História Parties or Her? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Drama, Justin Bieber, Maya Orlla, Romance
Exibições 153
Palavras 2.167
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


falaaaa ai gente, leiam as notas finais.


beijoss, boa leitura!!

Capítulo 2 - Bem vinda ao inferno babe


Fanfic / Fanfiction Parties or Her? - Capítulo 2 - Bem vinda ao inferno babe


- Senhorita? Hora de acorda! - alguém disse, não pode identificar a voz.
- Só mais cinco minutos, mãe! - disse ainda literalmente dormindo
- Desculpe, você esta em um avião, e já chegamos no Canadá e eu não sou sua mãe - a aeromoça disse entre risos
- Oh me desculpe, já chegamos? Dormir demais. Obrigada já estou indo - disse envergonhada e dando uma geral no avião completamente vazio, só restava apenas eu.
Me levantei e sair do avião, fui para o aeroporto pegar minhas malas e em seguida ir para casa do meu irmão, estava nervosa pra caralho.
Peguei o primeiro taxi que vi, entrei no mesmo e lhe entreguei um papel que tinha o endereço de Ryan.
- Chegamos!! - o motorista disse
- Ah obrigada, vou lá chamar meu irmão para te pagar e pegar minhas malas, só um minuto! - eu disse saindo do carro
- Ok!
Andei naquele enorme jardim até chegar na porta, quando eu ia aperta a campainha abriram a porta
- Ue, quem é você? - Justin disse completamente confuso. Pelo visto ele não lembrava nem um pouco de mim
- Sou Maya, aqui não é a casa do Ryan?
- Não, aqui é a minha casa...
- Ah me des.. RYANNN - gritei logo que vi meu irmão, dando um pulo em cima dele e lhe abraçando
- Maya?? Porque não me ligou? Ia te pegar no aeroporto
- Que saudades, você esta ótimo
- Sim, sim estou malhan...
- Não queria interromper o momento de vocês, mas que porra é essa?? - Justin falou sem entender porra nenhuma
- Essa é Maya, Justin, minha irmã - Ryan disse olhando para ele e depois colocou seus olhos em mim, me abraçando
- Ahhhh, nossa, Maya, como você cresceu - Justin disse como se tivesse se lembrado de algo, e realmente se lembrou. De mim, no caso.
- Ahhhh - disse o imitando
- Esta me imitando? - disse ele com irritação na voz
- Não. - disse séria
- Estou de saída, seja bem vinda ao inferno babe
- Tá. Que seja. - disse ignorando Justin - Ryan, o taxi esta lá fora esperando pelo pagamento e eu estou esperado as minhas malas
- Ah engraçadinha. Kenny!
- Fala patrão
- Tome esse dinheiro para pagar o taxi e mande algum segurança buscar as malas de minha irmã e traze-las pra dentro
- Sim senhor
O moço alto e negro saiu, deixando eu e meu irmão a sós
- Mas e ai, vamos ficar aqui fora apreciando o céu ou vamos entrar? - disse trazendo a atenção de Ryan toda para mim
- Vamos ficar aqui fora mesmo - Ryan disse rindo me puxando pra dentro da mansão que era maravilhosa
- Babaca - disse mas logo minha atenção foi para aquela casa enorme e linda - uau, que casa, vocês devem viver bem aqui hein
- Vivemos muito bem, obrigado! - disse um garoto adentrando a sala onde eu e meu irmão estávamos
- De nada, te conheço? - disse sendo irônica
- Sou Charles, mas pode, deve me chamar de Chaz, prazer - ele disse se aproximando pegando minha mão e a beijando
- Sou Maya, me chame de Maya mesmo, prazer
- Não liga bro, essa mina paga de engraçadinha - meu irmão disse
- Suave irmão
- Ora ora, o que temos aqui, quem é Ryan, alguma de suas vadias? - um menina loira, dos olhos verdes, disse entrando na sala também
- O que? Tenho cara de puta né? - gritei furiosa mas Ryan me interrompeu
- Nada disso Lisa, mais respeito, essa é Maya Orlla Butler, minha irmã
- Ahhh, me desculpe Maya, Sou Lisa prazer - a tal Lisa disse me estendendo a mão para cumprimenta - lá
- Não precisava desse Orlla, Ryan cacete
- Desculpe - Ryan disse entre risos, ele sabe como o mundo todo também sabe que odeio que pronuncie o meu segundo nome
- Prazer, Lisa - disse a estendendo a mão também
- Mas então o que venho fazer aqui? - uma voz saiu de trás de nós me fazendo olhar pra trás. Era Justin entrando em sua casa já pegando o embalo da conversa
