História Pecado familiar. - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Família, Incesto, Sexo
Visualizações 166
Palavras 537
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


...

Capítulo 18 - E agora?


Fanfic / Fanfiction Pecado familiar. - Capítulo 18 - E agora?

( Pov Adrian )

-Adrian isso tá errado.

Eloá fica nervosa.

-A pior parte é que eu gosto Adrian.

Ela fala com a voz derretida.

Minha ereção passou, olho pra ela, é linda demais. Por que ela tinha que ser sangue do meu sangue?  

-Cadê o brigadeiro???

Cristina entra na cozinha de supetão... Ufa, que bom que nos soltamos.

-Estava procurando o achocolatado, já vou acabar aqui.

Eloá fala e sorri. Me olha de canto e eu sinto de novo a sensação de seus lábios no meu. Disperso meus pensamentos.

-O que vão querer ver?

-Pânico no lago.

Eu falo sem muito interesse. 

-Adrian esse filme é tosco e nojento,  quero ver guerra mundial Z.

Eloá fala batendo o pé. 

-Que tal Sempre ao seu lado?

-Nãooooo.

Eu e Eloá falamos juntos.

Cristina sorri e da tapinhas na gente, sabe que nunca chegaremos ao consenso do que assitir.

-Seu pai decide então. 

Ela sai pela porta.  Eloá volta a fazer o brigadeiro. 

Vou até meu quarto, tranco a porta, bato uma pensando em Eloá,  que mulher, que beijo, que corpo. Eu preciso dela, eu quero ela.

Aquela boca vai Ser minha, como será a buceta dela? Colocar minha boca lá... 

Em poucos minutos escuto a voz de Cristina me chamando.

Desco as escadas e encontro meus pais em um sofá e Eloá no outro. Sento ao lado dela e coloco minhas pernas em seu colo.

Comemos enquanto assistimos "Sempre ao seu lado" por votação do meu pai.

A luz está apagada e a única iluminação é da tela. Já são 22:00 e o vento sopra forte lá fora.

-Pega uma coberta pra gente. 

Cristina fala para meu pai.

Ele volta em segundos com Duas cobertas, joga uma sobre eu e Eloá e uma sobre ele e Cristina. 

Mais 10 minutos de filme e eles dormiam e roncavam no sofá ao lado.

Minhas pernas no colo de Eloá e ela com as mãos em cima do meu joelho.

Sinto suas mãos macias de repente subindo em minhas coxas, meus pelos se arrepiam e eu a olho fixamente,  ela faz cara de inocente e continua subindo suas mãos. Essa menina não tem juízo, ela faz coisas absurdas.

Quando sua mão vai encostar no meu pau ela para, e volta pras coxas, isso fez com que eu novamente ficasse ereto. 

Ela percebe o volume pela coberta que está em cima de nós. 

Morde os lábios e sorri me olhando, que tesão. 

Sinto sua mão tocar meu pau, eu mal respiro, preciso dessa mulher. 

Ela passa a mão por cima da minha cueca enquanto me encara nos olhos. 

Devagar ela puxa minha bermuda um pouco e põe a mão dentro da Minha cueca box. Ela toca o meu pau com suas mãos macias. Me controlo pra não gemer. Ela segura firme o meu pau e me encara. Começa um vai e vem pra cima e pra baixo.

Eu não aguento mais, vou comer minha irmã, se ela não parar imediatamente. 

Ela levanta e me coloca deitado de lado e deita na minha frente, ficamos em uma conxinha no sofá. Meus pais roncam alto.

A adrenalina de ser pego me deixa mais excitado.

Eloá com a mão pra trás bate pra mim enquanto eu encoxo ela com força,  seguro seu cabelo e sinto seu cheiro.

Suas mãos são macias e pequenas, quase desaparecem no meu pau. Imagina a boca dela aqui...


Notas Finais


...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...