História Peça-me o que quiser - Camren - Capítulo 78


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dylan O'Brien, Fifth Harmony, Logan Lerman
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Logan Lerman, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Hot
Exibições 2.028
Palavras 471
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bom dia!! Capítulo pequeno só pra começar a maratona :)

1/8

Capítulo 78 - Capítulo 78


Ao chegar em casa, estou descontrolada. Como pude ser tão idiota? Tomo um banho, nervosa. Penso em Lauren e sinto uma vontade enorme de falar com ela e contar o que aconteceu. Ligo para ela e escuto sua voz fria do outro lado da linha.

— Fala, Camz.

— Tudo bem?

— Tudo.

Com receio de que ela esteja se sentindo mal, pergunto:

— Está com dor de cabeça ou alguma coisa assim?

— Não.

— Está enjoada ou vomitou?

— Não.

— Então por que não voltou pro escritório hoje à tarde?

Não responde. Seu silêncio me incomoda.

— Bom... Se fisicamente você está bem, o que houve? Se está assim pelo que aconteceu no escritório, por favooooor, é uma bobagem!

— Pode ser uma bobagem pra você, mas não pra mim.

— Quero te lembrar que sou uma pessoa adulta, não uma criança, como seu sobrinho, em quem você pode dar bronca.

— Isso, me deixe ainda mais irritada — diz, grunhindo.

Sua desconfiança me entristece. E eu preciso contar a ela o que aconteceu comigo.

— Lauren...

Mas ela está chateada e me corta.

— Você sabe que eu não vou com a cara desse Miguel, não sabe?

— Sei, mas...

— Não. Me escuta, Camz. O que você acharia se amanhã eu deixasse sua querida chefe tocar no meu cabelo enquanto eu estivesse tomando café da manhã com ela? Tenho certeza de que ela gostaria. Ah..., e talvez também adorasse me dar um beijinho, que tal?

Não... não... não.

Só de pensar eu já me sinto mal. Conheço minha chefe e sei que ela está ansiosa para que Lauren lhe dê a chance de se aproximar e conseguir algo mais. Fecho os olhos e, com esse exemplo, passo a entender sua frustração.

— Ok... captei a mensagem.

— Que bom, Camz. Fico feliz em saber que você finalmente me entendeu. Uma coisa é você permitir que uma mulher toque em mim, outra muito diferente é que uma mulher que você sabe que me deseja toque em mim sem sua permissão. Compreende agora?

— Sim.

— Pensa nisso, porque não estou a fim de repetir nem mais uma vez — acrescenta após um silêncio sepulcral. — Não me importo que você tome café da manhã com Miguel ou com quem você quiser, mas não aceito que ninguém, homem ou mulher, te toque ou te beije sem o meu consentimento. Boa noite, Camz. Amanhã te vejo no escritório.

Em seguida, desliga o telefone e fico desconcertada.

Como posso lhe contar o que aconteceu comigo sem despertar ainda mais desconfiança?

Aturdida, me sento no sofá com a sensação de que, sem querer, acabei de fazer uma coisa que, se Lauren ficar sabendo, vai deixá-la muito aborrecida. Coço o pescoço que começou a pinicar. Ninguém está por perto para me impedir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...