- Vim passar um tempo com meu irmão, ele não contou?
- Ah sim, contou, havia me esquecido, deix...
- Ué, você não estava de saída? - disse o interrompendo
- Estou, só vim pegar uma... Pera ai, não te devo explicação de nada - Justin disse irritado
- Nossa, só perguntei, seu grosso
- Já já te mostro o que é grosso..
- Mas então Maya, cansada? - um garoto moreno saiu de não sei aonde interrompendo Justin
Porra não para de brotar gente nessa casa, eu hein
- Sim, bastante -  lhe respondi simpática
- A propósito, me chamo Alfredo, prazer
- Prazer.
- Como ia dizendo... - Justin disse chamando a atenção de todos para si. - Só te darei um recado, pra você ficar esperta. Minha casa, minhas regras, entendido?
- Pega leve Drew, ela é minha irmã
- Podia ser a rainha do Texas que eu estaria nem ai
- Texas não tem rainha, espertão
- Eu sei, estava sendo irônico
- Aham - disse sarcástica, entre risos
- Muito atrevida essa tua irmã Ryan - Justin disse claramente irritado
- Sou bem mais que atrevida meu querido
- Não sou seu querido - Justin disse e eu revirei os olhos - Enquanto estiver debaixo de meu teto, me respeite como se eu fosse um Deus e...
- Jamais
- Como é?
- J. A. M. A. I. S, quer que eu desenhe? - disse chegando um pouco mais perto dele
- Essa é das minhas - Lisa disse fazendo eu piscar para ela
Quando Justin ameaçou avançar em mim Ryan entrou na minha frente
- Ela entendeu o recado dude, fica tranquilo, ela não vai causar problemas
- Eu acho bom mesmo - Justin disse por fim e subindo as escadas e desaparecendo no corredor
Assim que Justin saiu Ryan se virou pra mim com uma cara nada boa, eu sabia que iria ouvir sermão
- Nem começa Ryan
- Nem começa? Você ta louca? Não faça mais isso, você tem que respeitar Justin, ele é dono disso aqui tudo e de muita coisa aqui no Canadá. Ele é um dos mais ricos se não for o mais. Ele pode acabar com você em dois tempos
- Ele não teria coragem
- Ah, eu tenho certeza que teria sim, Maya
- Ele tem que me respeitar, ta achando o que? Que vim pra cá pra obedecer ordens de um babaca que se acha superior só porque comanda uma merda de gangue de trafico?
- Opa, pega leve ai garota, acabou de chegar e já ta querendo botar moral? - O moreno, Alfredo o nome dele se não me engano disse.
Foi ai que eu percebi que todos estavam na sala com uma cara que parecia que tinha visto um fantasma, realmente todos achavam que Justin era um tipo de Deus, chefe, patrão. Que coisa ridícula!
- Desculpa, mas eu tenho que me impor se não ele vai achar que realmente manda em tudo
- Mas ele manda mesmo - Lisa disse
- Em mim ele não manda - disse convicta
- Já chega, vamos subir. Você precisa descansar - Meu irmão disse subindo as escadas e eu apenas assenti
 Subimos pro quarto que seria o meu e eu me joguei na cama extremamente cansada
- Está entregue, senhorita Maya Orlla
- Não seja ridículo
- Me respeite. E tente colaborar com Justin
- Ok - disse simples revirando os olhos, querendo que aquele assunto acabasse
- Maya, Maya, vá dormir, deve estar exausta. Irei mandar a empregada te trazer um lanche
- E estou mesmo. Que bom te ver de novo irmão
- Que bom te ver também - Ryan disse se aproximando de mim e me dando um beijo na testa, logo saiu do quarto me deixando sozinha
Fui até minhas malas que o segurança de Ryan mandou já tinha as trazidos e peguei uma roupa de dormir e fui para o banho, estava realmente exausta da viagem.
Quando sai do banho, a empregada já havia trazido meu lanche. O comi e não demorou muito pra eu pegar no sono
                                                                                     POV Justin
Eu e os caras fomos para meu escritório, Alfredo tinha alguma coisa a nos dizer. Lisa estava se preparando pra irmos em uma boate que vamos sempre e Maya bom, eu sei lá dessa garota. Entramos e ficamos a espera de Alfredo, ele esta quieto o dia todo e a namorada dele não deu sinal de vida aqui hoje, não estou reclamando, detesto aquela garota.
