não disse isso para a imprensa, Itachi invadiu os arquivos confidenciais do FBI e nós assistimos a gravação da última reunião que eles tiveram com o governo. Eles mencionaram que não capturaram nenhum Paranormal há mais de quinze anos. – Explicou Pain.
     

- É verdade. – Concluiu Itachi. – Essa garota não deve um Paranormal, então.
     

- Então por que ela está aqui? – Indagou Tobi. 
     

- Ela é um paranormal, sim. – Kakuzu falou. 
     

- Como você tem tanta certeza? – Inquiriu Tobi. 
     

- Olhem só, as marcas de queimadura e cortes em seu corpo. A cor de sua pele, pontos, algumas unhas estão faltando pedaços... Ela está sendo usada para experimentos, e talvez até esteja sendo torturada também. É uma de nós, sem dúvida alguma! – Explicou Kakuzu.
   

- Coitada. – Kisame falou balanço sua cabeça negativamente. 
   

- Espera! Okay, ela é uma de nós, mas se formos julgar pela aparência esta garota não tem mais do que 18 anos de idade, então se faz mais de quinze anos que eles não capturam nenhum Paranomal, quer dizer que... – Hidan  começou.
     

- Quer dizer que ela está aqui desde que nasceu. – Pain conclui, interrompendo Hidan e deixando todos perplexos.
     

- Não pode ser! – Kisame disse, incrédulo.
     

- Quem é essa garota? – Sussurrou Itachi, indignado. 
     

- Eu não sei, mas nós vamos descobrir. – Concluiu Deidara tomando a garota em seus braços. 
     

- O que você está fazendo? – Perguntou Konan com uma das sobrancelhas arqueadas.
     

- Ela vem conosco. – O loiro respondeu. – Temos que ajudá-la. E nós vamos descobrir quem ela é.

- Mas e se ela não for ninguém? – Indagou Konan.

- Não irei deixar de ajudá-la só por isso. – Respondeu Deidara.

 

Sakura POV

 

Acordei com o alarme do meu celular. Não importa qual música eu coloque, SEMPRE VAI SER UMA MERDA OUVI-LA ÀS SEIS DA MANHÃ. 

 

Ah, que falta de gentileza a minha, nem me apresentei. Eu tenho que me apresentar, né? Geralmente quem começa narrando se apresenta. Af, a produção não me passou nenhuma instrução. 

Ah, oi! Como vão? Espera, algo de certo não está errado. Calma, acho que errei.

 

Ah, chega de enrolação. Bem, sou Sakura Haruno, tenho 17 anos e sou uma Paranormal. 

 

Não sabe o que é um Paranormal? Irei te explicar! Bem, Paranormais são pessoas que nascem com dons sobre-humanos. Nós, Paranormais, somos vistos como uma ameaça para a sociedade, então o governo nos caça com o objetivo de nos eliminar ou até mesmo nos torturar, ou nos usar para experimentos. Por isso nos escondemos dos humanos em nossas bases.

 

Meu poder sobre-humano é a cura, tanto em mim mesma, quanto nos outros. Sempre que me machuco fisicamente, segundos depois o ferimento some, e eu posso fazer isso nas feridas físicas de outros seres vivos também, basta eu  tocar no local machucado. Isso também funciona na restauração de plantas. E minha base é a Base 1.

 

Existem 6 bases paranormais. Cada base tem seu Hokage. Há alguns anos atrás, alguns paranormais decidiram montar um sistema de segurança para acolher os outros paranormais desprotegidos do planeta terra. Então eles fundaram seis bases e elegeram entre si seis paranormais como Hokages de cada base. O Hokage da Base 1, é chamado de Primeiro Hokage; o da Base 2, de Segundo Hogake, e assim vai, até o Sexto Hokage, que é o Hogake da Base 6. 

 

As bases são como pequenas cidades, e são escondidas por um campo de força feito por um feitiço de ilusão que faz com que olhos não-sobrenaturais não possam enxergar.

 

Existe uma base em cada continente. A Base 1 fica na Oceania; a Base 2, na Europa; a Base 3, na Ásia; A Base 4, na América; A 5, na África; e a 6, na Antártida.

 

Apesar de cada Hokage ter sua base, eles não vivem nelas. Vivem na ATP, e visitam constantemente todas as bases.

Como os Hokages não ficam sempre em suas próprias bases, cada base tem o seu guardião. Mas os guardiões não vêm ao caso agora.

Enfim, acho que expliquei tudo que vocês têm que saber para continuar lendo.

