História Paulícia- Amor acima de tudo - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Adriano Ramos, Alícia Gusman, Bibi Smith, Carmen Carrilho, Cirilo Rivera, Clementina Soares, Daniel Zapata, Davi Rabinovich, Diana Ayala, Firmino Gonçalves, Jaime Palillo, Jonas Pallilo, Jorge Cavalieri, Kokimoto Mishima, Laura Gianolli, Marcelina Guerra, Margarida Garcia, Maria Joaquina Medsen, Mário Ayala, Paulo Guerra, Personagens Originais, Rabito, Valéria Ferreira
Tags Paulicia
Visualizações 92
Palavras 782
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - Um desentendimento e um beijo apaixonado


Paulo fica muito desconfiado de todo o mistério que o Mário faz sobre a garota pela qual ele tá apaixonado, mas não questiona nada. 

Alicia ao escutar tudo o que a Clementina havia lhe falado decide conversar com o Mário:

Ally: Mário!

Paulo e Mário: Oi!

Ally: Paulo você pode me emprestar o Mário um segundo

Paulo: Claro gatinha tudo o que você quiser

Ally: Ok!

Paulo: Ei depois a gente pode voltar do ponto onde paramos

Ally: Talvez mais tarde, tchau!

Mário: Acho melhor irmos mesmo

Ally: Então me leva em casa porque é muito sério o que eu tenho pra te falar

Os dois saem da escola e Alicia é bem direta com o Mário:

Mário: Tudo bem, o que você queria me dizer?

Ally: O que você tem na cabeça?

Mário: Nossa! O que foi que eu fiz?

Ally: Como você beija a Clementina estando afim da Marce

Mário: Entao ela te contou?

Ally: Obvio ela correu pra me contar essa "novidade", ela tava muito feliz achando que você tá gostando dela

Mário: Não é possível! Eu falei com ela e ela me garantiu que aquele beijo foi coisa de momento e que ela não sentiu nada

Ally: Ah e você acreditou?

Mário: Sim, ela me parecia sincera

Ally: Mário presta a atenção na minha pergunta e por favor fala a verdade, você correspondeu a esse beijo? Sim ou não?

Mário: Talvez! Mas eu me arrependo, serio acredita em mim

Ally: Eu acredito, mas a Clementina é minha amiga e eu não quero ver ela mal por sua causa

Mário: Tá duvidando de mim?

Ally: Não! Eu só não quero ser cúmplice de uma possível  tragédia de novela mexicana

Mário: Você fala isso, mas você fica fazendo charme enquanto o amor da sua vida fica esperando você tomar uma atitude quanto ao que você sente

Ally: Que? Quem te... Ah Clementina!

Mário: Desculpa Alícia, eu não queria...

Ally: Não acredito! Ela prometeu que ia guardar segredo

Mário: Não briga com ela, eu descobri sozinho ela só confirmou

Ally: Ok, mas a minha situação com o Paulo é totalmente diferente desse seu rolo aí

Mário: Melhor a gente parar de falar disso, não vamos brigar por causa disso

Ally: Olha por enquanto melhor você me dá um tempo

Mário: Oi?

Ally: Isso mesmo, eu preciso pensar e pra fazer isso eu preciso ficar um pouco longe de você

Mário: Não Ally...

Ally: Até amanhã!

No outro dia as meninas estavam fofocando bastante e percebem a tristeza na cara da Alícia:

Val: Ally você tá bem?

Ally: Sim, só tô um pouco aérea hoje

Marce: Eu conheço aquela cara, ela deve ter brigado com alguém

Carmen: Vamo deixar ela em paz

Alícia: Valeu Carmen

Carmen: Cê tava ouvindo tudo?

Alícia: Com certeza, vocês nunca foram discretas

Alícia anda pela quadra e encontra o Paulo ouvindo música bem alto:

Ally: Oi!

Paulo: Oi skatista!

Ally: Com esse volume você vai acabar ficando surdo

Paulo: Engraçadinha! Mas que carinha é essa?

Ally: É a única que eu tenho

Paulo: Não é possível! Você não me dá razão nem quando eu mereço

Ally: Desculpa é que essa não deu pra resistir

Paulo: Tá, mas uma garota tão linda quanto você não deve ficar assim, pra baixo! O que tá rolando?

Ally: Eu e o Mário tivemos uma pequena discursão ontem e eu decidi me afastar dele por enquanto

Paulo: Vocês dois são muito apegados, né?

Ally: Desde de pequenos, sempre fomos como irmãos

Paulo: Ufa que alívio! Até porque ele e você tem muito em comum

Ally: Eu ouvi direito? Paulo Guerra está preocupado com a concorrência?

Paulo: Eu? Preocupado com o Mário? Não sei de onde você tirou isso 

Ally: É incrível como o vírus do ego flui sobre as suas veias

Paulo: E no seu caso é o vírus da grosseria

Ally: Ai Paulo sabe qual é o seu problema?

Paulo: Qual?

Ally: Você não vale nada, mas se acha só porque é esperto, bonito, pegador...

Paulo: Meu maior problema foi ter me apaixonado pela menina mais barraqueira dessa escola

Ally: Como é que é?

Paulo: É barraqueira, grossa, indelicada e agressiva

Ally: Oh idiota eu quis dizer o que você disse antes

Paulo: O que? Que eu tô apaixonado por você?

Ally: Isso! E você tá me zoando pra variar né?

Paulo: Não! Mesmo que a gente nunca tenha se beijado, eu não consigo parar de pensar em você, eu penso em você dia e noite e isso já tá me enlouquecendo

Ally: Paulo...

Paulo: Eu te amo sua marrenta!

Paulo agarra a Alicia e a beija. Ela imediatamente o corresponde, foi um beijo muito aguardado para os dois, nos pensamentos deles eles não queriam que aquele momento acabasse

 

 


Notas Finais


Bom queridos leitores finalmente o casal Paulícia deu o seu primeiro beijo, provavelmente o Paulo vai pedir a Ally em namoro #AceitaAlly?

1- Sim!
2- Não!
3- Preciso pensar!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...