História Passion of death - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jensen Ackles, Shelley Hennig, Supernatural, Teen Wolf, The Vampire Diaries
Personagens Castiel, Damon Salvatore, Dean Winchester, Derek Hale, Malia Tate, Peter Hale, Sam Winchester, Sheriff John Stilinski, Stiles Stilinski
Tags Supernatural, Teen Wolf
Exibições 18
Palavras 1.519
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


GENTE!
Muito obrigada pelos 5 favoritos ♡ é bom saber que estão gostando ♡♡♡
Me dá muito mais vontade de continuar e vai ter tanta treta ainda sjsjsjshshsh
Espero que estejam gostando porque é agora que as coisas vão pegar fofo
Se é que me entendem ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Capítulo 3 - The Despair of Enemies


Fanfic / Fanfiction Passion of death - Capítulo 3 - The Despair of Enemies

Malia não sabia o que fazer, como assim Dean e Sam estavam na porta da casa dela ? Ela fecha a porta na cara deles, agiu por impulso, Malia manda Derek guardar todos os sangue que estavam em cima da mesa, depois que Malia se deu conta de que estava segurando um copo cheio, ela joga o copo pela janela e tenta disfarçar, ela abre a porta devagar para da tempo que o Derek guarde todos os líquidos, Malia dá um sorriso tentando disfarçar que tinha batido a porta na cara deles, um sorriso desesperador, ela se deu conta de que tinha acabado de por sua vida e a de Derek em risco 

- Oi rapazes, de novo - tenta rir - o que aconteceu para vocês me seguirem?, ah e desculpa por ter batido a porta na casa de vocês eu me assustei, não esperava essa visita 

- não tem problema, podemos entrar queremos muito falar com você - diz Sam 

Malia deixa os irmãos entrarem, quando ela vê a cozinha limpa, um alívio percorre o corpo de Malia, Derek sabia improvisar bastante

- Olá rapazes, fiz suco vocês querem ? 

Eles confirmam com a cabeça e Derek serve os meninos 

- bela casa você tem - diz Dean

- valeu - Malia sorrir 

- então Malia, nós gostaríamos de conversar com você sobre o acidente que teve na festa, você estava na festa certo ? - diz Sam

- festa ? Que festa ? 

- a festa que encontraram quatro cadáveres 

- ah sim essa festa, sim, sim, sim... sim eu estava mas não fiquei muito, eu sai mais cedo, passei mal e vim logo para casa 

- então você não ficou até acontecer esse assassinato - pergunta Sam 

- não, mas minha amiga deve ter ficado se quiser eu posso dar o número dela 

- por favor 

Malia sobe para o quarto e procura o número do celular de sua amiga, enquanto Sam e Dean ficam esperando junto com o Derek na cozinha 

 - então rapazes, como exatamente vocês caçam seres sobrenaturais?  

- bom a gente meio que senti quando tem alguma coisa sobrenatural

- ou como na maioria das vezes somos as pessoas ligam para  a gente - Fala Dean interrompendo seu irmão 

- e já pegaram muitos ? 

- sim, de todo tipo, Banshee, nogitsune, lobisomens, fantasmas, anjos, tudo que você possa imaginar, agora estamos atrás de um que nunca tivemos o prazer de matar um vampiro -fala Sam 

- porque vocês querem matar tanto um vampiro ? Pensei que nem existisse mais 

- pensou errado, isso que aconteceu na festa mostra exatamente que eles vivem entre nós, e iremos acha los não é Dean

- oh claro - Dean fala irônico 

Malia desce com um papel e entrega para Sam 

- está aqui tudo que você precisa saber sobre o que aconteceu na festa ela vai saber, ela é daquelas pessoas que só sai da festa quando já estão varrendo - Malia rir 

- obrigado Malia - fala Dean que também sorrir 

- obrigada pelas informações Malia, e boa sorte na sua redação 

- que reda..... Ah minha redação sim claro, obrigada meninos, com certeza irei tirar 10 graças a vocês e olha já comecei a fazer - Malia sorrir novamente 

Malia estava sorrindo tanto, que nunca passou pela cabeça dela ser tão simpática com alguém, principalmente com um homem, os únicos sorrisos verdadeiros que ela dava era pro Dean, Malia estava completamente admirada por aquele homem, aqueles olhos verdes, o jeito que ele sorria para Malia, ela só não queria sentir algo sério demais, Dean pensava a mesma coisa, Sam e Dean colocam o copo em cima da mesa e se despedem para irem embora, Malia abre a porta para eles, quando finalmente eles vão embora Malia voltou a ser quem ela era, como se ela estivesse vestindo uma calça muito apertada, que não conseguia nem respirar e depois tirasse ela, aquele foi a melhor sensação para Malia, mas o Derek estava muito bravo 

- o que foi isso? Como eles descobriram onde a gente mora ? 

- eles devem ter me seguido 

- Malia em nome de Jesus, o que diabos você foi fazer na loja dos Winchester? ??

