História Peça-me o que quiser - Camren - Capítulo 90


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dylan O'Brien, Fifth Harmony, Logan Lerman
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Logan Lerman, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Hot
Exibições 2.172
Palavras 875
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu cortei o capitulo pois o hot eu quero deixar para o próximo :)

Até amanhã!

Capítulo 90 - Capítulo 90


Assim que saímos da boate, Tomás aparece. Dentro do carro, Lauren aciona o vidro que nos separa do motorista e diz, enquanto desabotoa a calça e deixa à mostra sua ereção enorme:

— Camz... monta em mim. Agora!

Surpresa com essa urgência, sorrio e faço o que ela pede.

— Ai, menina... vou explodir.

Eu rio e sinto suas mãos subindo pelas minhas coxas até chegar à minha linda calcinha fio-dental. É nova. Mas com um só movimento ela a arranca.

— Lauren!

— Vou te comprar centenas de calcinhas... Não se preocupa com isso. Agora abre as pernas pra mim.

— Certo, senhora Jauregui — sussurro, enquanto ela põe na minha frente a calcinha rasgada. — Agora que já rasgou minha calcinha, só espero que a senhora se comporte e me coma da forma como a senhora sabe.

— Ah, claro... pequena, não tenha dúvida.

Minhas palavras a estimulam e ela entra em mim de uma vez só. Minha boca se abre, respiro ofegante e ouço seu gemido gutural. Sim... sua voracidade me deixa mais excitada. Ela me aperta contra si e eu solto um gemido também.

— Assim... você gosta?

A sensação que me provoca me faz gemer com mais intensidade, enquanto ela mete cada vez mais em mim.

— Vamos, senhorita Cabello — diz em meu ouvido. — Responda.

— Gosto... siiiiim... continua.

Respiro ofegante. Meu corpo, eletrizado e tomado por ela, reage a um movimento mais profundo. Mais implacável. Ela gosta da minha resposta, segura com força meus quadris e mete várias vezes até eu gritar. Agarrada a seus ombros, sinto Lauren entrando e saindo de mim sem parar. Uma... duas... três vezes... e me aperta forte em sua ereção e eu grito de novo.

Uma... duas... três... até que nossos movimentos nos fazem gozar juntas.

Continuo montada nela por alguns segundos. Sinto seus beijos no meu pescoço, e ela murmura:

— Essa noite você vai ser toda minha. Toda.

— Estou morrendo de vontade.

Sorri. Sua expressão e seu gesto deixam claro o quanto está feliz.

— Levanta com cuidado esse teu corpo lindo, mas não se afasta.

Achando graça, faço o que ela pede. Aperta um botãozinho da limusine e surgem lenços de papel. Pega um e coloca entre minhas pernas, me limpando. Isso me excita ainda mais e, quando vejo que sua glande volta a latejar, sorrio e ela diz:

— Senhorita Cabellp... relaxe e espere chegar ao hotel, onde continuaremos nossa brincadeira.

Limpa-se, fecha a calça, e eu balbucio, sentando-me em cima dela de novo:

— Eu quero você... quero sexo selvagem... quero que me compartilhe com outros... quero o que você quiser.

— Hummm... — Sorri e pergunta: — Alguma brincadeira em especial?

— Você tem carta branca. Escolhe você. Só quero ser totalmente sua.

Ela ri e me beija. Dois minutos depois, o carro para. Desço sem calcinha e sigo Lauren até o elevador.

Quando entramos na suíte, ficamos na sala, onde há um balde de gelo com champanhe nos esperando. Ela sabe o que quero e eu sei o que ela quer. Me olha de cima a baixo.

— Deslumbrante.

Dou uma voltinha para ela me ver. Estou com um vestido preto que bate nos joelhos, com um imenso decote na frente e outro nas costas.

— Obrigada — agradeço, rindo, enquanto olho ao redor e reparo que não há mais ninguém.

Abre uma garrafa de champanhe rosé, me estende uma taça e toma um gole da sua.

— Vem... me acompanha.

Passamos ao quarto e, ao entrar, vejo diversos brinquedinhos em cima da cama. Estou com calor. Meus mamilos ficam arrepiados e minha vagina se contrai.
Lauren aumenta a música, depois me abraça e beija meus lábios.

— Pronta pra brincar?

Faço que sim com a cabeça e retribuo seu beijo ardente.
Me agarra pela cintura, me ergue para eu ficar da sua altura e me beija de novo.

— Lindo vestido... mas pode tirar.

Me solta no chão e senta na cama, esperando que eu obedeça à sua ordem. Sem pensar duas vezes, tiro o cinto largo que marca os quadris e depois solto os colchetes que ficam embaixo do peito. O vestido cai aos meus pés e eu fico apenas com um sutiã preto. Ela já tinha arrancado a calcinha no carro.

Nesse momento, a porta do quarto se abre e vejo entrar uma mulher ruiva. Não a conheço. Não sei quem é, mas sei por que veio.

Caminha na nossa direção e Lauren me informa:

— Ela se chama Helga. É uma colega de Björn que está de passagem pela Espanha e por coincidência está hospedada aqui no hotel.

Helga e eu nos cumprimentamos, e Lauren acrescenta:

— Primeiro, quero observar vocês duas. Pode ser, querida?

Sei o quanto ela gosta de assistir e abro um sorriso.
Lauren se despe e senta na beira da cama. A ruiva passa as mãos por todo o meu corpo.

Seus dedos param no meu traseiro e ela aperta. Lauren sorri e faço uma careta.

De repente tenho uma ideia.

— E se for eu que te ofereço?

Lauren me olha surpresa. Levanto as sobrancelhas e ando até a cama. Pego uma camisinha da caixa, entrego a ela e beijo sua boca.

— Coloca.


Notas Finais


Qualquer erro, corrijo na madrugada :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...