Ah! Hoje é um dia especial para os paranormais aprendizes que completaram o estágio um do treinamento, pois será o dia em que nos passarão as instruções para nos mudarmos para a ATP, a Academia de Treinamento para Paranormais. Sempre que um paranormal completa seu treinamento fundamental, ele é transferido para a sede de treinamento principal, a ATP, um castelo enorme onde treinamos por seis anos até atingirmos o nível ômega e sermos paranormais com poder total.

     

Me levantei e fui para o banheiro, fiz minha higiene matinal, peguei uma roupa qualquer em meu armário e me vesti. Calcei uma sapatilha preta e desci para tomar o café da manhã. 
     

- Bom dia, mãe. – Falei me sentando à mesa. – Onde está o papai? 

 

- Estou aqui, princesa! – Disse meu pai, me surpreendendo com um abraço. – Bom dia! 

     

- Bom dia! – Minha mãe e eu falamos em uníssono. 
     

- Dormiram bem? – Ele perguntou. 
     

- Teria dormido melhor se você não tivesse roncado feito um porco dirigindo um trator. – Falou minha mãe, com cara de poucos amigos, fazendo com que eu risse e meu pai fizesse careta. 
     

- Ah, é assim, então? – Meu pai perguntou cruzando os braços. 
     

- É assim, sim! – Minha mãe respondeu fazendo o mesmo movimento que meu pai. 
     

Às vezes eu acho que esse dois ainda tem a minha idade. 
     

- Bom, pessoal, eu já vou indo, okay?! – Falei me levantando e pegando minha mochila que eu havia colocado na cadeiras  ao lado. 
     

- Ué, já vai? – Indagou meu pai arqueando as sobrancelhas. 
     

- Sim, hoje é o dia em que nos passarão as instruções sobre nossa ida para a ATP, estou muito ansiosa e não quero me atrasar. – Falei dando um beijo em meu pai, e em seguida em minha mãe.
     

- Mas você nem tocou na comida. – Disse minha mãe, seguindo meus movimentos até a porta com seus olhos. 
     

- Não estou com fome, mais tarde eu como alguma coisa lá no Centro de Treinamento.
     

- Mas... – Começou ela.
     

- Até mais! – A interrompi saindo de casa.

 

 

 

 

- Ai, finalmente você chegou, testuda! – Ino exclamou vindo em minha direção. – Você acha que eu estou bem? Estou com olheiras? O meu cabelo está bagunçado? A minha cara está toda amassada, né? Eu estou um bagaço, eu sei!

 

Ino era minha melhor amiga desde sempre. Ela, assim como eu, também é da Base 1. Seu poder é premonição. Ela consegue ver o futuro, ainda não é capaz de controlar totalmente o que vê, mas seu pode é bem útil, principalmente quando ela consegue ver os professores fazendo a correção da prova antes de tal ser aplicada. Adoro o poder dela!

 

- Que bom que você sabe, Ino! – Tenten disse sorrindo, vindo de encontro à nós. 

 

Tenten também era minha amiga, apesar de eu não a ver com tanta frequências quanto Ino, pois ela é da base 6.

 

O que ela está fazendo na base 1 se é da Base 6? Bem, como hoje é um dia importante, todos os aprendizes que estão prestes a iniciar o estágio 2 estão reunidos aqui na Base 1. Creio que  alguns dos Hokages também estarão aqui.
     

- Bom dia pra você também, Tenten! – Ino disse debochada. 
     

- Bom dia, bagaceira! – Tenten respondeu e soltou uma gargalhada em seguida. Ino a olhou com os olhos semicerrados.
     

- Bom dia, Tenten, bom dia, Ino.– Falei. Eu sim tenho bons modos. 
     

- Bom dia. – Elas responderam em uníssono. 
     

- Estão ansiosas para começar o a segunda fase do treinamento? – Perguntei animada. 
     

- Minha aparência responde a sua pergunta. – Ino respondeu com cara de tédio, fazendo-me rir. 
     

- Nem tô. – Tenten respondeu dando de ombros. Ino e eu a olhamos com as sobrancelhas arqueadas. – Ai, tá bom! Talvez eu esteja um pouco nervosa... OU TALVEZ MUITO! AI MEU DEUS, EU TO COM MEDO, E SE EU NÃO CONSEGUIR CONTROLAR MEUS PODERES DIREITO OU NÃO SER FORTE O SUFICIENTE E SER BANINDA DA SOCIEDADE PARANORMAL E ENTREGADA PARA O GOVERNO? ELES VÃO ME FAZER DE COBAIA! EU VOU VIRAR UM RATO DE LABORATÓRIO! EU ODEIO RATOS! SERÁ QUE VAI CRESCER UM RABO EM MIM? MEU DEUS, VAI SAIR UM RABO DO MEU CU! – Ela gritava um pouco (muito) nervosa. Todos que estavam no pátio direcionaram sua atenção para ela. 
     

