História Pecado familiar. - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Família, Incesto, Sexo
Visualizações 141
Palavras 491
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


...

Capítulo 15 - A ressaca


Fanfic / Fanfiction Pecado familiar. - Capítulo 15 - A ressaca

Na manhã seguinte, sábado, Eloá acordou cambaleando, viu Adrian ao seu lado ma cama e sorriu, sua cabeça latejava.

-Ressaca do caraaalho.

Ela praguejava enquanto andava pelo quarto procurando um short.

Sua garganta estava muito seca, correu pra o banheiro e bebeu água ali na pia mesmo. 

Foi até a cômoda pegou seu celular e ligou pra Manu, estava apreensiva e com medo das consequências de sua noite de bebedeira.

-Oi piranhaa.

A voz animada de Manu acalmou seu coração imediatamente. 

-Amiga Desculpa te empurrar, a festa foi louca, bebemos demais.

-Tudo bem mana, depois das 20:00 não lembro mais de nadaaa mulher.

Eloá sorriu, ela não poderia ter escolhido uma amiga melhor. 

-Até segunda na aula, tô com uma ressaca do caralho, vou dormir o dia todo.

-Se cuida, toma remédio. Tchau bebê. 

Manu falava carinhosa. 

Eloá foi até a cozinha pegou dois pacotes de doritos e jogou em uma vasilha, pegou refrigerante e nem se deu ao trabalho de procurar um copo, beberia no gargalo mesmo.

Comeu e bebeu sem animação, depois tomou outra aspirina e voltou ao quarto ainda cambaleando.

Adrian dormia.

Eloá passou a mão nos cabelos de seu irmão e abaixou bem pertinho do rosto dele. 

-Eu te amo.

Sussurou em seu ouvido e beijou seus lábios rapidamente. 

Deitou ao seu lado e caiu no sono.

Dormiram o dia todo.

No domingo combinaram de arrumar a casa e deixar em ordem para o retorno dos pais.

Manu e Paulo ajudaram na arrumação.

Mesmo 4 pessoas na casa, demoraram, pois a mesma era enorme. 

A noite Manu e Paulo se despediram.

-Vou dormir.

Eloá disse pegando seus fones de ouvido.

-Hoje não vai ser na mesma cama né? 

Adrian fixou seus seios sem perceber. 

Eloá percebendo cruzou os braços na frente do corpo envergonhada. 

-Boa noite irmão. 

Disse friamente,  quando se virou pra subir Adrian a abraçou fortemente, deu um tapinha em sua bunda e disse: 

-Boa noite irmã. 

A segunda feira chegou e às 18:30 quando estava escurecendo os pais de Adrian e Eloá voltaram de viagem. 

A casa estava brilhando.

Humberto e Cristina abraçaram os filhos e foram desfazer as malas.

-Vocês cresceram ein?

Brincou Humberto dando um tapinha nas costas de Adrian. 

-Vamos ver filmes em família essa noite? 

Cristina falava animadamente. 

-Eu faço a pipoca. Papai compra refri. 

Eloá pedia com sua voz ainda um pouco rouca.

Adrian e Humberto saíram para fazer comprar.

Eloá ficou com Cristina.

-Comprei uma blusa linda pra você amor.

A mãe carinhosa falava com Eloá. 

-Me mostra mãe. 

Subiram até o quarto. 

Eloá tinha o costume de ficar sem sutiã em casa e não tinha reverências de se trocar na frente da mãe. 

Levantou sua blusa e ficou com os seios a mostra.

-O QUE É ISSO ELOÁ? 

A mãe assustada fixava os peitos da filha.

Eloá foi até a frente do espelho e notou em um de seus seios um enorme hematoma. Ao lado, marcas de unhas e arranhões.

Luan...

Eloá agradeceu a mãe pela blusa e sem falar mais nada desceu as escadas pra fazer pipoca na cozinha. 

Ela não queria mais relembrar o assunto.




Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...