História Parents by chance - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alfredo Flores, Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Alfredo Flores, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Pattie Mallette, Personagens Originais
Tags Akatsuki, Amizades, Amor
Exibições 60
Palavras 1.557
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Foi mal pela demora, mas quem é vivo sempre aparece amahsmsjs zoas.

Capítulo 8 - Voltando


Fanfic / Fanfiction Parents by chance - Capítulo 8 - Voltando

Pov. Justin Bieber

-Sim mãe. Eu fico com eles- falei colocando meu omelete na frigideira.

-Tem certeza meu filho? Não vai te atrapalhar? Você tem a Emma ainda- revirei os olhos

-Mãe- virei meu omelete- relaxa, são apenas duas semanas com eles. Eu pego eles na escola hoje e já passo na sua casa pra pegar as coisas dele. Vai ficar tudo bem- desliguei o fogo e coloquei meu café da manhã no meu prato do Donald, peguei um copo colocando suco de acerola- eu só vou comer agora e já saio pra trabalhar.

-Ai Justin - suspirou - tudo bem. Vou deixar as coisas deles em ordem já, e mais tarde é só passar e pegar, não esquece que você vai precisar pegar as cadeirinhas. Mamãe te ama filho.

-Também te amo mãe. Boa viagem - me despedi e desliguei a ligação. Comecei a comer meu café da manhã, comia em silêncio enquanto Emma ainda não havia acordado, agradeço a deus por ela estar dormindo ainda. Termino de comer, coloco o que sujei na pia, lavo aquilo depois. Eu preciso de uma empregada.

Pov. Clara Wheeler

Terminava de arrumar minhas tranças para aula de educação física, como seria Basquete fiz tranças boxeadoras. Odiava o uniforme de educação física, aquele shorts coladinho na bunda com uma blusa banca com a logo da escola, me sentei no banco no meio do vestiário, amarrei meus vans verde água, retirei minha gargantilha e quase todos os meus aneis, fiquei somente com um, quadrado de ouro, que nunca tirava do dedo, fui na frente do espelho e conferi para ver se tudo estava em ordem, voltei pro banco do vestiario pegando o moletom do Justin, que ele me emprestou semana passada, guardei o que tinha que guardar no armário do vestiário, e sai em direção ao ginásio.
    O professor nos passou o alongamento e foi nos dividindo em  dois grupos. Os meninos jogavam lacrosse no campo ao lado.
        - Pois bem. Hoje será basquete, vamo lá sem moleza quero ver se vocês são melhores que aquele bando de macho.
      Eu só ouvia resmungos e comentários sobre as unhas e como o cabelo ia ficar horrível e suado depois dessa aula. Revirei meus olhos e começamos a jogar. A única coisa que lembro é de ter visto Brenda vir em minha direção e me empurrar para pegar a bola, só senti o baque no chão e uma dor aguda no meu pé.
    Comecei a ouvir burburinhos ao meu redor, sentia meu pé latejar, minha cabeça pesava, fui abrindo lentamente os olhos, percebi que ainda estava no chão da quadra. Podiam pelo menos terem me levado pra enfermaria.

          -Clara - ouvi a voz do professor - Clara olhe pra mim- olhei pra ele - ta doendo alguma coisa?

             -Sim - suspirei - meu pé -  tentei me levantar, ele me ajudou a ficar sentada - o que aconteceu? - perguntei enquanto ele tirava meu tênis tentando não machucar mais do que já estava.

             -Brenda foi tirar a bola de você, porém Amber lhe empurrou pro lado e quando eu vi, você se encontrava desacordada. Na verdade quem me chamou gritando foi a Brenda. - franzi a testa - pois é a Brenda. Vem, vamos ligar pros seus pais. - disse me pegando no colo

        -Que isso professor, eu posso ir andando. Me coloca no chão. - ele bufou me colocando sentada na arquibancada - obrigada - ele saiu pra dar o resto da aula pras meninas, mandei uma mensagem pro Stefan pedindo pra que ele me ajude a ir a enfermaria. Em cinco minutos vejo meu irmão correndo na entrada do ginásio.

         - O que aconteceu contigo? - ele me olhou assustado. Eu também olharia, meu pé ta uma bola roxa e eu tenho certeza que devo estar com algum roxo na cara.

        -Me ajuda a ir pra enfermaria- disse me apoiando nele - tenho que ligar pra mamãe.

Depois que cheguei na enfermaria, Helena entrou em desespero ao ver meu pé, ligou urgente para meus pais, no qual chegaram uns dez minutos depois, eu não sei quem estava me deixando mais nervosa, meu pai falando que ia processar a escola, minha mãe mandando meu pai ficar quieto e me perguntando se tava com dor ou até mesmo meu irmão falando que meu pé estava ficando preto.