- Calma, Tenten! Mesmo que você seja um fracasso, um desastre, uma tragédia, ou uma lastima, eles não vão te expulsar daqui. – Falei tentando acalmá-la. Acho que deu certo.
     

- Ah, não? – Perguntou me olhando, mais calma. Neguei com a cabeça. – Ah, então tá de boa. – Deu de ombros.
     

- A LOUCA JÁ COMEÇOU A DAR CHILIQUE, É? – Kiba gritou do outro lado do pátio.
     

Eu estava prestes a dizer para Tenten simplesmente ignorá-lo, mas seria em vão. A morena já estava indo na direção de Kiba, furiosa. 
     

- VOCÊ ME CHAMOU DE LOUCA, É? – Gritou ela.
     

- Que bom que você não está surda. – Kiba disse, sorrindo cínico.
     

Ino e eu nos entreolhamos, suspiramos e fomos até nossa amiga. 
    

Os meninos gostavam de irritar Tenten porque ela sempre dava uns chiliques engraçados, infantil isso, eu sei. Fazer o quê.

Mas quando a pessoa que irrita Tenten é o Kiba, ao invés de dar chiliques engraçados, ela roda a baiana mesmo. Talvez o fato de ele ser o ex-namorado dela explica isso. Ah! Ele também é da Base 6, seu poder é mutação, ele pode se trasformar em qualquer coisa, desde seres animados à  inanimados.
     

- OLHA AQUI, GAROTO! VOCÊ TOMA CUIDADO COM O QUE SAI DESSA TUA BOCA DE PATO ABORTADO, PORQUE UMA HORA EU VOU PEGAR UMA TORA BEM GROSSA E ENFIAR BEM NO MEIO DO TEU... – Tenten começou, quase soltando faíscas pelos olhos. Não que esse fosse o poder dela, é só maneira desfalcar mesmo. Ela tem telecinese.
     

- E ae, povo! O quê que tá pegando, hein? – Temari interrompeu Tenten, enquanto vinha em nossa direção. 

 

Obrigada, Temari.

 

Temari tem uma personalidade um tanto forte, mas é gente boa. Sua base é a 3 e seus poderes são grito super-sônico e super força. Sim, ela tem dois poderes. Algumas pessoas têm a sorte de nascer com dous poderes, e isso não é assim tão raro de acontecer.
     

- TÁ PEGANDO QUE ESSE QUENGO AQUI TÁ QUERENDO LEVAR UM MURRO BEM ESMURRADO NO MEIO DA CARA! – Berrou Tenten quase pulando no pescoço de Kiba. Não, pera, "quase", não. Ela fez mesmo isso. 
     

Jesus. 
     

- AAAAH, ME LARGA, SUA MALUCA! – Kiba gritava enquanto tentava tirar Tenten de suas costas. 
     

Acho que eu deveria ajudar o pobre coitado do Kiba, mas fiquei rindo. Assim como todo mundo. Só o que era possível escutar no pátio naquele momento eram as risadas de quem estava assistindo aquela "briga de casal" e, claro, os gritos de desespero de Kiba e os gritos de raiva de Tenten.
     

Cômico.
     

- MEU DEUS DO CÉU! O QUE QUE ESTÁ ACONTECENDO AQUI?!?! – Avistei Hinata gritando enquanto corria até Kiba e Tenten. – PARA COM ISSO, TENTEN! LARGA O MENINO! VOCÊS VÃO MESMO FICAR RINDO??? FAÇAM ALGUMA COISA!! NARUTO? NEJI? SHINO? TEMARI? – Ela gritou desesperada. – MEXAM-SE!

 

Esta é a doce Hinata Hyuuga. Um ano pessoa calma e serena. Seu poder é retrocognição, esse poder, ao contrário do de Ino, permite que Hinata possa ver coisas que aconteceram no passado.

 

- Eu não, já apanhei da Tenten uma vez, e nós erámos pequenos. Ela já era forte pra caramba naquela época, imagina agora! Não quero isso pra mim de novo. – Neji disse saindo dali.
     

Neji Hyuuga é primo de Hinata e é um cara centrado e pacífico. Acho que é mal de Hyuuga ser civilizado. Seus poderes são sentidos super aguçados  mimetismo vulcânico. Como eu disse antes, nascer com dois poderes não é tão raro assim.

