História Paranormais - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Paranormais, Paranormal, Sonhos
Exibições 5
Palavras 370
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Bem, aí está o sonho

Capítulo 3 - Mais um sonho


Dessa vez eu estou num parquinho, há vários brinquedos e crianças, a maioria são pequenas, e tem alguns pais no local, está de tarde e parece que estou do outro lado do mundo.

Fico sentada por alguns minutos, o clima está fresco, parece que está no Outono, decido sair para caminhar e sinto um tremor no chão.

Vejo de longe uma pessoa correndo para cá, é um homem com roupas encharcadas de sangue e meio rasgadas, é bem alto e musculoso, depois de alguns segundos vejo outro homem vindo, este está com uma roupa intacta e sangue nas mãos, alguns pais percebem e correm para pegar seus filhos e fogem, mas algumas crianças estão sem seus pais e começam a chorar ou a correr.

Quando o homem que estava distante alcança o outro eles começam a brigar e o que estava com mais sangue estava se ferrando, por impulso sinto que devo correr, mas o homem ensanguentado recebe um soco muito forte no tórax e cai no chão, rachando um pouco do mesmo. Parece que o cara que ainda está em pé usou com muita força, porque ele parou um instante para respirar, recupera o fôlego, ele está pronto para dar um último soco, que provavelmente vai matar o cara.

Mas no momento um garotinho se coloca na frente no homem que está no chão e o soco é descontado nele, depois de ouvir alguns gritos o homem recupera o fôlego novamente e por mais que o outro estivesse tentando se recuperar ele recebe outro soco e morre mesmo assim.

O garotinho morreu em vão...

Não sei o que ele iria fazer depois, uma bala atravessou seu coração, olhei para trás e havia dois garotos.

Ah, esse garotos.

É uma garota, com cara de dezoito anos, pele branca, cabelos castanhos e olhos azuis, a pele dela é perfeita, até parece que nunca teve espinhas, o outro é um garoto que acho que deve ser seu irmão gêmeo, pois são praticamente idênticos.

O garoto segurando uma faca e a garota segurando uma pistola.

Olhei para eles por pouco tempo, corri para o corpo do garotinho, definitivamente ele estava morto, seus ossos estavam visíveis. Mudei a direção para as crianças, algumas estavam gritando, outras chorando e eu senti certo desespero.

E eu acordei.


Notas Finais


Tentem adivinhar em que país ela estava durante esse sonho


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...