História Pecado familiar. - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Família, Incesto, Sexo
Visualizações 152
Palavras 359
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


...

Capítulo 10 - Noite


Fanfic / Fanfiction Pecado familiar. - Capítulo 10 - Noite

(Pov Eloá)

-Eu tô muito lokaaaa.

Manu grita no meu ouvido me fazendo ficar mais desnorteada ainda.

Eu já sentia os sinais da bebedeira.

Começa " Qual bumbum mais bate e qual bumbum mais pula" 

Paulo e Adrian estão sentados em cadeiras baixas com nosso grupo de amigos.

-Vamos fazer um show pra eles, amiga.

Influenciada pela bebida puxo Manu e começamos a rebolar, fico na frente de Adrian que já estava muito bêbado, ele olha pro meu corpo, gosto dessa atenção que recebo.

Rebolo e faço quadradinho com a bunda quase colada na cara do meu irmão. Manu faz o mesmo na cara de Paulo. 

-GOSTOSAS.

Luan, um amigo nosso grita pra gente.

Adrian o fuzila com os olhos. 

-Gostosa mas é minha. 

Adrian fala com a boca cheia. 

Isso me provoca, danço ainda mais.

O álcool no meu corpo me faz dançar como uma stripper, tiro o colete, rodo pra cima e jogo longe. 

Começa " Mueve el toto" um reggaeton dançante, troco de lugar com Manu e vou pra cima de Paulo, Manu vai pra Adrian. 

Mesmo com Manu rebolando na cara de Adrian ele não tira os olhos de mim, Quanto mais tenho sua atenção, mais movo a cintura e a bunda.

Paulo está bêbado, quase caindo e continua virando uma garrafa de vodka tridestilada. Solta a garrafa e se agarra em minha cintura, vejo o olhar nervoso de Adrian, quero provoca-lo, encosto a bunda em Paulo, sento em seu colo e rebolo ao ritmo da música. 

Adrian de repente sorri, puxa Manu para seu colo e ela continua dançando, minhas bochechas esquentam, o que estou sentindo?  

CIÚME.

Adrian exagera e levanta sarrando em Manu, a vira pra frente e beija sua testa depois um beijinho no nariz, e outro na BOCA.

- PIRANHA.

Eu grito virando pra Manu e a empurrando pra longe de Adrian. 

-Fica longe do meu irmão. 

Manu se desequilibra mas continua dançando e rindo, esta muito bebada. E eu também. 

-Calma Eloá. 

Adrian fala puxando meu pulso com força. 

-Vai se foder seu nojento feio.

Eu falo com a voz enrolada, realmente não estou em mim.

Saio batendo o pé a procura de um banheiro, Manu fica com Paulo,  vejo Adrian vindo atrás de mim. Corro.



Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...