- eles sabem tudo sobre seres sobrenaturais, talvez eles pudessem saber sobre os meus pais 

- Malia quantas vezes eu já disse que é para você esquecer esse caso, já faz 18 anos, se eles estivessem vivos já teriam te procurado

Malia fica calada, por mais que ela seja cabeça dura Derek estava certo, mas Malia não queria admitir muito menos aceitar 

- e aquela festa Malia meu deus, se eles descobrem que foi você que matou aqueles garotos, agora que você ajudou eles a descobrirem onde a gente mora vai ficar mais fácil deles matarem a gente 

- eu sei Derek eu errei, já entendi 

- isso não foi erro Malia, foi burrice , a partir de hoje você não vai mais se alimentar de humanos está me entendendo, se estiver com fome me avise que eu mesmo vou atrás, eu sou muito mais cuidadoso que você, e é essa é a nova regra, Malia você entendeu ? 

Malia não fala nada só concorda com  a cabeça 

- ótimo agora vá para seu quarto 

- você só sabe me criticar, mas também vive mentindo para mim, porque não me contou sobre a guerra que teve

- porque você nunca perguntou 

- meus pais estavam nela ?

- eu não sei se seus pais estavam nela, eu não estava nela, por isso não sei como aconteceu, só sei que ouve várias mortes de ambos

Malia não falou nada e subiu para seu quarto, ela tranca a porta, Malia  pega seu notebook e pesquisa no Google " guerra que aconteceu entre vampiros e caçadoras nos anos 90 " 

Nas pesquisas não tinha nada demais, as mesmas coisas que o Sam tinha dito, Malia queria saber quem tinha participado da guerra, se seus pais tinham, mas como ela ia saber ? Ela deita na cama, ela começa a pensar em Dean, como ela conseguiria esquecer ele ? Aquilo era paixão ? Amor a primeira vista ? Malia preferia ter câncer a se apaixonar, mas Dean mexia com ela de um jeito que nenhum outro homem conseguiu, ela não tinha vontade de  machuca lo, pelo contrário, sentiu o dever de proteger ele, mas não entendia a razão, Malia queria ver ele novamente, e foi o que ela fez, estaria Malia se arriscando demais ? pra ela não importava, só precisava ver ele novamente

Dean e Sam continuaram pesquisando sobre o assassinato que aconteceu na festa, Dean não estava nem ligando mais, o Sam já estava mais obcecado por aquele caso, Dean estava quase dormindo na cadeira e Sam pesquisando todos os relatos atuais de vampiros na cidade 

- Sam eu estou morrendo de sono aqui, eu posso pelo menos ir comprar um café pra ver se eu consigo ficar acordado 

- vai e trás um pra mim também, estou quase solucionando este caso 

Dean se levanta morto de sono e vai até uma lanchonete mais próxima atrás de dois cafés, na volta da lanchonete Dean encontra com Malia

- Malia ? Oi!

- Oi Dean - sorrir 

- coincidência encontrar você por aqui 

- sim, eu estava com fome e vim comprar comida para mim e meu irmão 

- quer que eu te acompanhe ? 

Malia acena com a cabeça e da um sorriso 

- desculpa tratar vocês daquele jeito lá em casa

- normal, meu irmão está obcecado por esse caso, eu nem ligo mais, só quero tomar café, amo café 

- eu prefiro suco de morango - os dois começam a rir 

- mas sério, até agora vocês foram as pessoas mais civilizada que recebeu a gente, normalmente as garotas querem transar comigo 

- normal, olha para você, não é todo dia que se vê um homem como você

- como assim como eu ? 

- bonito 

Quando Malia disse isso ela acaba tropeçando e caindo no chão, ela e Dean começam a rir, tudo aquilo era constrangedor e engraçado ao mesmo tempo

- você está bem ? 

- acho que sim, eu aguento uma queda 

 - e que bela queda 

- perdi a fome depois dessa 

- mais uma vez, você está bem ?

Malia sorrir

- seu sorriso é lindo, deveria sorrir mais vezes 

- agora eu tenho um motivo 

- e será que eu posso te deixar em casa ?

- e porque não ? 

Dean acompanha Malia até sua casa, Malia estava sentindo uma coisa por Dean que era inexplicável e ela já tinha aceitado isso, eles chegam 

- obrigada Dean, sério valeu mesmo

- por te trazer em casa? - Dean rir 

- por fazer eu sentir algo diferente 

- diferente bom ou diferente ruim ? 

- aí depende de você - Malia sorrir e a cor de seus olhos mudam para vermelho, Dean não se assusta nem nada, meio que ele já sabia, para o Dean estava tudo bem, ele não via maldade em todos os vampiros, e ele já tinha sentido algo diferente nela, agora ele tinha a certeza, só o Sam que não poderia descobrir.



Notas Finais


Comentem o que estão achando *u*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...