História Pastel, açaí e sexo - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Yaoi
Visualizações 49
Palavras 910
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eu sei que demorei pra postar... Vou falar logo a verdade pra vcs... É que fui abduzida por reptilianos que queriam tirar meus ovários pra implantar em outra pessoa, mas eu consegui fugir a tempo... Não precisam se preocupar comigo pois já estou bem,obg pela atenção

Capítulo 3 - O empacotador


Fanfic / Fanfiction Pastel, açaí e sexo - Capítulo 3 - O empacotador

Como eu sempre começo o capítulo com uma reflexão, deixo aqui nesse exato momento a questão que não quer se calar (mas questão não tem boca;-;)

A questão é: O que acontece se um vampiro alimentar-se com o sangue de uma pessoa que possui algum tipo de doença transmitida pelo sangue?

Mateus: Não aconteceria nada,pois vampiros são imunes a qualquer tipo de doença.

João: Vocês sabem qual é o chá do vampiro?

...

João: É o chá... De absorvente!

Cri cri cri

João: Já podem rir...

Mateus:HÁ HÁ... Nossa João, que piada mais... Bosta.

João: ;-;

Tá tá já chega, vamos começar logo essa bagaça que eu tô com pressa,tenho que bater punheta cof cof... Eu quis dizer que tenho que lavar a louça.

Hoje seria o primeiro dia de João em seu novo emprego,logo ele estaria trabalhando no mercado,empacotando a mercadoria. Sua mãe havia conseguido convencer o dono do mercado a contrata-lo.

_Eu não quero ser empacotador... Eu já disse que quero ser vendedor de limonada_Resmunga João.

_Vai trabalhar no mercado sim senhor... Não criei filho meu pra ser vagabundo_Rebate sua mãe com autoridade.

_Vou ser vendedor de limonada, não vagabundo...

Mas vocês sabem como é né... Com mãe não se discute.No fim João perdeu completamente sua esperança de realizar seu sonho de vender limonada na pracinha.

Já com o uniforme alaranjado do trabalho e pronto pra sair de casa,o garoto de olhos esverdeados murmura.

_Pelo menos eu fiquei sexy nesse uniforme_Pensou em tirar uma foto e enviar para o melhor amigo,mas resolveu não fazer_Adeus vadiagem... Olá responsabilidade_"Falei bonito hein".

One Love! One Heart! Let's get together and feel all right...

Sente só a vibe.

Indo para o trabalho ao som de Bob Marley...

Enquanto isso Mateus comia um pedaço de pão com maionese enquanto sua mãe preparava um bolo mas acabou ficando sem fermento, então imediatamente ordenou que seu filho fosse até o mercado mais próximo para comprar-lhe o bendito Royal.

_Eu como bolo com Royal...Royal_Cantava Mateus caminhando a passos lentos até o mercado.

Chegando lá a primeira coisa que avistou foi...A entrada né, então proceguiu até a prateleira que quantinha fermento,mas não tinha dá marca Royal, então nosso herói resolveu pegar uma marca a esmo.Quando foi passar no caixa adivinhem a surpresa... A pessoa que estava no caixa era ninguém mais ninguém menos que...Dona Júlia,amiga de sua mãe.

_E aí tia?Coméquevai?_Perguntou Mateus surpreso por encontra-la em um local tão improvável.

_Eu vou bem meu querido!E você?E sua mãe,como está?_Dizia enquanto passava a lata de fermento na máquina que faz "bip".

_Nós vamos bem_Respondeu entregando-lhe o dinheiro.

O empacotador colocou a lata em uma sacola e entregou a Mateus,suas mãos se encontraram como na cena de um filme,e quando finalmente um olha para a cara do outro...

_JOÃO!_Exclama Mateus surpreso.

_BUNDÃO!...Quer dizer...Mateus,amor dá minha vida,quanto tempo né? Já tava cortando os pulsos de saudade,como foi seu fim de semana?

_Exagerado... Meu fim de semana foi o mesmo de sempre e o seu?_Comentou Mateus desanimado como sempre.

_Uma bosta véi... Como pode ver agora estou oficialmente empregado e minha mãe acho q tava naqueles dias,porque MANO ela tava pior que a professora de história,mas agora ela aquetou o cu_Responde sem perceber que havia um cliente esperando suas coisas serem empacotadas.

_Vai lá em casa hoje joga Xbox_Disse por fim Mateus já andando rumo a saída.

_Assim que meu turno acabar_Grita João em seguida volta ao trabalho.

                                       ⭐

Chegando em em casa Mateus entrega a lata de Roy... Fermento pra sua mãe e vai tomar um banho bem rápido de 30min,enquanto sua mãe termina de preparar o bolo.

Ao sair do banheiro com a toalha enrolada na cintura,vai até o guarda-roupas e procura algo confortável pra vestir,acaba por vestir uma calça de moletom cinza e uma camiseta branca com o símbolo do Superman,em seguida senta no tapete azul felpudo no chão do quarto e liga seu Xbox selecionando um jogo a esmo.

Depois de alguns minutos jogando sozinho,a campainha toca e Mateus vai correndo atender.

_É o entregador de pizza_Anuncia o garoto parado a frente dá porta.

_Não sabia que tu tinha dois empregos... Porra João, tá podendo ein_Disse enquanto abria a porta deixando o amigo passar em seguida.

Após Mateus trancar a porta os dois correm para o quarto onde se jogam no tapete pegando os dois controles do Xbox

_O que tu quer jogar?_Pergunta a João.

_Sei lá mano,qualquer um.

No fim os dois decidiram colocar um jogo de tiro qualquer (não sei o nome de nenhum jogo pq não tenho Xbox pq sou pobre:-(Sorry).

_Vamos ver quem faz mais pontos?_Sugere Mateus,por ser um garoto competitivo,e extremamento infantil quando se trata de jogos.

_Tá bom então... Valendo o que?Nem vem que eu não tenho dinheiro,ainda nem recebi meu primeiro salário_Disse Jojo com o cenho frazido.

_Tá... O perdedor vão ter q fazer o que o vencedor mandar_Sugere o garoto de sorriso travesso.

_Fechado_Sorri ladino.

Mateus começa com o controle, inicia o jogo já mostrando sua sede de vitória,concentra-se ao máximo até alcançar seu estado "ninja dos paranauê".Estava indo bem até que João aperta descaradamente sua coxa vazendo-o perder.

_PORRA JOÃO!ISSO FOI TRAPAÇA, TÔ PUTO_Gritava vermelho de raiva inflando as bochechas_Seu bosta!_João só o encarava morrendo de rir e pensando em como o melhor amigo fica fofo quando está bravo_Seu...Resíduo de ovário_Murmurou por fim.

João avança em Mateus prendendo-o contra o chão.

_SOCORRO!ELE QUER ME ESTUPRAR...MANHÊ!_Grita Mateus se debatendo.

_Cala a porra dá boca_Diz dessa vez com uma expressão estranha na face,algo como um predador prestes a devorar sua presa.

Mateus deixa escapar uma gargalhada escandalosa e João caí do seu lado.O mais baixo então resolve ficar por sima do de olhos esverdeados.

_É a sua vez de jogar_Sussurra com os lábios próximos do ouvido de João.

Seu corpo inteiro se arrepia.










Notas Finais


Não vai rolar lemon ainda tá... Quero que as coisas aconteçam lentamente.
P-p-por hoje é só p-pessoal!
Espero q não tenha ficado uma bosta.
Bjs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...