História Pas de deux. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Ballet, Romance
Visualizações 16
Palavras 320
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fluffy, Lírica

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura! ó/

Capítulo 1 - Único.


Uma linda feição feminina adentrava no palco, meio tímida e sem jeito, vagarosamente foi aproximando-se ao centro. Nem mesmo as luzes da ribalta eram capazes de ofuscar o seu brilho, sua cintilação ainda era mais deslumbrante, e me deixava sem ar.

Apresentando-se com um magnífico pas de bourrée, um movimento tão usual, no qual você foi capaz de me cativar pela simplicidade e graciosidade de uma só vez. E ligeiramente,  sem perder tempo, deu sequencia ao soutenu, sustentando-se firmemente na ponta dos pés, mostrando a sua demasiada força, me deixando maravilhado, aproximou-se de mim, convidando-me para me juntar à ti.

Eu fui notando aos poucos, mas era nítido que simplesmente fomos encantados pela semelhança de nossos passos, não existia ninguém como nós. E rapidamente, a nossa peça atingiu o catarse, era como se finalmente Siegfried e Odette derrotassem o Mago Rothbart para ficarem juntos.

Nós nos esforçávamos e dançávamos em meio às vaias, nossa sintonia era singular, e não precisávamos que ninguém entendesse isso por nós.

Sentia-me mal toda vez em que errava um passo, ou pisava no seu pé, era doloroso ter de ver o seu semblante triste por minha conta. Porém, ao mesmo tempo, a sensação de ser privilegiado era eminentemente presente em todos os momentos, foi lindo ver a forma com que você se negava em ir atrás de outro par, dizia que essa dança era nossa, e que sempre será assim.

Antes de que eu me desse conta, já estávamos executando o Air, en l', e até com os pés no chão, o passo ainda era o mesmo. 

Toda vez que eu penso em ter de fazer o Arrière, você me mostra que o melhor passo é o devant, e é por conta disso que faço questão de que façamos sempre esse pas de deux, pois com as suas lindas sapatilhas, você adentrou no meu coração, e agora eu não quero que esse espetáculo acabe nunca.


Notas Finais


Obrigado por ler.

Para não ficarem boiando:

Air, en l' - No ar, movimentos executados no ar.

Arrière - Para trás.

Catarse - Um momento clímax. Dentro do processo criativo e durante uma apresentação, a catarse é uma mistura de emoções e sentidos dos atores com os personagens que é, consequentemente, transmitida ao público.

Devant - À frente

Pas de bourrée - consiste, em geral, na passagem freqüente de um pé para o outro.

Luzes da Ribalta - Refere-se às luzes localizadas na parte dianteira do palco, em geral entre o pano de boca e o lugar da orquestra, que serviam para iluminar a cena.

Soutenu - Sustentado. Esse aqui é basicamente um movimento de sustentação na ponta dos pés.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...