        -Ai meu deus. Calem a boca por pelo menos dez minutos. - gritei- só me leva pro hospital de uma vez. - bufei e peguei meu celular mandando uma mensagem pro Justin

       "Estou indo para o hospital"

Pov. Justin Bieber

          Encarava aquelas duas cadeirinhas recém colocadas no banco de trás do meu carro para ver se estava tudo certo, era a terceira vez que eu conferia elas. Tudo certo, okay, hora de buscar os pirralhos na escola, conferi se Emma estava bem presa em sua cadeira roxa, ela estava começando a pegar a chupeta, ela ficava tão fofa chupando chupeta. Fui pro meu lugar, ligando o carro e saindo da vaga do estacionamento da gravadora, resolvi sair mais cedo pra pensar na enorme decisão que eu iria fazer da minha vida. Eu ia voltar aos palcos.
    Antes de passar na escola e pegar meus irmãos, passei na minha faculdade pra trancar meu curso, estava tudo correndo de acordo com o plano. Assim que sai daquela sala simplesmente peguei meu celular e entrei no meu twitter digitando
                   
                       "Eu voltei"

              "Novidades em breve"

              "#WhatDoYouMean?"

   Tudo dando certo, eu sorria abertamente lendo os comentário dos meus tweets, quando aquela mensagem da Clara me deixa intrigado. O que ela fazia num hospital, eu tinha falado com ela não fazia duas horas. O que tinha acontecido com minha pequena?

Pov. Clara Wheeler

   Me encontrava deitada em um leito na emergência do hospital central de NY, ja tinham me dado remédio para dor, porém, mesmo assim eu sentia pontadas no meu pé, minha mãe estava comigo ja que só podia ficar um acompanhante no leito.

    -Boa noite Senhorita Wheeler, as notícias são boas, não é uma fratura grava, porém é uma fratura, por isso você vai ficar com o gesso por duas semanas, e depois mais três semanas com a bota ortopédica.

    -Por que tanto tempo com o pé imobilizado? - minha mãe perguntou

      -Pra não ter nenhum problema na hora dela retirar o gesso e voltar a andar normalmente, quanto mais tempo ficar, mais vai fazer com que o osso que saiu fora do lugar volte e fique digamos que firme no lugar dele. - ele respondeu pegando os rolinhos do mateial para engessar meu pé - está de atestado pelo resto da semana, os primeiros dias você não vai aguentar a dor.

                           •†•†•†•†•

Ja me encotrava deitada em minha cama, zapeando os canais da tv, não passava nada de bom na tv, deixei na MTV mesmo, depois de passar uns 15 minutos acalmando o Justin estava tudo bem, eu conseguia andar "normalmente" mas não podia ficar com o pé no chão por muito tempo. Depois de uns 40 minutos de banho de banheira com minha perna esquerda pra fora da banheira, nos primeiros 10 minutos falei com o Justin via facetime, ele tinha colocado seus irmãos na cama e ninava Emma. Ele me falou sobre sua escolha de voltar pros palcos, fiquei externamente feliz por ele.

         23:56 PM

   Continuava olhando tv, olhava o final da 5° temporada de teen wolf, quando meu celular vibra com uma mensagem

      "Quer domir aqui comigo?" Anjo 23:57 PM

        "Querer eu quero, mas sera que eu vou conseguir chegar ae?" Eu 23:57 PM

        "Eu te espero no corredor" Anjo 23:58 PM

        "Tudo bem, vou pegar uma muda de roupa e já estou saindo." Eu 23:58 PM

Levantei lentamente da cama, pausei o episódio, faltava apenas 16 minutos para finalizar, peguei um shorts preto de cintura alta uma blusa brata e uma camisa jens, depois que peguei tudo que precisava e sai do quarto lentamente, passava pela sala quando minha mãe sai da cozinha com im copo de água.

    - Onde você vai clara? - gelei - vai na casa do vizinho? - suspirou - Clara, você pode namorar quem você quiser, mas conte pro seu pai antes que ele descubra da pior maneira, eu sei que vocês não estão em um momento muito bom, mas convercem o mais rápido, e a filha dele, é Justin né? - apenas assenti- é linda clara, me lembra você quando pequena. Apenas faça o que vai fazer você ficar bem. Dorme bem- ela passou por mim beijando minha testa e seguiu pro quarto.

     Respirei fundo e segui para o apartamento do Justin. Ele me esperava encontado na porta de casa cuidando para que Esther não corresse para fora de casa.

     - Oi minha pequena - disse pegando minhas coisas e coloando no sofá

     - Oi anjo- selei nossos lábios- eu posso postar uma foto nossa?

    - Pode- peguei meu celular e escolhi uma foto nossa que tirei no provador da forever 21.  [foto do capítulo]

" Better part of me "

-Eu não te marquei por que as pessoas podem ficar meio 'que?' mas você sabe que é você.

Ele sorriu e me beijou.


Notas Finais


Espero que esjam gostando, vou voltar mais rapido dessa vez, ja estou escrevendo o próximos.
Beijos e até mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...