História Pathetic-Bts - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~UchihaLarii

Postado
Categorias 2NE1, Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7, Seventeen, TWICE
Personagens BamBam, Boo Seungkwan, Chaeyoung, Cl, Dahyun, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jackson, Jang Doyoon, JB, Jennie, Jeon Wonwoo, J-hope, Jihyo, Jimin, Jin, Jinyoung, Jisoo, Junghan "Jeonghan", Jungkook, Jungyeon, Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Lisa, Mark, Mina, Momo, Nayeon, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Sana, Seungcheol "S.Coups", Shin Dongjin, Soonyoung "Hoshi", Suga, Tzuyu, V, Wen Junhui "JUN", Xu Ming Hao "THE8", Yao MingMing, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, Got7, K-pop, Seventeen, Sobrenatural, Twice
Visualizações 8
Palavras 996
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiie pessoinhas :3 Bom, dessa vez quem tá postando um capítulo é a Larii, sim, eu mesma (ava), então sem enrolação bora pro capítulo :3

Capítulo 2 - Things In Life


Fanfic / Fanfiction Pathetic-Bts - Capítulo 2 - Things In Life

PO'v Clary

Estava eu, andando por aquele lugar que mais parecia um lixão, sair do céu, não por sua escolha e sim para ajudar uma pessoa no qual você gosta muito é difícil, eu Clary sou amiga da Dara, não sei onde ela estava com a cabeça de sair de casa por simplesmente sentir um desejo carnal de ficar com uma pessoa, se fosse um humano tudo bem, até entenderia, mas por que justo um demônio? Por que com tantos seres neste mundo ela tinha que sentir atração por nossos inimigos mortais? A Dara é sim, uma das minhas melhores amigas, mas tem horas que eu sinceramente não consigo a entender, não consigo pensar em como dois seres completamente diferentes podem ficar juntos, isso na minha cabeça é impossível, IMPOSSÍVEL. Só de pensar em como ela deve estar se sentindo agora, não deve ser fácil. Saio dos meus pensamentos quando vejo uma garota, ela estava sentada com várias garrafas de bebidas alcoólicas vazias ao seu lado, pude notar também em sua mão meia garrafa de whisky, logo de cara já a reconheci, sem dúvida nenhuma era ela, logo tratei de ir falar com ela:

- Nossa, tá louca? Tá fazendo isso por que? Você sabe que não vão fazer efeito em você, então pra que fazer isso? - Pergunto já me sentando na cadeira que tinha ali perto da mesa. - E não venha com não te interessa ou não te diz respeito, já tô cansada dessas suas respostas sem fundamento. - Falo pra ela esperando que ela não me respondesse de uma forma "grossa".

- Ok, ok o que quer saber? Veio aqui só pra me encher de perguntas de como eu posso estar gostando dele? Ou como eu fui louca o suficiente para abandonar minha casa? Ou como eu sendo o que sou pude ser capaz de me apaixonar por por... por... Por aquela coisa? Ou veio a mando de alguém só pra ficar zoando da minha cara? - Na hora que ela pergunta essas coisas meu coração aperta, pude notar todas as sua mágoas e frustrações em míseras perguntas.

- Não sua idiota, acha mesmo que eu iria fazer uma coisa dessas? Eu sou uma das suas melhores amigas nem me atreveria nunca a falar coisas que não queira ouvir. - Disse pra ela e parece que a mesma relaxou um pouco. - Tá, mas por que está bebendo? Sabe que isso não faz efeito em você, não tem sentido. - Falo pra ela e a mesma me olha com um olhar tipo "Realmente preciso responder?" - Ok, já que não quer responder não vou te obrigar, só vou te falar uma coisa. Eu saí do céu por sua causa ok? Vim ficar aqui com você, dificilmente "eles" algum dia vão me deixar voltar pra lá mas eu não ligo, lá ficou chato sem você. - Falei tudo de uma vez e a mesma parecia processar tudo que eu tinha acabado de falar, até que caiu um "choque de realidade " nela e ela começou a falar:

- Sua louca, por que fez isso? Você não podia ter feito isso, eles nunca mais vai deixar você sequer entrar lá de novo, não tem nenhuma lógica isso que você fez criatura. - Fala ela mas depois desisti de falar. - Pra que você foi fazer isso? Não tem sentido, aish você é realmente estranha. - Ela termina de falar e eu sou uma risada.

- Como eu iria ficar longe de você sua doida? Mas por que eu saí de lá eu já falei, foi por você, por nossa amizade. Mas depois quero que me conte tudo, tudo que aconteceu e também quero saber como você pode se apaixonar por.... A você sabe, não preciso ficar falando. - Digo e vejo a mesma revirar os olhos. - Ok, desculpa, mas mudando de assunto, como vamos sobreviver aqui? Querendo ou não precisamos de uma casa para ficar, não podemos dormir nesse lixão aqui. - Falo olhando pra rua.

- Então vamos ter que trabalhar? - Fala ela com cara de tipo "sério isso? Eu não quero trabalhar".

- Bom né, como diz o ditado "Aqui se faz aqui se paga". - Falo rindo pois essa "regra" cabia perfeitamente agora.

- Aish que saco, eu não quero trabalhar da preguiça só de pensar. - Fala ela e eu a olho.

- Bom né? Fazer o que, a partir de hoje essa é a nossa vida. - Falo esperando um resposta, mas essa não veio.

P.O. V Dara

Depois da minha "conversa" com a Clary deixo o dinheiro que eu tinha em cima da mesa e saio andando de cabeça baixa sem esperar por ela até que ela me alcança e começa a falar coisas aleatórias que na verdade eu nem estava prestando atenção. Eu estava apenas escutando ela chamar meu nome, mas parecia estar tão longe, e cada vez mas longe eu só escutava. "Dara, Ei Dara, olha pra frente" mas de alguma maneira estava longe, longe o suficiente para eu ficar perdida em pensamentos, pensamentos em como eu sou tola e não presto. Mas eu desperto do meu transe quando sinto que bati contra algo, esse "algo" me fez cambalear para trás e quase cair, mas antes sinto mãos segurando em minha cintura, evitando assim uma queda certeira.

Olho para cima e vejo um ser, um ser de cabelos vermelhos e desarrumados, alto e muito bonito, logo saio do meu transe e trato de me desculpar.

- Nossa, me desculpe, eu não estava prestando atenção por onde andava. - Falo olhando para aquela pessoa que eu não conhecia.

- Não tem problema nenhum menina, não ligo pra isso. - Fala ele me soltando. - Bom, a gente se vê por aí algum dia eu acho. Sinto que nossos caminhos vão se cruzar novamente. - Fala ele sorrindo e Meu Deus que sorriso lindo.

- Até depois então. - Falo vendo aquele ser se distanciar cada vez mais. - Quem era esse? - Esse foi meu último pensamento naquele dia.

CONTINUA


Notas Finais


Bom pessoinhas, esse capítulo ficou tipo muito ruim, mas é só uma "apresentação" de mais alguns personagens, espero que tenham gostado e até o próximo beijinhos ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...