- COVARDE! – Hina gritou vendo Neji entrar no prédio do Centro de Treinamento. A mesma bufou ao ser ignorada pelo primo. – E VOCÊS? VÃO CONTINUAR PARADOS AÍ? 
     

Mais uma vez, Hinata foi ignorada. Tadinha, desse jeito vai acabar se casando com o vácuo.
     

O pátio estaria em total silêncio se Kiba e Tenten não estivessem gritando ainda. 
     

- Narutinho... – Hinata começou à falar com uma voz toda fofinha, enquanto tocava as pontinhas de seus dedos indicadores umas nas outras. – Faz eles pararem de brigar, por favorzinho, vaai! – Ela olhou nos olhos de Naruto, que também era um dos espectadores daquela briga, enquanto fazia biquinho. 
     

Jogo baixo com o pobre Naruto, ninguém resiste à um pedido feito pela Hinata desse jeito.

     

- Okay, okay... – Naruto suspirou e se multiplicou. Agora tinham dois Narutos ali.

Pois é, multiplicação era o poder de Naruto, da Base 4.
     

Os Narutos foram até Tenten e Kiba, e tiraram a morena de cima do Inuzuka, que já estava todo arranhado e com alguns leves hematomas. Depois, um dos Narutos sumiu e só um – que devia ser o verdadeiro – segurava Tenten, que se rebatia e o xingava.

     

Só eu que acho o poder do Naruto foda pra caralho?
   

- ME LARGA, SUA DESGRAÇA! – Gritava Tenten, enquanto esperneava e dava socos nos braços de Naturo.
     

- CALMA, MULHER! – Naruto gritou.
 

- CALMA O CARALHO, ME LARGA LOGO, PROGETO DE NAMORADO DA BARBIE DE CAMELÔ! – Tenten gritou arranhando os braços de Naruto.
     

- AI, AI, AAAI, PARA COM ISSO, SUA DOENTE! – Berrou Naruto.
     

- SOU DOENTE MESMO, ALGUM POBREMA? – Tenten berrou de volta.
     

- Problema, Tenten, problema! – Hinata e eu falamos em uníssono.
     

Digamos que Tenten já arrumou briga com o português também, e agora eles não se dão muito bem. Nossa, que metáfora ótima, Sakura, adorei, super combinou com a Tenten! Ai como eu sou demais. Pera, o quê? Acho que loucura é contagioso.
     

- QUE SE FODA-SE ESSES PORTUGUÊSES AÍ, TÔ POUCO ME FERRANDO PRA ISSO! – Gritou ela. 
     

Hina e eu nos entreolhamos e suspiramos. Eu até corrigiria os erros na frase que Tenten acabara de dizer mas eu não estou afim de ficar que nem o Kiba, e acho que Hinata também não, pois ela também ficou calada.
     

- Posso saber o que está acontecendo aqui? – O Quarto  Hokage apareceu, do nada, ao lado de Tenten e Naruto. 
     

Teleporte era um dos poderes dele. O outro era Aerocinese.
     

- SEU FILHO NÃO QUER ME LARGAR, QUARTO HOKAGE BONITÃO! – Tenten gritou.

Sim, ela disse mesmo "bonitão". Ela chama Minato assim desde que consigo me lembrar. Ah, ela tambem chama Kakashi, o Sexto Hokage, de Sexto Gostoso Hokage. Se eles não se importam? Bem, no começo eles diziam para ela parar, mas viram que era em vão e que ela não pararia, então deixaram pra lá, já estão até acostumados.

Eu não preciso nem explicar porquê ela os chama assim, né?!     

- Não grite, Tenten. E largue ela, Naruto. – Ele disse em um tom autoritário fazendo com que Naruto e Tenten o obedecessem. - O que aconteceu com você, Kiba? – Perguntou olhando para Kiba, que tocava nos machucados e fazia careta de dor.

 

Coitadinho. Eu bem que gostaria de curá-lo, mas Tenten me mataria caso eu fizesse isso.
     

Kiba olhou de soslaio para Tenten, que o fuzilava com os olhos. Ele engoliu em seco, voltou seu olhar para Minato e respondeu: 
     

- Eu caí, Quarto Hokage. – Sorriu amarelo. 
     

- Hum, sei. – Sr. Minato disse o olhando desconfiadamente. – Vão entrando, o sinal já tocou, não escutaram? 
     

Como é que eu vou escutar com essa gritaria?!
     

