História Pecado familiar. - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Família, Incesto, Sexo
Visualizações 162
Palavras 389
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


...

Capítulo 16 - Mas O que é isso?


Fanfic / Fanfiction Pecado familiar. - Capítulo 16 - Mas O que é isso?

 ( POV ADIAN ) 

Meus pais voltaram pra casa. Confesso que senti saudades.

Papai e eu vamos até o mercado, compramos os refrigerantes. E carne, arroz e todas as coisas que jovens não deixam em casa.

Hoje veremos filmes em família, tem uns meses que não fazemos isso devido ao trabalho deles.

Voltamos pra casa.

19:45, o cheiro de pipoca toma conta da casa.

Vou até a cozinha deixar as compras enquanto papai fecha o carro. Encontro Eloá colocando manteiga em uma penala pra fazer brigadeiro.

Ela está concentrada, seus cabelos loiros presos em um coque frouxo no topo da cabeça.

Não percebe minha entrada. 

Eu amo tanto essa garota.

Quer dizer... Claro que amo minha irmã...

Ela usa uma camiseta branca levemente transparente, seus seios ficam marcados, mas nada muito explícito.

Usa um short curto de tecido mole, será que está usando calcinha? 

A observo e meus pensamentos voam. 

Percebo uma mudança no meu corpo. Droga! Estou excitado. 

Ela se vira e nota minha presença. 

-Trouxeram achocolatado em pó ne?

Ela diz suavemente. 

Eu coloco uma sacola na frente do meu pau e disfarço curvando a coluna.

-Que foi? Você está esquisito. 

Ela diz e vem em minha direção.

Pessima idéia Eloá. A ereção aumenta e começa a latejar.

Ela não percebe, ou finge não perceber.

-Me dá a sacola.

Ela diz olhando pra sacola que cobre meu colo.

-Não.

Eu digo me espremendo.

Ela fala: 

-Tá bom então.

Da meia volta e se vira para outras sacolas.

Ufaa

Respiro aliviado.

De repente sinto a sacola ser puxada de minhas mãos. 

Eloá desgraçada. 

Ela olha pra o volume do meu pau por baixo da minha bermuda.

-Que porra é essa Adrian?  

Ela ri tanto que seus olhos começam a lacrimejar.

-Para caralho. 

Eu grito pra ela.

Ela se debate como uma foca, sua pele branca fica vermelha, ela chora de rir.

Mesmo envergonhado tento disfarçar. 

-Recebi um nude aqui no whatts, gata.

Eu falo com ar superior.

Seu sorriso se desfaz e ela fica séria me olhando. 

Meu pau continua duro, que droga.

-Porra júnior coopera.

Eu penso.

Eloá não tira os olhos dele. 

-Duvido que tenha recebido nude.

Ela sorri maliciosa.

-Deve estar assim de tanto olha pros meus peitos e pra minha bunda.

Eu travo de vergonha. 

-Eu não olho pra você garota. 

Minto falsamente.

Ela sorri, se aproxima de mim. 

Encosta no meu ouvido, me arrepio por inteiro, meu pau já está batendo na testa.

Ela sussurra: 

-Cadê o nescau.

Se vira e começa a procurar nas sacolas.

-Filha da puta.

Eu penso e sorrio.




Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...