História Passado Atormentador - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 16
Palavras 1.455
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Festa, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Capítulo 3


Fanfic / Fanfiction Passado Atormentador - Capítulo 3 - Capítulo 3

Terminei a letra da música, e realmente ela tinha ficado boa pra minha primeira música lenta e triste, estava agora com um total de 13 letras de música compostas por mim. Depois que à terminei me joguei de costas na cama, já me sentia aliviada e mais alegre até, estranho pra quem estava escrevendo coisas tristes né kkk, mas fazê o que? Não tenho controle sobre meus sentimentos, acho que ninguém tem…
        Saio dos meus pensamentos quando escuto a porta do quarto ser aberta, era Márcia novamente, a mesma tinha um sorriso de orelha a orelha e carregava um bandeja com comida…
         --- Voltei querida, aqui esta sua comida -Diz ela colocando a bandeja em meu colo
        --- Obrigada Márcia, e o que o Doutor disse? -pergunto pra mesma já começando a comer
       --- Ótimas coisas, disse que vc já vai poder sair em breve, daqui mais ou menos uma ou duas semanas -Disse ainda com seu sorriso grande
        --- Sério? Graças a Deus, não vejo a hora de poder sair, ver minha família e amigos… -Digo soltando um suspiro e sorrindo como Márcia
        --- Logo logo você ira querida… Agora eu preciso ir, depois eu volto para pegar a bandeja OK? -Diz a mesma me dando um beijo na testa e saindo, acho que estava com pressa kkk…
                        
                         DEZ DIAS DEPOIS…  

         Os dias passaram devagar mas finalmente o momento tão esperado depois de seis meses chegou, eu já vou sair desses lugar e finalmente esqueci aqueles sete monstrinhos ou melhor "meu pior pesadelo", amanhã de manhã meus pais viram me buscar e me levar pra casa, já é noite e não consigo dormir com tanta ansiedade, em meio meus pensamentos eu acabei pegando no sono.
         Acordei com a luz do sol em meu rosto, assim que paro de fitar o teto dou um pulo da cama me lembrando que dia era hoje, antes de correr para o banheiro vejo uma bolsa em cima da poltrona branca que havia no quarto, ando até a mesma e a abro, dentro havia algumas peças de roupas, um par de sapatos, alguns acessórios e uma caixa embrulhada com papel de presente e em cima uma cartão escrito…
         "IREMOS TE BUSCAR NA HORA DO ALMOÇO, ESTEJA PRONTA ESTAMOS MUITO ANSIOSOS, BEIJOS.     ASS: MAMÃE E PAPAI ❤"
          Ri com a assinatura dos mesmos, mas logo deixei o cartão de lado, sou muito curiosa e rasguei aquele papel de presente rapidamente,  dando de cara com uma embalagem de um celular novo da nova geração, comecei a pular de alegria ao mesmo o tempo abrindo a embalagem, ele era muito maior que meu celular antigo e já tinha chip e capinhas acompanhando, comecei a mexer nele nem vendo a hora passar e quando fui ver já eram 10:37(no celular, no quarto não avia relógio), então sai correndo em direção ao banheiro, tomei um banho rápido e coloquei a roupa que me trouxeram, que era um vestido florido cinturado e rodado um pouco acima dos joelhos, uma jaqueta jeans com a mangas dobradas até os cotovelos e uma sapatilha branca com um laço preto em cima, no cabelo estava cansada de sempre ver igual então resolvi fazer um rabo de cavalo um pouco bagunçado. Depois de pronta, peguei meu celular e me sentei na poltrona para esperar, já eram 11: 24, então não ia esperar muito.
            Depois de um tempo meus pais chegaram, me despedi de Márcia depois de uma choradeira nossa, ela era como uma mãe pra mim, era a única que conversava comigo naquele lugar, e pra uma mulher de 42 anos ela parece uma adolescente kkk, irei sentir falta dela. Eu e meus pais já estávamos a caminho de casa, durante o trajeto conversamos muito, rimos, brincamos e cantamos, meus pais sempre foram um pouco vida Loka o que nos tornava mais unidos, sempre adorei a história de amor deles, uma história simples mais apaixonante.
         O carro parou em frente nossa casa e eu sem mais nem menos sai correndo pra entrar deixando meus pais para trás pegando uma mala com alguns de meus pertences, tentei abrir a porta mas a mesma estava trancada…
         --- MÃEE!!! A porta ta trancada, abri aqui por favoorrr!!!! -gritei pra mesma e ela me jogou a chave com um sorriso largo
         --- Abri ai - Diz ela depois de jogar a chave
         Com toda animação abri a porta e entrei, estava tudo escuro então tentei procurara o receptor pra acender a luz, assim que acho ligo, tomo um susto e faço posição de ataque(já fiz mai-thay) quando vejo alguns familiares e amigos gritarem "SURPRESA!!!" com sorrisos largos me olhando e com uma faixa enorme pendurada no teto escrito "SEJA BEM VINDA DE VOLTA" em letras colorida…
         --- Graza Deus são vocês, Jesus!!, quase eu faço uma guerra, ufaa, AIII QUE FELICIDADE QUERO ABRAÇO DE TODOS!!!! -Digo dando um suspiro e depois pulando e batendo palminhas de alegria fazendo todos rirem
          --- É bom saber que a pirralha insuportável voltou -Diz meu irmão Jonny de 21 anos me dando um abraço e eu retribuo
         --- Já disse pra parar de me chamar de pirralha, você é só 3 anos e 11 meses mais velho que eu, seu idiota -Digo tentando sair do seu abraço e ele me aperta mais
         --- As vezes me esqueço que você tem 17 anos, Pirralha!!! -Ele diz e eu o empurro e vejo o mesmo rindo
        Depois do meu irmão enchendo meu saco, falei com todos, acho que tinha aproximadamente umas quarenta pessoas na casa, minha mãe e algumas tias fizeram almoço pra todos, comemos, conversamos e brinquei com alguns primos pequenos.
                          9 MESES DEPOIS…