- TOCOU? MEU DEUS! VIU O QUÊ QUE DÁ FICAR GRITANDO, TENTEN! SUA LOUCA! – Hinata gritou enquanto corria até o prédio da escola.
     

- SOU LOUCA MERMU! LOCA, LOCA, LOCA! – Tenten foi cantando e jogando os cabelos, até o prédio. 
     

- NÃO SE DIZ "MERMU", TENTEN, SE DIZ "MES... Ah, foda-se! – Dei de ombros e segui aquela cabeleira alvoraçada cor-de-chocolate.
     

Enquanto Tenten cantava/gritava, o Quarto Hokage ria "discretamente" dela.
   

Acho que gente louca dá em árvore aqui, porque né.

 

 

 

 

- O Kiba me paga, eu ainda não acabei com ele. – Tenten resmungou enquanto arrumava seus cabelos em dois coques, seu penteado de sempre. – Se o Naruto também pensa que pode interromper um barraco meu e sair ileso, ele está muito enganado! 

Estavamos todos reunidos no ginásio, esperando o Sexto Hokage chegar para nos passar as informações sobre nossa ida para a ATP.
     

- Isso mesmo! Violência resolve tudo! – Temari disse enquanto dava socos no ar. 
     

- Você não cansa de "treinar", não? – Ino perguntou para Temari enquanto a olhava com uma careta. 
     

- Você acha que os Beatles se cansavam de ensaiar? Acha que Eistein se cansava de estudar? ACHA QUE ANDERSON SILVA SE CANSA DE TREINAR? – Temari gritou enquanto continuava com os mesmos movimentos.
     

- Ãhn... Acho! – Ino respondeu em tom óbvio com as sobrancelhas arqueadas. – E, pelo que sei, Anderson Silva nem é considerado mais o melhor lutador, nem lutando ele está mais.
     

- Achou errado. E não fala do meu Homem-Aranha versão nigga não, hein! – Temari respondeu. Ino fez careta.
     

Temari tinha um sonho: Ser campeã mundial de UFC, ela quer o cinturão de ouro. Se eu duvido que ela vá conseguir? Claro que eu não duvido! Ela tem tudo o que uma campeã mundial de UFC precisa: força, determinação, mais força e mais determinação. Acho que é só isso que é necessário para ser uma campeã de UFC, né? Ah, tanto faz. Mas essa profissão combina direitinho com ela. Temari é durona, mal-humorada, pávio-curto, grossa, e forte pra caralho – até porque é um dos poderes dela –, digamos que ela é um menino com corpo de mulher, entenderam? Não? Mas enfim, eu acho que toda lutadora de UFC é assim, estou errada? Sim? Tanto faz, de novo. Mas se bem que a Sheylla lutadoras que vejo não televisão não tem bem um corpo de mulher...
     

- E aí, meninas! Beleza? – Kankuro falou vindo em nossa direção.
     

Kankuro é o irmão mais velho de Temari. Da Base 3, seu poder é invisibilidade.

- OIE, KANKURINHO LINDO DO MEU CORAÇÃO! – Tenten gritou sorrindo. 
     

Kankuro era o único gente boa dos Sabaku, não que Temari não fosse, ela é, mas sei lá, ela dá medo. Quanto ao Gaara... Não vou nem comentar.

 

Quem é Gaara? Bem, ele é o caçula dos irmãos Sabaku. Seu poder é geocinese, ou seja, ele controla o elemento da Terra. É um poder e tanto.
     

- Você não consegue medir o volume da sua voz, não? – Já ouviram aquela ditado que diz que é só falar da assombração que ela aparece? Pois é, o dono dessa fala é, ninguém mais, ninguém menos, que, Sabaku No Gaara, que tinha vindo até nós ao lado de Kankuro. Tomara que Tenten pule no pescoço dele. Eu não vou com a cara desse ruivinho metido à badboy.
     

- E EU LÁ SOU SOM PRA REGULAR VOLUME, MEU QUERIDINHO?! – Ela gritou já quase pulando nele. Pula! Pula! Pula! Pera, isso soou estranho. Que errado, cara.
     

- Eu não sou seu queridinho. – Ele disse, ou melhor, sussurrou. O que a voz da Tenten tem de alta, a do Gaara tem de baixa. 
     

- Nem meu e nem de ninguém, rudículo! – Ela praticamente cuspiu as palavras. 
     

- Ridículo. – Hinata corrigiu. 
     

- Viu, até a Hinata que ama todo mundo concorda comigo! – Disse Tenten.
     

- Na verdade ela estava te corri... – Comecei a falar.

