História Pardon - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Suga
Tags Death Fic, Junghoseok, Minyoongi, Parkjimin, Yoonmin
Exibições 34
Palavras 1.425
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Annyeonghaseyo.
Boa leitura
Desculpa qualquer erro.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Pardon - Capítulo 1 - Capítulo Único

Pardon

Me perdoe mas não consigo te esquecer

Três meses, hoje faz exatamente três meses sete dias doze horas e vinte minutos que você passou por aquela porta anunciando sua felicidade. Eu perguntei o porque com um sorriso no rosto, este que morreu ao ouvir suas Próximas palavras. “ Eu vou me casar ” você anunciou antes de descrever sua noiva, cachos dourados, pele como neve, olhos da cor do mar, boca como sangue. Se me lembro bem ela era uma artista não é mesmo? É justo, ela a pintora e você sua obra de arte. Na sua frente eu vestia uma mascara sorridente, contudo, assim que você virava o rosto lágrimas solitárias caiam dos meus olhos acompanhadas de um sorriso triste, afinal de contas eu era apenas um louco que você ajudou por pena, quem trocaria uma vida de rei com uma esposa linda por uma vida de camponês com um marido louco? Absolutamente ninguém em sã consciência.

Me perdoe por não conseguir ficar feliz por você.

Hoje você a trouxe aqui Hyung, quando eu perguntei o porque da vista você sorriu e entrelaçou seus dedos com os dela “ Ela vai morar conosco a partir de hoje “ naquela hora meu mundo pareceu desabar, mas mesmo ruindo por dentro eu sorri pra ela que me olhou com escarnio, você pareceu não notar e foi até a cozinha buscar algo para comermos me deixando sozinho com ela. Ela soube Hyung , ela soube do meu amor por você, ela me chamou de bixinha, disse que você pertencia a ela, ela me dá medo Hyung.

Me perdoe por amar-te.

Que barulhos eram aqueles Hyung? A vozinha fina de Sook emitindo grunhidos altos a noite inteira, eu não consegui dormir por isso, aconteceu alguma coisa Hyung? Ela se machucou com o que? Hoje ela está mancando e reclamando de dor, você disse que ela caiu da cama, isso explicaria tudo, mas porque não consigo acreditar no Hyung?

Me perdoe por ser fraco.

Hobi, meu melhor amigo me levou para uma festa hoje, você ficaria na faculdade até mais tarde por causa de um trabalho, Sook disse para você que visitaria uma amiga. Ela mentiu Hyung, na festa, eu e Hobi vimos Sook beijando um garoto alto, com outro atrás dela apertando-lhe as nádegas. Eu deveria contar para o Hyung? Hobi disse que sim, e foi o que eu fiz, você gritou comigo Hyung, você acreditou nela Hyung, você me expulsou da sua casa Hyung, por que você não me ouviu?

Me perdoe por te incomodar.

Hobi me deu a noticia que Sook estava gravida, isso é verdade Hyung? Também descobri que vocês tinham se casado assim que souberam, você está feliz Hyung? Você ao menos se lembra de mim? Eu estou morando sozinho agora, no começo eu morava com Hobi até conseguir comprar uma casinha, não é grande, mas é confortável, minha parte favorita dela é o jardim, tem um pequeno lago rodeado de flores, eu fico a maior parte do meu dia ali, mas seria melhor se você estivesse aqui comigo, porque não cumpriu sua promessa Hyung? Porque me abandonaste?

Me perdoe por existir.

Meu coração doí Hyung, meus braços não tem mais espaço para cortes, do mesmo jeito estão minhas pernas e abdômen. A dias não como nem saio de casa, Hobi está preocupado, vive me ligando ou batendo em minha porta, mas eu não me importo, o porque de estar assim? Seu filho nasceu mês passado, a internet não fala de outra coisa, “ A artista Min Sook e o Rapper Min Yoongi tiveram hoje seu primeiro filho, Min Kwan ” eu sempre disse que você seria um bom rapper Hyung, porque você só seguiu carreira agora Hyung?

Me perdoe por entrar na sua vida.

Alguma coisa arrombou a porta Hyung, a voz doce de Hoseok ecoa chorosa pela casa, mas há algo estranho, invés de apenas dois pés batendo no chão eu ouço quatro e um choro alto, sua voz continua melodiosa Hyung, mesmo em gritos abafados pelo choro. Estou a sentir uma dor incomum Hyung, os remédios começaram a fazer efeito, sinto meus órgãos parando e minhas veias ruindo, sabe aquele boato que quando se está prestes a morrer a sua vida passa na frente dos seus olhos? É verdade Hyung, e agora eu posso afirmar com certeza, a melhor parte da minha vida foi ao seu lado Hyung, muito obrigado por ter me acolhido, mesmo que por pouco tempo.