          alguns meses se passaram e eu já estou com 18 anos, me formei e neste momento estou procurando uma universidade pra entrar quando decidir o que vou fazer da vida, minha mãe todo dia pergunta e eu respondo o mesmo "ainda não sei" meu pai não liga muito pra isso ele só acha que preciso de um tempo pra achar o que mais gosto de fazer e trabalhar com isso e que ele iria me apoiar não importa o que fosse…
         --- O que acha da gente procurar isso depois? -pergunta minha mãe fechando o notebook em cima da mesa da sala de jantar
         --- Por mim tudo bem -Digo pra mesma sorrindo sem dente
         --- Eu tenho uma novidade ótima -Diz ela sorrido grande pra mim
         --- Sério? Então me conta não curiosa -Falo pra mesma
         --- Então eu e seu pai conversamos bastante sobre o que talvez você fosse escolher pra fazer e como não temos ideia nenhuma resolvemos dar um tempo pra você -Diz ela
         --- Como assim? -Falo sem entender
         --- Nós vamos deixar você viajar para 3 lugares diferentes, qualquer lugar do mundo -Diz ela sorrindo mais ainda e batendo palminhas
         --- Sério? Mas como vocês arranjaram dinheiro? -Digo me assustando com a ideia já que não somos ricos nem nada, classe média pra ser mais exata
         --- Ah com isso você não precisa se preocupar, durante aqueles seis meses que você passou fora, juntamos bastante dinheiro, agora nós temos o dinheiro pra sua faculdade e o dinheiro que nós juntamos não temos nada para fazer, então decidimos isso. -Disse minha mãe com um sorriso largo
         --- SÉRIO!? AI QUE BOM, JÁ ATÉ SEI PRA ONDE IR, MAS PODE SER QUALQUER LUGAR DO MUNDO!?? INTEIRINHO!??
          --- SIM, DA PRA ACREDITA!? -grita minha mãe me acompanhando com a animação
         --- AAAAHH NÃO TO ACREDITANDO, EU QUERO IR PRA 3 PAÍSES DIFERENTES E COM CULTURAS SUPER DIFERENTES UMA DA OUTRA - Grito também
         --- ENTÃO ESCOLHE LOGO DOIDA Kkkkk -Diz ela rindo de mim
         --- okay okay, não me apresse muié, eu quero ir pros EUA, Paris...e…to em duvida entre o Japão ou a Coréia do sul, porque a Coréia do Norte…meu amor, não vou lá nem morta -Digo irônica
          --- Eu preferia o Japão, mas você sempre falo que queria ir pra Coréia, agora você pode ir, aproveita trouxa kkk -Diz minha mãe rindo de mim
         --- Verdade né? Então vai ser EUA, Paris e Coréia Do Sul, e não me chama de trouxa… -Digo fechando a cara logo depois
        --- Okay, então escolhe pra qual estado/cidade você vai e qual lugar vai primeiro -Diz minha mãe entrando no site do aeroporto
        --- Primeiro eu vou pra Páris lógico haha, depois eu vou pros EUA pra Hollywood kkk, sou mó chique fi hihi, e por último pra Seoul na Coréia do Sul -Digo pra mesma
         --- Okay Já comprei sua passagem pra Paris, pra amanhã, e você ficará um mês em cada país -Diz ela
        --- AIII NEM VOU PERDER TEMPO, JA VOU ARRUMAR MINHAS MALAS -Digo saindo correndo pras escadas


Notas Finais


Desculpa qualquer erro...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...