História Parece até conto de fadas - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Alessia Cara, Ariana Grande, Austin Mahone, Bea Miller (Beatrice Miller), Becky G, Cameron Dallas, Camila Cabello, Demi Lovato, Fifth Harmony, Hailee Steinfeld, Hayley Kiyoko, Justin Bieber, One Direction, Shawn Mendes, Taylor Swift, The Vamps, Troy Ogletree, Troye Sivan
Personagens Ally Brooke, Ashton Irwin, Bradley Simpson, Calum Hood, Camila Cabello, Connor Ball, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, James McVey, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luke Hemmings, Michael Clifford, Niall Horan, Normani Hamilton, Tristan Evans, Zayn Malik
Tags Amor, Artes, Bboy, Bgirl, Camren, Dança, Felicidade, Gay, Hiphop, Larry, Lésbica, Longboard, Musica, Norminah, Orfans, Princesa, Rap, Semi, Skate, Suburbio, Vercy
Visualizações 245
Palavras 1.746
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Sobrenatural, Super Power, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Aviso:
Meu português e ruim e eu sei que iram encontrar diversos erros ortográficos, peso que entendam...

Capítulo 1 - Gêmeas



Lauren POV


As vezes o mundo pode ser cruel com  você de tal forma que o faz  desistir dela sem motivo algum, nos faz sofrer e logo nos mostra o belo que ele pode ser ou o mal que ele ainda possa chegar a ser. 


Eu nunca conheci meus pais, nunca soube o que realmente avia  acontecido comigo ao nascer e não me importa, eu me lembro apenas que cheguei ao inferno chamado "Sistema". Não me lembro bem a minha chegada ao orfanato mas me lembro exatamente como ela avia chegado para fazer minha estadia no Mount Saint Mary Instituto para crianças abandonadas ser bem mas agradável. 
Ela avia chegado pouco tempo depois de min. Camila Cabello avia sido encontrada no pátio de um prédio  abandonado perto do píer 21 brincando com um cachorro sarnento, um ano mas nova que eu, pequena, frágil e tímida me fazendo assim, por alguma estranha ração ou motivo querer a proteger com tudo de mim. Camila e eu viramos as melhores amigas, inseparáveis, não éramos adotadas apesar de muito interesse em nos nunca conseguiram nos adotar de fato pois fazíamos de tudo para que não nos separarmos. Assim os anos passaram e eu e ela ficamos mas íntimas e mas unida, era incrível como nós nos tratávamos sem se quer usar palavras, a maneira em que cuidávamos uma da outra, como tínhamos a capacidade de saber quando uma estava triste ou feliz. Camila se tornou minha namorada aos 15 e apesar de no começo ter sido bem complicado e difícil nos conseguimos sobreviver no sistema e  no orfanato. 


Saímos de la aos dezessete com ajuda de Ashiley, nossa amiga de infância. - a única que avia conseguido nos tirar  daquele lugar  com  a ajuda da diretora do instituto e alguns contatos  - compramos um apartamento em Manhattan e começamos nossa vida. 
  Entramos para faculdade e lá muitos nos odiavam por sermos boas estudantes, trabalhadoras, bem jovens e bolsistas principalmente Camila que tinha apenas 16 anos na época porém o ódio dos alunos não era uma das piores coisas até porque já vivemos coisas piores. Camila estuda Música e eu Artes e era apenas nos duas, não conversámos com ninguém da faculdade e nem dávamos espaço para que tentassem se aproximar, devido ao sistema e a nossa experiência com as pessoas não conseguíamos formar uma amizade sólida com certos tipos de pessoas e sempre afastávamos todos o que não funciono muito para Dinah Jane que entrou invadido nossas vidas de uma maneira extrovertida junto com sua namorada Normani e Veronica, Dinah estuda Jornalismo, Normani Dança e Veronica por incrível que pareça ela faz Direito , Norminah e o casal mas escandaloso que eu já avia conhecido e apesar de todas as loucuras elas eram nossas melhores amigas do mundo. 