 - Quieta, Sakura! – Tenten me interrompeu. – O assunto é entre mim e a chapeuzinho vermelho aqui.
     

- Eu não tenho nada para conversar com você. – Gaara disse em seu tom "super alto", e deu as costas pra Tenten.
     

Só consegui ver Tenten gritando já pendurada nas costas de Gaara. Já era de se esperar, ela odiava ser ignorada, ainda mais no meio de uma discussão.
 

- AH, SAI DE CIMA DE MIM, SUA DEMENTE! – Pela primeira vez, em mais de 10 anos de convivência com Gaara, eu o escutei gritar... LOUVADA SEJA TENTEN! 
     

- DEMENTE É O TEU CU QUE CAGA PRA VOCÊ! – Tenten gritou de volta. Alguém me explica o que ela quis dizer com isso?
     

ISSO AÊ, TENTEN! DESCE A MÃO NESSA MAÇÃ DO AMOR PODRE! BRIGA! BRIGA! UHUUUL, VAI TENTEN, ARREGAÇAA, ARREGAÇAAAAA! 

 

- SENHOR! PARA COM ISSO, TENTEN! PULAR EM DOIS GAROTOS NA MESMA MANHÃ? SEJA MENOS SAFADA, SUA OUSADA! – Hinata gritava com as mãos na cabeça. 
     

- LARGA ELE, TENTEN! VOCÊ VAI MACHUCÁ-LO! ALGUÉM TIRA ELA DE CIMA DELE! – Ino gritou um tanto desesperada
     

Pera. Oi?

 

Como assim, produção? Foi mesmo a Ino que disse isso? Olha, eu até entendo a Hinata ficar preocupada e tals, até porque ela é o "anjo da guarda" de todo mundo, mas agora, A INO? A PESSOA QUE MAIS ODEIA O GAARA EM TODA A FACE DA TERRA?? Mano... O quê que tá acontecendo?
     

- Ér... Ino? – A chamei. 
     

- O que foi, Sakura? Não tá vendo que eu estou ocupada? Porque você não levanta essa sua bunda gorda daí e tira a Tenten de cima dele? – Ino disparou perguntas, ela estava estressada. Eu não consegui fazer nem falar nada, só fiquei ali, parada, a olhando perplexa. 
     

QUEM É ESSA GAROTA E O QUE ELA FEZ COM A MINHA PORCA? 
     

- TEMARI! PARA DE SOCAR O AR FEITO UMA ESQUIZOFRÊNICA E AJUDA O SEU IRMÃO! – Ino gritou nervosa. 
     

- Você tá bem, Ino? – Temari perguntou para Ino a olhando confusa.
     

- Bebeu? – Hinata perguntou com a mesma expressão que Temari.
     

- Fumou. – Concluiu Kankuro enquanto olhava para Ino.
     

- Ótimo, já vi que vocês não vão fazer nada! – Ino rosnou, literalmente, e foi até Tenten batendo os pés.
     

A cena que acabei de ver me deixou mais incrédula do que eu já estava, se é que era possível. 
     

Ino, com uma força que ela, provavelmente, tirou do cu, pegou Tenten e a lançou do outro lado do salão, na porta, mais especificamente, fazendo com que a morena atingisse o professor que entrava no local. Logo identifiquei o atingido como o Sexto Hokage. Tenten tem uma sorte do caralho, não é todo dia que se pula em Kiba Inuzuka e em Sabaku No Gaara, e cai em cima de Kakashi Delícia Harake, não é mesmo? Essa Tenten é mais safada do que a Ino, e olha que é difícil ser mais safada que a porca, viu!
     

Mas voltando ao que interessa, ou talvez desinteressa, Ino ajudou Gaara a se levantar – provavelmente ele caiu com o impacto que Tenten foi puxada –, e apalpou seus ombros e braços para ver se ele estava machucado. 
     

- Você está bem? – Ino perguntou para Gaara que estava todo descabelado em sua frente. Ino levou suas mãos até os fios ruivos do garoto e começou a ajeitá-los. Mas hein?
     

- Estou, sim, obrigada, Ino. – Gaara respondeu olhando nos olhos de Ino e dando um sorriso de canto. 
     

...................... O QUÊÊÊÊÊÊÊ? 
     

MAS QUE DIABOS TÁ ACONTECENDO AQUI? COMO ASSIM, SOCIEDADEEEE?????? GAARA DISSE OBRIGADA E SORRIU? GAARA DISSE OBRIGADA E SORRIU PRA INO? PRA INO? A INO? ELE DISSE OBRIGADA? ELE SORRIU? ELE DISSE OBRIGADA E SORRIU? 
     

