História Peculiar - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bagtan Boys, Bts, J-hope, Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Seeokjin, Suga
Visualizações 59
Palavras 920
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Científica, Fluffy, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie!! Quem shippa vai gostar desse capítulo!!:)

Boa leitura!

Obs:leia as notas finais

Capítulo 7 - Você quer que eu pare?


Fanfic / Fanfiction Peculiar - Capítulo 7 - Você quer que eu pare?

Pov: Demi

— Ela não vai! — Suga falou sério olhando para o rapaz que me chamou. 

— E você é o que dela? — O rapaz  perguntou com indiferença fitando Suga.

— É... Eu...— Ele se enrrolou em suas palavras. Soltei meu braço de seu aperto.

— Ele não é nada meu,  e eu vou! —falei passando a mão sobre o meu braço. Ganhei   um   olhar    insatisfeito  do mesmo, mais o rapaz sorriu.

— Quer saber eu vou também — Falou Suga indignado.  

— Tudo bem a propósito meu nome é jungkook mais pode me chamar só de kook. — Ele se apresentou sorridente. 

— O meu é Demi e esse é o suga - apontei para o mesmo que mantinha uma         expressão     nêutra, eles pareciam  se   analisar.


       (...)


Entramos em um lugar meio escuro
As luzes piscavam sem    descanso, sentia-se  o  cheiro  de   álcool   em algumas pessoas que passavam por nós. Sentamos em uma mesa que tinha por ali e o kook pediu bebidas.



— Então você quer dançar? — kook perguntou e  eu  sorri   fraco.


— Eu não sei dançar...— Respondi e ele abriu   um   sorriso    extremamente bonito.  

— Eu te ensino! — ele falou se levantando e puxou a minha mão em seguida me fazendo levantar, me puxou para a pista de dança.

No começo eu  fiquei     tímida  mais depois eu fui me  soltando   estava bem divertido, kook era legal  mais meu coração gelou quando eu vi uma mulher conversando com o Suga. Não conseguia desviar o meu olhar eu fiquei ainda pior quando ela sentou no colo dele.

— Você está bem? — kook perguntou com uma expressão de preocupação.

— Na verdade não... — Falei com a voz um tanto tremula por causa das lágrimas que queriam sair.


— licença... — foi tudo que consegui dizer pois sai correndo daquele lugar. 


Estava chovendo muito minha vista estava embaraçada. Olhei para minha frente e a água estáva quase alagando a rua. Chorava sem parar parecia que tinha algo entalado em minha garganta senti minhas pernas amolecerem, mais quando eu ia caindo braços se enrolaram em torno do meu corpo eu estava de olhos fechados quando os abri fitei    aqueles   olhos   pequenos.


— Por que saiu daquele jeito? — Ele perguntou me olhando fixamente.


— E-Eu não sei... — gaguejei e o silêncio ficou constrangedor até que resolvi me pronunciar novamente. 

— Que era ela? — Eu perguntei o fitando. Ele riu fraco passando de leve uma das mãos sobre a nuca.

— Por que está rindo? — perguntei séria para o mesmo que ainda sorria. 

— Você está com ciúmes. — Ele falou fitando a minha boca chegando cada vez mais perto.  

— N-Não. — Me enrrolei em minhas próprias palavras.


— Era  uma  garota  de  programa oferecendo  seus  serviços. — Falou fitando os meus olhos. eu5 abaixei a cabeça mais ele ergueu meu queixo com uma das mãos lhe dando total visão do meu rosto.


— Mais eu não presciso porquê gosto de outra pessoa. — Falou me olhando nos olhos.



— É a Lisa? — Falei fitando os lábios do mesmo.  


— Resposta errada. — Ele falou precionando seus lábios contra os meus logo transformado em um beijo calmo mais cheio de desejo. Pediu passagem com a língua e eu cedi. 


— Eu gosto de você. — Ele sussurrou entre o Beijo me fazendo sorrir.


— Eu também — admiti fazendo ele sorrir.


— A chuva está aumentando, é melhor a gente ir antes que você pegue um resfriado. — Ele falou pegando a minha mão e eu assenti.  


       (...)


Estáva em minha cama mais meus pensamentos estavam longe, estou ferrada só de imaginar se alguém descobrir isso não sei qual vai ser a reação das pessoas que prefiro não citar os nomes.


Depois que chegamos aqui ele me disse que a noite eu fosse no quarto dele, pois é a única hora em que todos estão dormindo então ninguém vai notar.


Mais  confesso  que  estou   meio receosa  sobre isso será que ele não está só brincando comigo, pois não gosto de servir de brinquedo para ninguém, mas ele pareceu ser sincero e eu tenho que arriscar já que quando estou perto dele me sinto  segura, ele  é motivador.


  ~~♧



Já estavam todos dormindo já tinha tomado banho então me levantei e comecei a dar passos lentos e calmos para não acordar o Tae que dormia na cama ao lado da minha, será que estou fazendo o certo?


Cheguei em seu quarto  fiquei de frente para a porta por   alguns segundos tomando coragem para bate r na mesma mas logo fiz tal coisa.


— Entre. — Ele  falou e eu empurrei de leve a mesma entrei e fechei em seguida, estava de costa. 


— Tranque. — Ele disse com a voz rouca encrivelmente sexy me fazendo arrepiar. Eu girei a chave fazendo o que ele pediu e me virei ficando de frente para o mesmo que sorriu travesso.


— por que pediu que eu trancasse? — perguntei um pouco nervosa, pois o mesmo começou a diminuir o espaço entre nós. 



— porque  não quero que nos atrapalhem. — falou tomando os meus lábios em um beijo calmo mais que logo se tornou necessitado.


— Amh...— Gemi enquanto ele distribuía selares por o meu pescoço.


Ele começou a tirar a minha blusa e eu cedi deixando ele retirar a sua camisa de imediato, estava nervosa por ser a minha primeira vez mas ele parou e fitou meu rosto.

— Você quer que eu pare?

          


Notas Finais


Oie!! Desculpa os erros de digitação.

Querem hentaí?:')ksks

Comentem se possível, eu gosto de críticas construtivas!!:)

bjs!!💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...