- A princesa chegou - disse quando Alfredo entrou no escritório - Posso saber porque chamou a gente aqui?
- Hilary estava me traindo
- O que?
- E terminou comigo dizendo que eu não era homem pra ela
- Vou estourar os miolos daquela piranha, se é que ela tem algum
- Não faça nada, já estou mal o suficiente
- Vamos fazer um acordo, um trato, uma promessa, um pacto. Seja lá qual for o nome, vamos? - Chaz propôs
- E qual seria? - perguntei curioso
- De nunca entrar em um relacionamento sério, só curtir, só diversão. Nós quatro como melhores amigos.
- Quanta viadagem, mas gostei, eu topo
- Eu topo - Ryan disse
- E você Alfredo? - perguntei
Ele demorou um pouco pra responder mas acabou assentindo concordando.
- Então está prometido, nunca entrar em relacionamento serio com nenhuma mina. Chaz disse
- Moleza. Vamos para a farra, nada melhor do que comemorar a solteirice do Alfredito indo pra boates, com bebida e putas gostosas ao nosso favor. Ryan, vá chamar Lisa
- Beleza
- Sua irmã vai?
- Não, não esta exausta da viagem. Deve estar dormindo
- Ta. Vamos que a noite é uma criança bebê
E assim saímos do escritório direto para a garagem pegar o carro e Ryan foi chamar Lisa.
Lisa era quem sempre ajudava Ryan a pegar mulher, porque ele era o mais fechado e tímido e então ela dava uma forcinha para ele. Não duvido nada que eles não se pegam sempre que da, se fosse eu pegava, qual é Lisa era uma tremenda gata.
Ryan e Lisa chegaram, e entramos no carro logo dei partida e estávamos a caminho da boate mais badalada do Canadá que a propósito eu era o proprietário.
Noite vai, goles e mais goles perdidos de bebidas vem, subi em um dos quartos que tem na boate não sei quantas vezes para comer algumas putas, tragos e mais tragos. A noite foi passado até que deu a hora de dizer tchau ou quer dizer, até logo.
Fui pra casa mais louco que o batman(clicherzão), me joguei em minha cama e capotei.
No dia seguinte acordei com Ryan me chamando, filho da puta deixa eu dormir porra
- Justin, acorda ai cacete, temos um assunto muito delicado a tratar, precisamos de você lá embaixo
- Já acordei porra, como assim delicado?
- É melhor você tratar de andar logo, não ira gostar nada de saber disso
- Só vou tomar um banho e encontro vocês lá embaixo daqui a pouco? Pede pra empregada preparar um café da manhã pra mim e levar no meu escritório daqui 10 minutos - disse me levantando
- Beleza
Ryan saiu do meu quarto e eu fui direto pro banho, estava péssima a minha situação. Minha cabeça estava latejando pra caralho. Sai do banheiro vesti qualquer coisa e sai, desci as escadas e dei de cara com a irmã de Ryan, não dei a minima pra ela, estava com dor de cabeça e puto por Ryan ter me acordado.
Entrei em meu escritório e todos já estavam lá, com expressões sérias e então não demorou muito e a empregada trouxe meu café
- Por que me acordaram uma hora dessas? Espero que seja por uma boa causa
- É super importante
- Então fala caralho - disse dando um gole em meu suco. Eles se entreolharam e finalmente resolveram falar
- Pegaram a sua mãe - Lisa disse
- O QUE? - cuspi todo o suco que tinha na boca - Como assim pegaram a minha mãe? - disse me levantando de minha poltrona e indo até eles
- Foi o Jacob, ele sequestrou a sua mãe, e quer uma boa grana em troca da vida dela - Alfredo disse
- E como sabe disse? - perguntei não acreditando no que acabei de ouvir
- Ele me mandou um email, dizendo hora, local, quando e quanto
- E quanto ele quer?
- 50 milhões
- O QUE? CINQUENTA MILHÕES, esse filho da puta só pode estar brincando - disse cuspindo raiva, dessa noite Jacob não passa - Respondam ele, diga que irei. Ele que me aguarde, mexeu com a pessoa errada.

 


Notas Finais


oioi genteeeee!!!

falem p mim o que cês estão achando da fic, ta só no começo.
O que acharam de Maya? Muito abusada né, hauwdyhsaufhekj

até o prox cap, beijos!!

meu twitter p quem quiser, tá meninas: mamarodrg


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...