PRA INO???
     

Por que o apocalipse tem que acontecer logo agora que eu to começando a me tornar uma cidadã Paranormal de verdade? Por quê, Deus?
     

- Tenten, você voa ou tem telecinese? – Pude escutar Kakashi perguntando para Tenten enquanto vinha em direção à nós.
     

- Eu tenho telecinese, Sexto Gostoso Hokage. – Tenten respondeu. 
     

- Então como você voou até mim? 
   

- Ah, a Ino me jogou. – Tenten deu de ombros. Kakashi olhou para Ino perplexo. Ele não era o único, todos olhavam incrédulos para Ino e Gaara.
     

Ino, desde quando você é tão forte assim e por que você está perto do Gaara e ainda não o esganou? – Kakashi fez as perguntas que, com certeza, estavam na mente de todos.
     

- Eu não sei desde quando sou tão forte assim. – Ino disse desviando o olhar de Gaara e o voltando para Kakashi. – E sobre esganar o Gaara, bom, a Tenten já fez isso por mim.

Tenten deu de ombros.

 

Tenten POV

 

- Ok... Enfim, bom dia, aprendizes. – Disse Kakashi.

 

- Bom dia, Sexto Hokage. – Respondemos em uníssono.

 

- Imagino que estão surpresos em me ver por aqui, pois quase nunca dou aula para vocês. – Ele começou. – Mas agora nossos encontros se tornarão mais frequentes, pois eu irei acompanhá-los até a Academia. E no primeiro ano de treinamento desta turma, eu estarei os visitando toda semana, para acompanhar o rendimento de vocês. Fora que serei professor de você  em uma das aulas

 

Eita porra, o Sexto Hokage vai fiscalizar a gente, o que significa que verei ele com bastante frequência. Nossa, ADOREI!

 

- Está tudo bem, Tenten? – Ele me perguntou fazendo com que todos me olhassem. Pelo visto meu sorriso estava estridente demais.

 

- Ah, c-claro, tô ótima, Hokage Gostoso, fica de boas, pode continuar! – Falei sorrindo amarelo. E sim, eu chamo ele de "Hogake Gostoso" mesmo. No começo ele chamava minha atenção e dizia pra eu parar, mas aí ele acabou percebendo que não adiantava nada então acabou se acostumando.

 

- Okay... Bom, eu sei que vocês já devem saber como funciona o procedimento da mudança desta fase, mas tenho como obrigação passar as instruções para vocês. A Academia de Treinamento para Paranormais, também conhecida como ATP, foi fundada há dezesseis anos atrás, três anos após a segunda guerra entre humanos e paranormais. A ATP tem como objetivo treinar os Paranormais para que todos cheguem em nível Ômega, ou seja, o nível máximo de poder. Após os jovens paranormais completarem o ensino básico de seus poderes e também o ensino escolar normal, também empregado para os jovens humanos, devem deixar suas sedes para irem para a ATP, para serem treinados. A Academia será  sua nova casa, porém vocês terão o direito de visitar a base natal duas vezes por mês, ou de receber a família na ATP. O treinamento dura seis anos, mas vocês podem concluí-lo em menos tempo, porém isso é muito raro, só aconteceu uma vez, com os membros da Akatsuki, como vocês já sabem. 

 

- Então pode acontecer com alguns de nós, quero dizer, os que são parentes de algum membro da Akatsuki. – Supões Shion.

 

Alguns de nós são irmãos de alguns membros da Akatsuki. 

 

Eu por exemplo, sou irmã da Konan, a única menina daquela bagaça. A garota é uma chata, viu, aqueles meninos devem sofrer na mão dela.

 

A Sakura é irmã do Pain, o líder da porra toda.

 

Sasuke é irmão de Itachi, o "cabeça" da Akatsuki, é primo de Tobi, o cara meio doidinho que se teleporta.

 

Tayuya é irmã do Sasori, um dos mais fortes da Akatsuki. Karin, aquela puta, é prima deles. Ah, e estão dizendo por aí que parece que ele desapareceu já faz um tempo, se for verdade, creio que já deve estar morto ou preso em alguma sede do governo.

E Kiba é irmão de Hidan, não sei o que ele faz na Akatsuki, só sei que ele tem um poder bem foda que envolve controle de sangue. Shion, a outra puta, é prima deles.

 

Mas enfim, na minha opinião poder é habilidade não é genética, e sim esforço e treino.

 

Nossa, fisolofei agora, hein! Gostei de ver, Tenten.

