História Peça-me o que quiser - Camren - Capítulo 106


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dylan O'Brien, Fifth Harmony, Logan Lerman
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Logan Lerman, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Hot
Exibições 2.066
Palavras 889
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Caaaalma que logo logo elas voltam, mas a Camila não vai ser boazinha kkkk

5/5

Acabou a maratona!!

Capítulo 106 - Capítulo 106


Todos sorriem, e seus sorrisos me tiram do sério. Por que ninguém entende minha mágoa?

Sabem que Lauren e eu rompemos, embora ninguém, fora minha irmã, saiba que é por causa de uma mulher, e nem mesmo a ela contei toda a verdade.

Se Sofia ou qualquer outro conhecesse todos os motivos de nossa discussão, não acreditaria na loucura toda!

Percebendo que minha angústia vai aumentando, aumentando e aumentando, vou ver minha amiga Rocío. Tenho certeza de que ela não falará de Lauren. E não me engano.

Volto para o almoço. O telefone não para de tocar e deixo desligado. Já chega, por faaaaavvvooorrr!

Às dez vou para o pub. Tenho de trabalhar. Mas quando estou na porta, falando com uns amigos, vejo passar um BMW escuro e reconheço Lauren ao volante. Me escondo.

Não me viu e, pela direção que tomou, suponho que se dirige à casa do meu pai.
Que inferno. Por que é tão insistente?

Quando o desespero começa a me dar uma grande coceira, alguém me toca as costas e, ao me virar, topo com David Guepardo. Que cara mais lindo!

Encantada, sorrio e tento me concentrar nele. Entramos no pub. Me convida para uma bebida, eu o convido para mais uma. É amável, um doce, e por seu olhar e as coisas que diz, sei o que quer: sexo! Mas não. Hoje não estou num bom dia e decido ignorar as mensagens que me manda enquanto começo a servir as bebidas no balcão.

Vinte minutos depois, vejo Lauren entrar, e meu coração dispara.

Tum-tum... Tum-tum...

Está sozinha. Olha ao redor e rapidamente me localiza. Caminha decidida até onde estou e diz:

— Camz, saia daí agora mesmo e venha comigo.

David olha para ela, depois olha para mim.

— Conhece essa mulher? — pergunta.

Vou responder, quando Lauren se adianta.

— Camila é minha mulher. Quer saber mais alguma coisa?

Sua mulher? Mas que prepotência!

Surpreso, David me olha. Pestanejo e enquanto termino de preparar uma cuba-libre para o ruivo da direita, respondo:

— Não sou tua mulher.

— Ah, não? — insiste Lauren.

— Não.

Entrego a conta para o ruivo, e trocamos um sorriso. Depois que ele me paga, olho pra Lauren, que aguarda desesperada.

— Não sou nada tua — esclareço. — Acabou tudo e...

Mas Lauren, cravando seus espetaculares olhos esverdeados em mim, não me deixa terminar.

— Camz, querida, quer parar de dizer bobagem e sair desse balcão?

Resmungo, chateada com suas palavras.

— Você é quem tem de parar de dizer bobagens, minha filha. E repito: não sou sua mulher e também não sou sua namorada. Não sou absolutamente nada sua e quero que me deixe viver em paz.

— Camz...

— Quero que me esqueça e me deixe trabalhar — prossigo, irritada. — Quero distância de você. Arrume outra e vá encher o saco dela, entendido?

Minha cara é séria, mas a de Lauren é tenebrosa.

Me olha... Me olha... Me olha...

Tem o rosto tenso, e sei que está contendo seus impulsos mais primitivos, esses que me deixam louca. Santo Deus, sou uma masoquista! David nos olha, mas antes que possa dizer alguma coisa, Lauren murmura:

— Tudo bem, Camila. Farei o que me pede.

E se vira e vai para a ponta do balcão. Irritada, eu a sigo com o olhar.

— Quem é essa mulher ? — pergunta David.

Não respondo. Só posso prestar atenção em Lauren e ver como meu colega no balcão lhe serve um uísque. David insiste.

— Se não é muita indiscrição, quem é?

— Alguém do meu passado — respondo como posso.

Irritada até não poder mais, tento me esquecer de que Lauren está aqui.

Continuo preparando bebidas e sorrindo para os clientes. Durante um bom tempo, não a olho. Quero não reparar na sua presença e me divertir.

David é um doce e tenta me fazer rir o tempo todo. Mas meu sorriso se congela e meu sangue para, quando, ao ir pegar uma garrafa na prateleira, vejo Lauren falando com uma garota muito bonita. Não me olha.

Está todo concentrada nela, e isso me deixa muito puta.

Nossa mãe, que ciumenta estoooouuuu!

Pego a garrafa e me viro. Não quero continuar olhando o que ela está fazendo, mas minha maldita curiosidade me obriga a olhar de novo. Os sinais que a garota dá são os típicos de quando uma pessoa nos interessa. Mexe no cabelo, na orelha, e o sorrisinho de “vem quente que eu estou fervendo”.

De repente a loira passa um dedo no rosto dela. Por que a toca? Lauren sorri.

Lauren não se mexe, e sou testemunha de como ela chega cada vez mais e mais perto, até ficar totalmente entre suas pernas. Lauren a olha. Seu olhar ardente me excita. Passa um dedo pelo pescoço dela, e isso me revolta.

O que essa maluca está fazendo?

Ela sorri, e Lauren baixa o olhar. Ah, eu mato!

Esse olhar, acompanhado do seu sorriso malicioso — sei o que significa. Sexo!

Meu coração bate descompassado.

Lauren está fazendo o que pedi. Arrumou outra, se diverte, e eu, como uma imbecil, estou sofrendo pelo que eu mesma pedi. Que coisa idiota fui fazer!

Quinze minutos depois, observo que ela se levanta e, sem me olhar, sai do pub de mãos dadas com a garota.
Eu maaaatttoooooooo!


Notas Finais


Até breve kkkk E aquietem a raba que a Lolo não fez nada demais kkkj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...