História Passado , Presente e Futuro - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Lucy Heartfilia, Rogue Cheney
Tags Futuro, Lucy, Rogue, Rolu
Exibições 166
Palavras 1.688
Terminada Sim
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


---->Finalmente postei as ones o/ como nesse site eu tenho que ficar postando 1 por 1 jaja cada one vai te nas notas finais os links das outras ones @-@ E HOJE MESMO TEM FIC NOVA SENDO POSTADA AEWWW \O/

Capítulo 1 - 1


Muita coisa havia acontecido depois da falha tentativa de fechar o Portal Eclipse. Como Yukino havia sido morta durante o processo, acabou por acarretar de que as Chaves De Ouro que a pertenciam fossem quebradas e parassem de ajudar os outros espíritos. Pela grande mudança de poder, o portal ricocheteou a magia celestial fazendo com que as todas chaves fossem completamente destruídas.

Sem as chaves do zodíaco, Yukino morta e Lucy desacordada, foi inevitável que o caos e a destruição se instalassem sob Crocus. Milhões de pessoas morreram, principalmente, os membros das guilds que tentavam ajudar a todos lutando contra os dragões.

Levy conseguiu achar Lucy entre os destroços e ajudou a amiga a sair do meio da luta sangrenta a carregando desacordada. Estava machucada por tentar lutar com os dragões, mas fora mandada procura da amiga para que fugisse dali, pois não havia mais esperança para ninguém e o melhor a se fazer era fugir e se esconder.

Quando Lucy acordou ficou sabendo de tudo, ela chorou em desespero por saber que seus amigos estavam mortos e suas chaves completamente destruídas. O mundo a qual Lucy conhecia já não existia mais.

Ambas fugiram e se esconderam já que não possuíam forças o suficiente para lutar contra um dragão, ainda mais Lucy que não possuía nem suas chaves de prata agora, já que havia as perdido em meio aos destroços, ela se sentia fraca e inútil sem suas tão preciosas chaves.

Então ficaram sabendo que um dos Dragon Slayer havia ficado forte o suficiente para comandar os dragões, entretanto ele havia perdido a cabeça e estava fora de si não sabendo diferenciar amigo de inimigo. Ambas as magas ficaram com um pouco de esperança achando que era algum conhecido.

Mesmo que Lucy desejasse imensamente que fosse um dos amigos, seu coração implorava para que fosse outra pessoa, um certo moreno de  olhos avermelhados da guild rival. Sentia-se uma tola por tê-lo achado atraente e bonito, ainda mais por saber que ele havia matado seu dragão o que era algo imperdoável, mas seu coração parecia não se importar...

Mesmo sendo em uma guild rival, essa que possuía a pessoa que mais lhe machucou nos jogos, não conseguia ignorar o fato de gostar do moreno. Achava ele diferente dos demais tigres, era mais gentil e não parecia ter a mesma maldade que seus colegas de guild, por isso ficava se questionando sobre a história do mesmo ter matado seu dragão, será mesmo que ela era verdadeira?

Levy estava um pouco assustada em voltar aquele mesmo lugar que havia lhe trazido inúmeras cicatrizes e traumas que até hoje incomodavam a pequena azulada. Ver tantos e tantos morrerem em sua frente não era algo para que conseguisse esquecer, nem mesmo em meio aos seus sonhos. Porém Lucy estava disposta a correr o risco e voltar para aquele lugar horrível que havia lhe tirado sua família, e como a azulada não queria que a amiga fosse sozinha, a pequena lhe acompanhou até próximo ao lugar que estavam falando sobre os rumores. Lucy não sabia ao certo se conseguiria sair de lá viva novamente, então avisou que caso não retornasse em três dias Levy deveria lhe considerar uma pessoa morta, o que fez com que a azulada chorasse já em desespero, não aguentaria ficar sozinha naquele mundo horrível.

Lucy se escondia entre os destroços e fazia o mínimo de barulho possível com medo de atrair algum dragão, já que não sabia ao certo o que de fato havia ocorrido naquela cidade, agora tão friamente destruída. Com um pouco de coragem, Lucy foi até céu aberto ver se conseguia rever suas chaves pratas ao meio aos destroços aonde havia desmaiado na ultima vez. Estava tão concentrada que nem notou quando alguém se aproximou.

-Procurando alguma coisa? - Perguntou uma voz grave atrás de si fazendo com que Lucy desse um pequeno salto.

A loira se virou com extremo medo, tanto que tremia, pois sentia uma magia extremamente alta atrás de si o que tudo indicava que era um dragão, mas quando virou ficou chocada ao ver que se tratava de um homem. Homem esse que possuía cabelos prateados bem lisos amarrados em um rabo de cabelo e uma franja que escondia um de seus olhos, deixando apenas um avermelhado a mostra, e sob seu olho visível havia uma marca preta.

Ele usava uma roupa branca bem elegante, estranho pensou Lucy, afinal, por qual motivo alguém tão arrumado estaria ali? Uma calça branca que havia duas tiras pretas para fora com esferas douradas essas tiras se ligavam a tira que estava no torço que se ligava a capa branca pendurada em seus ombros.

Lucy estava usando uma capa negra, a qual escondia completamente seu corpo e rosto, apenas seus braços estando fora da capa, afinal, ela estava procurando suas chaves. Suas mãos estavam um pouco machucadas e avermelhadas, já que entre as pedras às vezes Lucy tocava em cacos de vidro ou lascas de algo cortante.