 

- Bom, acho que não, pois não creio que seja algo genético, eles apenas se esforçaram bem mais do que os outros. – Respondeu o supremo. 

 

Não falei?! Mas pensando bem, isso é um saco, pois vou ter que esperar os seis anos mesmo. Ou, no meu caso, até mais.

 

Droga.

 

- Bom, alunos, era isso que eu tinha para exclarecer. Alguma pergunta? – Conclui o Sexto Gostoso Hokage.

 

Praticamente todos os alunos levantaram a mão.

 

- Que tipo de roupa se usa lá? – Indagou Shion.

 

- Que tipo de comida se come lá? - Questionou Temari.

 

- Que tipo de professores tem lá? – Hinata perguntou.

 

- Eles são gatos? – Ino completou a pergunta de Hina.

 

- Como são os alunos de lá? – Demandou Sakura.

 

- Eles são gatos? – Repetiu Ino, só que dessa vez, completando a pergunta da Sakura.

 

- Credo, Ino! Quanto fogo no cu, só pensa em macho, se aquieta, menina! – Exclamou Sai, um viado mais purpurinado da face da terra, fazendo quase todos rirem. Ino revirou os olhos. 

 

Sai é um dos meus melhores amigos e, assim como eu, é da Base 6. Seu poder é controle do tempo, ele pode fazer o tempo parar, ou até mesmo acelerar ou atrasar o mesmo. Ele também consegue fazer a mente da sua pessoas se prenderes em um momento só, não deixando tal perceber que o tempo está passando. Poder foda, claro ou com certeza?

 

- Acho que vocês estão meio tensos, se acalmem, pois isso aqui foi só um preparo psicológico, ainda tem muito mais pela frente. – Disse o Sexto Hokage. – Vão para casa, façam suas malas e se despeçam de seus familiares. Amanhã de manhã quero todos no aeroporto da Base 1, o voo para a ATP sai às 7:30, não se atrasem. Os portais para as outras bases estão abertos, quem não é daqui, tem até o anoitecer para voltar para sua base de origem, antes que os portais se fechem por hoje. – Ele concluiu, saindo do ginásio.

 

Na real? Estou muito nervosa para começar o segundo estágio do treinamento. 

As histórias que ouço de como os treinamentos na ATP funcionam não são nada reconfortantes. Muito pelo contrário, elas dão medo.

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


E então, gostaram? Se sim, não se esqueçam de favoritar e comentar! Críticas e sugestões são sempre bem vindas.

Sakura
Idade: 17.
Poder: Cura.
Base: 1.

Tenten
Idade: 16.
Poder: Telecinese.
Base: 6.

Ino
Idade: 17.
Poder: Premonição.
Base: 1.

Hinata
Idade: 17.
Poder: Retrocognição. 
Base: 6.

Temari
Idade: 18.
Poder: Grito Super-sônico é super força.
Base: 3.

Sasuke
Idade: 17.
Poder: Mimetismo Demoníaco e Manto Telepático.
Base: 4.

Naruto
Idade: 17.
Poder: Multiplicação.
Base: 4.

Gaara
Idade: 16.
Poder: Geocinese.
Base: 3.

Neji
Idade: 18.
Poder: Sentidos aguçados e mimetismo vulcânico.
Base: 6.

Shikamaru
Idade: 18.
Poder: Probabilidade Acelerada e Intangibilidade.
Base: 3.

Kiba
Idade: 17.
Poder: Mutação.
Base: 6.

Sai
Idade: 17.
Poder: Controle do Tempo.
Base: 6.

Tayuya
Idade: 19.
Poder: Manipulação Cósmica de Construção de Energia.
Base: 2.

Aoi
Idade: 17.
Poder: Transmutação Corpórea em Animais.
Base: 2.

Rock Lee
Idade: 16.
Poder: Super agilidade.
Base: 6.

Sasame
Idade: 16.
Poder: Prehensilia.
Base: 5.

Kankuro
Idade: 19.
Poder: Invisibilidade.
Base: 3.

Fuu
Idade: 18.
Poder: Mimetismo Draconiaco.
Base: 5.

Karin
Idade: 18.
Poder: Empatia.
Base: 2.

Shion
Idade: 17.
Poder: Sedução.
Base: 2.

Kakashi
Idade: 34.
Poder: Eletrocinese e hipnose.
Base: 6 (Hokage).

Minato
Idade: 39.
Poder: Aerocinese e teleporte.
Base: 4 (Hokage).

Até o próximo capítulo!

Xoxo, Hidden Queen.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...