História PARK's MÁFIA - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Kris Wu, Suho
Tags Chanbaek, Enpmaseaep, Suacet
Exibições 103
Palavras 740
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu imaginei um Baekhyun mudado não só psicologicamente mas também na forma física bem mais maduro como o irmão dele na imagem deste capítulo.

Capítulo 9 - Rosa Vermelha - 2 Parte.


Fanfic / Fanfiction PARK's MÁFIA - Capítulo 9 - Rosa Vermelha - 2 Parte.

Chanyeol ouvia a voz de Jun distante, o som aumentando gradativamente até se dar conta que ele se encontrava bem ao seu lado, seus olhos se abriam lentamente, quando se deu conta do menino chorando em cima de si logo o abraçou.


"Está tudo bem" disse em um tom brando e calmo, passando as mãos em si para o acalmar.


Sua cabeça doía, ele não queria deixar Jun preocupado, mas ele não poderia deixar de perguntar por Baekhyun ao homem, fazendo diversas indagações pedindo para o levarem aonde ele estivesse e assim foi feito.


Quando chegaram ao destino Jun foi deixado no carro, ele não sabia exatamente o estado de Byun então não queria que Jun o visse por hora, enquanto Chanyeol corria para dentro do hospital sendo informado sobre o quarto que Byun se encontrava, ele seguiu pelas escadas apressado parando abruptamente, ele ponderou quando chegou em frente a porta branca, ele já tinha sido avisado que não havia sido nada muito alarmante, a bala tinha passado de raspão no peito ele só estava… nervoso.
Abrindo a porta ele encontrou um Baekhyun sorridente que se virou em sua direção quando ouviu a porta ser aberta, todo o peso e angústia caíram naquele momento.


" Como pode sorrir em uma situação dessas, idiota" ele abraçou Baekhyun o apertando de leve passando a mão em sua cabeça.


Ele sorria porque Chanyeol ainda era extremamente preocupado com sigo ele estava feliz por ter Chanyeol e ele não  deixaria Chanyeol sofrer mais.


" Eu vou sair" disse com a voz abafada pelo peito de Chanyeol.


"O'Que?" Park se afastou.


"Vou sair dos Wu"
Chanyeol sorriu abertamente.

[…]
 


Tudo ia se acertando em seu tempo, Baekhyun foi passando tudo para outras pessoas e logo os Wu já não era mais comandada por si, ele saiu no momento certo, a sua organização se afundava cada vez mais até se dissipar, não sobraram muitos homens.


Aos poucos todos os medos do futuro sumiram, Jun passou por coisas ruins mas sua maturidade se afloraram com os melhores professores que poderiam ter, Chanyeol e Bakhyun.
As coisas ruins que falavam sobre sua família na escola nunca foi um problema quando ele sabia que sua família era a melhor que poderia ter, ele os amava.
Ele sim já chorou por muitas coisas ruins mas seus únicos motivos daqui pra frente seriam de alegria.

[…]

 


Os anos se passavam rapidamente, Chanyeol sentia extremamente satisfeito
Park e Byun não podiam acreditar em quanto tempo passaram juntos,
Jun agora estava se formando, o garoto se tornou a semelhança  de Junmyeon, tanto fisicamente quanto na forma parecida que ambos pensavam, sempre tão maduro e seguro em sua atitudes, tornando a imagem de Junmyeon mais viva do que nunca para todos eles, e após a festa de formatura ele pediu para ser levado em um lugar em específico, e logo foi levado por eles, ao chegarem Chanyeol se sentiu triste, era ruim toda a atmosfera daquele lugar porém ele seguiu até lá forte com Baekhyun e Jun, fazendo sua preces e logo se afastando sem olhar para trás quando se dá conta da falta de Jun.

Ao longe Jun segurava uma rosa vermelha em pé jogando palavras ao vento.


"Pai, eu sei que me lembro de poucos momentos que passamos juntos... mas foram os melhores... dos quais nunca me esquecerei, eu sei que ainda vou passar por muitas coisas e outras memórias virão, porém a sua estará viva para sempre pra mim, quando você se foi ainda me deixou uma grande pessoa, Tio Chanyeol, que se tornou um grande pai pra mim, ele não fala muito sobre o assunto... mas quando vem a tona seu nome o clima nostálgico é alarmante, talvez eu passe por coisas horríveis mais do que em minha infância no tempo escolar por agora ter dois pais, mas não é como se eu me importasse porque eles são os melhores do jeito deles, eu só queria que soubesse que você é muito mais do que uma memória em nossas mentes mais que só uma saudade... você é meu pai... para sempre" ele estendeu a rosa vermelha colocando ao lado de uma rosa branca deixada por Chanyeol e uma rosa deixada por Byun.

 

Jun correu para ser abraçado por Chanyeol e Baekhyun ele agora poderia chorar.


Chanyeol também chorava mas não por tristeza mas por sentir que a rosa vermelha não simboliza apenas a morte para ele.

Apenas um novo começo.


Notas Finais


Depois de tanto tempo essa é a primeira e que faço um final feliz
já que eu geralmente escrevo death fic e angst

então é esse o final definitivo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...