História Passion without limits - Capítulo 53


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Magcon, Nash Grier, Shawn Mendes
Personagens Cameron Dallas
Tags Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Jack & Jack, Magcon, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes
Exibições 303
Palavras 1.060
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OLÁ GENTE, TUDO BOM? ESPERO QUE SIM.
Quero agradecer aos mais de quarenta comentários que tivemos no capitulo anterior, obg mesmo.

Boa leitura e até a próxima.

Capítulo 53 - Chapter fifty-two


Fanfic / Fanfiction Passion without limits - Capítulo 53 - Chapter fifty-two

POV’s Karolina Wright

-Sai desse quarto Bárbara! – Grito antes de dar um soco na porta, ela tem que sair desse quarto, há dois dias mal come e mal sai do quarto, eu já não sei mais o que fazer para ajudar a minha amiga – Por favor, você tem que sair, você tem uma vida, não pode ficar trancada no quarto para sempre.

-Quer apostar que eu posso! – Ela gritou de volta e eu encostei a testa na porta, tentando ter ideias para o que fazer como tirar ela do quarto.

Ouço a campainha tocar e caminho para a porta, abrindo a mesma. Aléxis entra sem pedir permissão e coloca sua bolsa na mesa, reviro os olhos com a falta de educação, mas relevo, pela Bárbara.

-Cadê ela? – Aléxis pergunta.

-Trancada no quarto – Falo com desanimo.

Ela se vira e anda batendo o pé até o quarto de Bárbara, logo ouço as batidas na porta, Aléxis não está aqui para brincadeira.

-Sai logo desse quarto! – Ela grita.

-Não! – Bárbara grita e eu suspiro, nem Aléxis consegue fazer Bárbara mudar de ideia, quem poderia fazer isso?

-Ela está irredutível – Digo para Aléxis quando a mesma volta para a sala – Não sei mais o que fazer, ela não sai daquele quarto.

-Mas eu sei – Ela pega o celular dentro da bolsa e eu a olho curiosa – Vou ligar para Shawn, tenho certeza que ele vai vir para ajudar.

-Pensei que ele estava viajando com a Luna.

-E está, mas duvido que quando saber sobre o que aconteceu não venha correndo para cá – Ela disca um número e dirigi o celular até a orelha – Shawn? Sim é a Aléxis, preciso que venha para cá urgentemente – Ela diz apressadamente – O que aconteceu? O babaca do Dallas aprontou com a Bárbara – Aléxis para de falar por um tempo, imagino que Shawn esteja pirando do outro lado – Ok, quando chegar me liga, beijos, tchau – Desligou.

-Ele vem? – Pergunto esperançosa.

-Claro – Sorriu – Shawn protege Bárbara como se fosse seu irmão.

-O nome disso é amor – Riu fraco – Quanto tempo ele chega aqui?

-Uns dois dias.

-DOIS DIAS?! – Pergunto algo – Até ai a Bárbara já se matou.

-Não brinca com isso menina – Ela me repreende – Temos que tentar ajuda-la de alguma forma até lá, quando Shawn chegar, ai veremos o que vamos fazer, ele é a nossa única chance.

-E se falarmos com os meninos? Conversei com Taylor e ele acredita que Bárbara não fez aquilo com Noah, você pode conversar com o Jack e eles podem tentar convencer Cameron a pelo menos ouvir o que a Bárbara tem a dizer.

-Irá ser complicado de convencer Cameron, mas não custa nada tentar.

Aléxis pega sua bolsa e tira dentro a chave do seu carro, ela abre a porta e chama o elevador, vou até a porta e a observo.

-Aonde você vai? Pensei que ficaria aqui tentando ajudar a Bárbara.

-Eu não sou babá, o que eu posso fazer para ajudar irei fazer, agora mesmo vou falar com Jack.

-Tudo bem então – Reviro os olhos, essa é Aléxis que conheço.

Assim que o elevador chega, ela entra e eu fecho a porta do apartamento. Sigo para o quarto de Bárbara tentar convencer novamente a sair de lá, mas nada.

 

 

 

 

 

POV’s Cameron Dallas

-Estou com peso na consciência – Digo – Ainda acho que devo falar com a Bárbara.

-Então por que não conversa? – Nash pergunta enquanto escreve algo em seu computador.

-Amanda não sai do meu pé, e toda vez que digo algo sobre a Bárbara insiste que ela é uma psicopata que quer matar nosso filho.

-Eu ainda não consigo acreditar que Bárbara pode bater em Noah.

-Também não consigo, Bárbara não é desse tipo, mas não tem nenhuma outra explicação para o que aconteceu.

-Na verdade tem...

-Amanda não seria capaz de fazer mal ao nosso filho, ele é a única coisa que ela tem – Observo – Se bem que quanto tentei falar com Noah sobre o que aconteceu, Amanda entrou no quarto que nós estávamos bem na hora, ele pareceu estar um pouco assustado.

-Deve ser normal, o que aconteceu com ele foi algo horrível.

-Tem razão – Suspiro.

Uma batida na porta me faz olhar para trás e vejo Jack G entrando no escritório, com uma expressão não tão boa, imagino que tenha brigado com Aléxis.

-Eai cara – O cumprimento, mas ele me ignora e se senta na mesa, olho para Nash e ele também está com uma expressão confusa – O que aconteceu?

-O que aconteceu? – Ele perguntou – Você é babaca ou o que?

-EI EI calma ai rapaz – Nash diz se ajeitando na cadeira e deixando o seu trabalho no computador de lado para nos observar – Você não pode chegar aqui xingando Cameron, mesmo que sejamos amigos.

-Não se mete Grier – Jack diz sem olhar para Nash – Você realmente acreditou que Bárbara pode fazer algo terrível para uma criança? Definitivamente você é um babaca.

-Não é bem assim...

-É como então cara? Você acredita em uma mulher que desgraçou a sua vida e não na garota que mudou a sua vida para a melhor? Sério isso?

-Eu vi Jack, eu vi o que aconteceu?

-E o que aconteceu?

-Eu cheguei à quadra e Noah estava machucado, Amanda estava tentando o acalmar enquanto Bárbara estava quase chorando e gritando com a Amanda.

-Gritando o que?

-Que não tinha sido ela...

-E POR QUE DIABOS VOCÊ AINDA ACREDITA NA AMANDA? – Ele gritou exaltado e eu me encolhi na cadeira – TODO MUNDO SABE QUE AMANDA TE TRAIA NA ÉPOCA DE COLÉGIO, VOCÊ NEM SABE SE ESSA CRIANÇA É SEU FILHO MESMO!

-Jack... – Nash chamou e ele não se importou.

-O que? – Perguntei tentando compreender tudo.

Eu sabia que Amanda havia beijado Ethan na festa, mas era apenas isso, uma vacilada com o seu ex que me fez terminar com ela definitivamente, mas eu estava sendo traído muito antes disso?

-Você era cego o suficiente para não ver que Amanda te traia com Ethan desde que vocês estavam juntos, e agora, você esta cego de novo por causa dela.

Jack se levantou na mesa e passou por mim, dando leves tapinhas em meu ombro.

-Parabéns cara, perdeu a única garota que se importa com você de verdade.

E assim ele foi embora me deixando perplexo. Todos sabiam que Amanda me traía há tempos com Ethan e ninguém foi capaz de me contar?

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...