-Por que está aqui? - Perguntou ele sério encarando a desconhecida.

-E-eu estou procurando minhas chaves... – Falou Lucy um pouco assustada.

-Chaves? - Perguntou fazendo uma careta e logo se aproximando e tocando em uma mexa do cabelo loiro que estava fora do gorro - Lucy?

-Como sabe meu nome?! - Perguntou surpresa tirando o gorro e revelando seu rosto e olhando melhor para o do estranho colocou a mão na boca - Rogue?! É você mesmo?!

-Sim – Falou ele ficando sério novamente.

-O que aconteceu?!  Por qual motivo você está vestido assim? E-e seu cabelo esta p-prateado! – Lucy exclamou se aproximando do rapaz que não demostrava felicidade ao vê-la - Mais alguém da sua guild sobreviveu? E onde esta Frosh?

Lucy sentia um leve conforto ao ver que o rapaz estava bem, mesmo que não estivesse mais moreno, ainda o achava lindo com aquele novo tipo de penteado prateado. Mas depois ficou em choque ao perceber que aquela magia extremamente forte vinha dele e que ele apertava fortemente os punhos com raiva. Com certo medo ela se aproximou e tocou a mão de Rogue que lhe encarou mortalmente fazendo com que Lucy pudesse perceber que o olho escondido atrás da franja havia virado uma grande cicatriz.

-Rogue... - Falou ela tentando ficar animada novamente - Estou tão feliz que você esteja bem.

-Por qual motivo ainda esta aqui? - Perguntou seco fazendo com que Lucy ficasse extremamente triste ao ver que ele estava diferente do que era antes - Vá embora.

-Rogue eu... – Lucy tentou falar, mas viu o olhar mortal de Rogue sobre si a fazendo dar passos para trás assustada.

-Vá embora! – Ordenou Rogue mais uma vez dando as costas.

-Rogue por que esta me tratando assim? Por favor, não ande sozinho é perigoso! – Falou Lucy se aproximando novamente.

-O que isso te interessa? Apenas vá embora – Rogue disse a encarando.

-Você é aquele dos rumores... – Falou Lucy vendo o rapaz parar - O que você se tornou Rogue?! Você parecia alguém tão gentil.

-Não te interessa e se ainda quer ficar viva acho melhor ir embora – Falou ele encarando à loira que se mantinha firme o encarando.

-Me mate então! - Falou Lucy começando a chorar, seu coração doía a cada palavra dita por Rogue, se sentia completamente triste ao ver como ele estava diferente e lhe tratando de uma forma tão fria - Não é como se minha vida atual fosse maravilhosa...

-Lucy vá embora! - Falou ele gritando - Está me obrigando a lhe machucar!

-Você já me machucou com suas palavras Rogue, não é como se fosse algo diferente agora – Falou ela ainda chorando - Eu estava tão animada quando fiquei sabendo do rumor, eu realmente queria que fosse você o sobrevivente, então vim o mais rápido possível para saber a verdade, meu coração batia tão acelerado só de imaginar lhe encontrar novamente.

-Lucy... – Disse ele se aproximando da loira que ainda estava chorando encarando o chão.

-Vamos acabe logo com isso... – Falou ela sem encarar o olho avermelhado de seu amado.

Então Lucy sentiu ser abraçada fortemente fazendo com que ela voltasse a chorar e retribuísse o abraço. Sentia confortada naquele abraço, não sabia ao certo se sua declaração foi o bastante para que ele percebesse seus sentimentos, mas se sentia extremamente amada naquele momento.

-Eu sempre te achei como uma estrela – Falou Rogue chamando a atenção da loira- Tão bonita e tão longe de se tocar, eu admirava sua força e sua determinação e fiquei surpreso por sua coragem nos jogos. Eu fiquei mal ao saber da morte de Yukino, mas entrei em pânico ao descobrir que você estava junto a ela, acabei perdendo a cabeça com isso e já não sou mais o mesmo... A-algo dentro de mim me dominou me mudou. Eu perdi todos aqueles que eu amava, e até mesmo minha sanidade.

-Eu estou aqui Rogue - Falou Lucy encarando o albino que tinha um sorriso de lado.

-Me desculpe, mas eu não mereço seu amor. Fiz coisas horríveis pela qual eu não posso me perdoar... – Falou Rogue afastando a loira de si que ficou sem entender aquilo, ainda mais por vê-lo chorar – Então volte para o passado Lucy, arrume o futuro e me impeça de virar o monstro pelo qual eu me tornei.

-Rogue o que você esta falando?!- Perguntou a loira ficando sem entender o que o mesmo dizia.

-Eu vou atrás de você, eu vou tentar matar você espero que me perdoe, pois estarei fora de mim... Eu realmente amo você Lucy. Mas o Rogue já não existe mais nesse corpo, então, por favor – Falou ele com pesar e a empurrou fazendo com que ela entrasse em um tipo de portal.

A ultima coisa que Lucy viu foi o olhar de seu amado mudar para alguém completamente diferente, e um sorriso terno passar para um maligno, e uma presença totalmente infernal dominar Rogue. Então quando se deu por si estava novamente na cidade que não estava em ruinas, muito menos destruída, estava cheia de pessoas e vivida como nunca. Ela havia retornado ao passado e sim, faria de tudo para que o futuro não acontecesse.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...