Um ano após a nossa entrada para a faculdade, depois das férias de verão, voltamos com uma surpresa que assustou a muitos, Elizabethy Ketellen Cabello Jauregui nossa pequena filha de poucos meses de idade, foram tempos difíceis aqueles e no início eram tantas coisas, estudávamos e trabalhávamos no orfanato com outros jovens e ainda cuidávamos para que não faltasse nada para Ely até Ashiley se pronunciar e nos ajudar novamente como ela sempre faz, Ashiley era como um fantasma que aparecia e desaparecia sem você notar. No começo tínhamos a ajuda dos pais, tios, primos e até irmãos de Dinah que além de nos ensinar a cuidar dela e com Vero que também nos ajudou com todo o processo de adoção e documentação já que Veronica e meio loca e o pai de Dinah e advogado tivemos muito apoio. 
Hoje Ely tem dois anos a ponto de fazer três, e uma garotinha inteligente e bem educada, apesar de viver nos mimos ela não e uma menina mimada e nunca fez uma birra por algo  desnecessário apenas quando temos que deixar la na escolinha da universidade. 
Eu podia dizer que  tenho tudo que quero, estudo algo que gosto, tenho a namorada perfeita, vivo bem e tenho a filha que qualquer um gostaria de ter e apesar de trabalhar no sistema eu não me sinto infelizes, pelo contrário, eu não poderia estar mas feliz do que estou agora. 

_Mamãe - Ely chamou segurando meu rosto com as pequenas mãozinhas - Acorda mamãe. 
Abri os olhos vendo o lindo sorriso da minha menininha, Elizabethy tinha o cabelo largo levemente bagunçado em um castanho claro, 
_Bom dia mamãe - Ela sorriu, a ajudei a deitar ao meu lado novamente, entre min e Camila que ainda dormia  - Tive um sono estranho mami. 

_Tinha dragões? - Ela assentiu - Vamos acordar a mami Camz e aí você conta para gente do seu sonho ta bom? - Ela assentiu sorridente, era tão lindo ver ela sorrir que eu automaticamente sorria também, me sentei no colo de Camila sorrindo para Ely que se sentou ao lado da mesma que ainda dormia, começamos a encher de beijos o rosto da dorminhoca mas não surgirão efeitos até eu começar a fazer cosegas nela, ela começou a se mexer e Ely começou a rir com aquilo. 

_Mami, acorda, mami - Depois de muito chamar e de as cosegas não terem nem um resultado, Camila com muita dificuldade acordou, ela dormia como pedra e sempre dava trabalho para acordar, principalmente  aos  sábado que era o melhor dia da semana em minha opinião. 


_Agora que a senhorita dorminhoca já acordou vamos levantar que hoje nosso dia será largo.


_Sábado que vem dormiremos até meio dia princesa - Camila falou pegando Ely no colo e se levantando da cama - Vamos acordar e pedir uma pizza gigante , logo vamos ficar o dia todo na cama no meio dos cobertores vendo filmes e comendo doce até pasar mal e depois tomaremos banho juntas na banheira.

Camila falava seus planos para o próximo final de semana, ela era assim, preguiçosa que só, odiava festa e lugares cheios ou com muita gente, odeia acordar cedo e adora o aconchego de casa por ela sairíamos muito pouco apenas para o necessário como comida e mais comida, o que era engraçado já que ela amava ir aos eventos que organizávamos para os garotos do orfanato e também amava as festinhas que dávamos porém odiava outras coisas que não envolvia nosso grupo de amigos, mas,  graças a min, Vero e Dinah saiamos todo os finais de semana, até porque new york e um lugar maravilhoso e cheio de coisas pra fazer.  


