História Parties or Her? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Drama, Justin Bieber, Maya Orlla, Romance
Exibições 221
Palavras 1.145
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Antes de qualquer coisa quero deixar bem claro que as cenas de sexo, bebida, criminalidade, festas e drogas tudo que envolva a isso não estou incentivando ninguém, a consumir ou fazer. Isso é apenas uma fanfic fictícia, ou seja, não é real. Eu não estou incentivando vocês a fazerem o mesmo e não estou fazendo apologia de absolutamente nada. Estamos entendidos? Ótimo. Boa leitura.

Espero que gostem, beeeijos!!!!

Capítulo 1 - Canadá?


Fanfic / Fanfiction Parties or Her? - Capítulo 1 - Canadá?


" Estou completamente isolada, sem saber o que fazer. Como vou chegar na casa de meu irmão depois de tantos anos? como será que ele está vivendo? E aqueles amigos nojentos dele, como vou suportar aqueles garotos por tanto tempo? Principalmente aquele Bieber, não suporto aquele garoto. Se acha o dono da porra toda mas não é caralho nenhum. Ninguém merece isso" - pensei comigo mesma, enquanto o motorista do táxi seguia seu trajeto até chegar no meu primeiro destino, o aeroporto.
A ficha só caiu quando eu já estava no avião indo pro Canadá, onde seria o meu lar por alguns meses, iria morar com meu irmão mais velho. Pior do que ir pra lá sem ser convidada, e muito menos de boa vontade é ter que conviver com aqueles amigos de Ryan, eles mudaram meu irmão. Ryan não é mais o mesmo depois que foi viver com Justin e companhia.
Já estava exausta de tanto que eu chorava que nem percebi quando peguei no sono.
                                                                   Flashback on
- Maya, vá arrumar suas coisas. Você irá ainda hoje para o Canadá - disse meu pai adentrando em meu quarto me dando um susto
- O que? Como assim pai? - disse confusa
- Você vai passar um tempo com seu irmão no Canadá
- Que? - dei um grito e pulei da cama fazendo meu pai me olhar de cara feia - Mas por que?
- Eu irei para a Roma a trabalho e sua mãe ira comigo, e você não pode ficar sozinha, então enquanto estivermos lá você ficará com Ryan no Canadá.
- Eu me recuso - disse sentado em minha cama, decidida.
- Você não tem escolha minha filha, é só por alguns meses.
- Mas pai eu.... -
- Fim de papo, vá arrumar suas coisas, o táxi chegará em duas horas. - disse me interrompendo. Odeio que me interrompam

- Mas já?! - falei desacreditada com o que meu pai disse
- Sim, eu e Chantelle iremos de madrugada e seu vôo pro Canadá é daqui a três horas, arrume suas coisas. Não demore. - meu pai disse simples saindo do quarto.
Eu ainda estava em estado de choque sem acreditar em tudo que eu acabei de escutar, eu amava meu irmão mas odiava o fato dele ter virado o que virou. Nasci no Canadá e logo depois vim morar com meu pai, Ryan venho também mas depois de alguns anos Justin o chamou para ir morar com ele no Canadá, disse que estava com algumas idéias na mente e precisava de seu "melhor amigo" para por em prática, Ryan não pensou duas vezes e foi. Agora eu também estava indo e o pior de tudo, indo obrigada.
Pensei pelo lado bom, irei passar um tempo com meu irmão que não via há mais ou menos quatro anos. Resolvi então levantar-me da cama e ir arrumar minhas malas. Coloquei tudo que precisava e fui tomar um banho gelado pra ver se a ficha caia. Coloquei uma roupa confortável de viagem e desci para avisar meu pai que já estava tudo pronto.
Encontrei minha mãe na sala arrumando algumas coisas, ela nem me viu chegar
- Mãe?
- Ah, oi minha querida, já esta pronta? - perguntou me trazendo até o sofá onde nos sentamos
- Sim - disse com a voz triste
- O que foi minha filha? Achei que iria adorar a ideia de ir ficar com seu irmão, vocês não se vêm a tanto tempo
- Gostei da ideia de ir ver ele mas não da ideia de ir morar com ele e com aqueles amigos sujos dele
- Como assim sujos, querida? - minha mãe perguntou e só ai que reparei que tinha falado mais do que deveria.
Minha mãe não e a mesma de Ryan. E ela e nem meu pai sabe que ele ganha a vida fazendo roubos e traficando drogas lá no Canadá, quando Ryan me contou isso me fez jurar que não contaria ha ninguém.
- Ah, nada demais mãe! Só não gosto deles.
- Mas olha que oportunidade incrível você terá para conhecer os amigos de seu irmão e passa um bom tempo com ele. Aproveite amor, sei que você vai adorar
- Se você diz - disse e logo depois abrecei ela - Vou sentir sua falta - disse
- Eu também minha filha, mas vai ser rapidinho, você nem vai notar
"Deus te ouça" disse pra mim mesma
- Vamos Maya Orlla, o táxi já está lhe esperando - disse meu pai entrando na sala e dizendo meu segundo nome que odiava
- Não me chame assim - disse me levantando e indo em direção a ele o abraçando - Deixa eu ir com vocês, por favorzinho e Ryan por acaso sabe que estou indo para lá?
- Não dá filha, se desse eu te levaria com certeza, acha que estou gostando da ideia de deixar minha princesinha com Ryan, sabe lá como esse garoto vive e sim ele sabe, falei com ele hoje mais cedo
- Porra pai, princesinha??? Já tenho quase dezoito anos, pare de me chamar assim - disse puta da vida,
- Você pode ter oitenta anos que vai continuar sendo minha princesinha
- Nossa princesinha - disse minha mae vindo na nossa direção e nos dando um abraço coletivo.
Tava tudo lindo, tudo maravilhoso mas tinha que ter alguém pra atrapalhar né. Nosso abraço em familia foi interrompido pelas buzinadas do motorista lá fora que iria me levar pro aeroporto, odeio ser interrompida.
- Vamos Maya, já esta na hora - meu pai disse pegando minha mala e a levando para fora de casa
- Vamos filha - minha mãe disse me estendendo a mao para que eu a pegasse
Fui abraçada com minha mãe até o táxi e eu realmente não queria solta-lá parecia que tinha cinco anos e estava indo para o meu primeiro dia de aula.
O motorista e meu pai colocaram as malas no porta-mala rapidamente e o motorista logo entrou para dentro do carro.
Enfim me despedi dos meus pais pela última vez e entrei dentro do carro
- Eu te amo, se cuida, e tome cuidado. Diga para Ryan que mandei um abraço. - Meu pai disse quando abri a janela do carro
- Pode deixar, eu amo vocês, sentirei falta - disse acenando e mandando um beijo no ar para eles, minha mãe fez o mesmo.
E então o motorista deu partida fomos sentido ao aeroporto. Estava chorando feito uma criança.
Quando cheguei lá o motorista despachou a minha mala e eu fui fazer todas aquelas paradas chatas de aeroporto até embarcar. Faltava apenas vinte minutos pro meu vôo sair então já fui pro avião, me sentado em minha poltrona e pensando em várias coisas até pegar no sono.
                                                                          Flashback off
      O que me aguardaria no Canadá?

 


Notas Finais


a fanfic é INSPIRADA no filme Namoro ou Liberdade.

Comentem, deem opniões é muito importante p mim.

Beeeeijo, até o prox cap..

meu tt: mamarodrg


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...