Me perdoe por tudo Hyung.

Mas eu ainda te amo.

A morte está aqui Hyung, ela me disse que eu ainda tenho cinco minutos, eu queria partir agora, mas antes de poder implorar-lhe para levar-me agora, a porta fora aberta com brutalidade seguida de dois garotos entrando as pressas no cômodo, os dois choraram mais ainda assim que botaram os olhos sobre mim, Hobi ficou imóvel tentando conter as lágrimas, ao contrário dele, você me pegou no colo Hyung, que saudade do seu colo, você estava desesperado Hyung, você estava de olhos vermelhos e feição abatida e preocupada, lágrimas caiam desesperadamente dos seus olhos, foi bom sentir-te novamente Hyung.

- Jimin, Jimin, me desculpa, é tudo culpa minha, se eu tivesse acreditado em você isso não estaria acontecendo, por favor me desculpa Jimin – Você gritava desesperado, eu ainda me importo Hyung, por favor não chore.

- N-não, f-fo-i, s-s-su-a c-cul-p-a H-Hy-ung, e-está t-u-do b-bem. – Eu estou cansado Hyung, eu quero dormir.

- N-não fecha os olhos Jimin, vai ficar tudo bem, mas você tem que ficar de olhos abertos Jimin, por favor. – Me perdoe Hyung, mas eu não consigo, meus olhos pesam, sinto gosto de sangue, faltam poucos segundos Hyung.

- E-eu t-te amo H-hyung.

Adeus Hyung.

Yoongi, em um ato desesperado largou o corpo sem vida do ruivo no chão removendo toda e qualquer distância dos dois em um beijo desesperado, salgado pelas lagrimas e doce pelo sentimento, Podia até ser loucura, mas Yoongi jurara sentir um resquício do amor do mais novo, e uma leve mordida em seus lábios, que o fez sorrir como uma criancinha que ganha um chocolate da mãe, este que logo se desfez ao perceber que fora apenas sua própria ilusão.

- Jimin sua baleia anoréxica, abre os olhos ruivinho, por favor, me deixa te responder decentemente pelo menos – Um sorriso triste formou-se nos lábios do acastanhado, vendo que o amigo queria ficar sozinho, Hoseok saiu do cômodo – Você sempre foi a minha maior incógnita Jiminnie, e eu gostava disso, gostava de desvendar todos os seus segredos, gostava de tudo em você, desdá maneira que seus olhos sorriem consigo quando você abre um sorriso, até o bico fofo que você faz todo dia quando dormia, com o tempo essa pequena admiração por você cresceu e tornou-se amor, nunca passou pela minha cabeça que poderia ser reciproco, então eu queria fazer de tudo para esquecer-te, nisso entrou a história da casamento, Sook sempre foi uma amiga muito próxima minha, e ela mantinha sentimentos por mim, irresponsável como eu era, decidi pedi-la em casamento, na minha cabeça era o plano perfeito, eu começaria a ama-la, te esqueceria e poderia voltar a brincar com você sem querer agarrar-te sempre que você sorria.

- Naquela noite que eu te expulsei de casa, meu dia tinha sido muito ruim, e eu acabei descontando em você, naquele dia o peso da culpa da dúvida e da insegurança dominavam-me completamente, eu tinha expulsado quem se preocupava comigo, e defendido uma que me deu mais de vinte chifres como presente, um bom exemplo disso é essa criança, ela é minha apenas no sobrenome e na mídia, pois além dele não parecer nada comigo, o exame de DNA deu negativo, esse filho não era meu.

- Quando Hoseok ligou dizendo que você estava mal a dor que já existia em meu peito a muitos dias intensificou-se, não pensei duas vezes antes de sair correndo do jantar em que estava deixando Sook furiosa e Kwan preocupado. Se eu não fosse tão egoísta você estaria aqui agora, sorrindo pra mim, Kwan poderia ser nosso filho, eu poderia estar vivendo um sonho e não um pesadelo.

- Você sempre foi uma pessoa boa Jimin, sempre perdoava todos, espero que você possa me perdoar, apesar de que eu não mereço o seu perdão. Só quero que saiba que, eu te amo Jimin, sempre te amei e sempre vou amar.

Yoongi beijou a testa do mais novo ainda com lágrimas nos olhos, levantou-se e saiu do cômodo, deixando para traz seu amor, sua vida, sua felicidade e seu coração. 


Notas Finais


Nada a declarar.
Obrigado pra quem leu até aqui, desculpem-me pelos erros.
Kissus de chocolate


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...