                                    [•••]                                       


_Vocês não pensam ir assim a biblioteca? - Pergunte olhando as de cima a baixo, Ely usava o pijama verde que avia comprado para ela na semana passada e Camila apenas uma camisa gigante do Patriots - E melhor vestir uma ropa mas quentinha e que não mostre tanto - Sorri pois eu já estava devidamente vestida e só me faltava colocar a brusa de frio - Se veste eu vou colocar algumas coisas no carro, vamos ir ao parque mas tarde. 

_Não mamãe eu quero ficar de pijama - Ela disse - Posso coloca o tênis azul, eu não quero tirar meu pijama. 

_Ta bom - Falei indo atrás do sapato, voltando rapidamente para sala - Aqui meu amor . 


_Estou pronta, agora vamos - Camila disse saindo do corredor depois de algum tempo, sorri e peguei as chaves do carro. - Hora de comprar livros e comer chocolate.


                                     [•••]

Assim que chegamos a biblioteca nos separamos, Ely foi para a sessão infantil onde avia os livros com gravuras, Camila para a sessão romance e eu para a de ficção, depois de escolher os livros que mas me interessou  fui procura as minha meninas encontrando Camila em seguida na sessão de direito, ela estava concentrada olhando o livro me fazendo sorrir com aquilo, assim que eu cheguei perto dela  a abrasei de lado dando um beijo estalado em sua testa. 

_O que faz na sessão de direitos meu amor? - Pergunte recebendo um olhar assustado da mesma, achei o gento muito estranho vindo dela - Aconteceu algo? Camz? Você está... 

Não pude continuar, escutei o grito de Camila atrás de min me faz virar rapidamente o que me deixou mais em shock, não foi o fato de Camila a ver gritado comigo e sim ter virado e visto que Camila estava atrás de min e voltado a olhar  Camila a minha frente. 


_Camila - Disse olhando para uma Camila furiosa e logo voltando a olhar a outra Camila assustada - Camila... não, pera, Camila - Meu cérebro deu um no tão grande que eu acabei desmaiando. 


Camila POV 


Quando eu encontrei Lauren abraçada com outra garota o meu sangue ferveu tanto que eu quase voei no pescoço das duas porém a cara de Lauren foi o que me fez parar, ela estava assustada mas não um assustado de "me pego fazendo merda" mas sim de " O que? Como?" E guando ela desmaio eu entendi o porque, a minha frente estava uma cópia idêntica e perfeita de min, um clone perfeito meu, sem tirar nem por. 


_Quem...quem...que - A garota a minha frente  gaguejou - Eu, você e.... Merda justo agora eu fico nervosa, vamos Sofia você não pode - Ela falava para si mesma, era estranho me ver assim sem ser no espelho.

_Eu sou Karla, Karla Camila Cabello - Disse para deixar ou melhor dizendo, tentar deixar as coisas menos estranhas do que já estavam, me apresentei e a garota agora mas espantada ainda se curvou diante de min em uma reverência que  aquele povo das realeza faz. 

_Eu, eu me chamo, Sofia Elizabeth Cabello e eu, você, você e.. Nos somos... Irmãs? - Ela pergunto assustada mas que eu porém ao contrário de min ela parecia feliz. - América  e bem mas legal do que eu pensei - Escutei ela sussurar. 

_Mami, mami? - Era a vez da Ely pifa e fazer igual a mãe - Mamãe porque tem otra mamãe? Tem duas mamães - Ela começou a chorar de nervoso mas em silêncio. - Mami - Ela abraço meus pés - E você neeh. 

_Sou eu sin meu amor - Apeguei no colo e vi Lauren se mechendo no chão, estava recobrando a consciência - Espero que você não tenho beijado a minha mulher  - Disse para o meu otro eu. 

_Ai meu deus - Lauren grito levantando do chão - Tem duas Camila nessa porra. 

_Lauren - Gritei para ela - Ela não sou eu, ela e minha irmã gêmea, eu acho.
 


Notas Finais


Espero que gostem e peço desculpas novamente pelos erros


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...